quinta-feira, 5 de maio de 2016

As 50 Novelas Que Fizeram O Brasil Parar Em Frente À Telinha





Lembre aqui conosco as tramas que marcaram época, refletiram os anseios da sociedade, levaram o país a pensar e emocionaram muito.

Em 2015, a Globo comemora 50 anos. É inegável a importância da emissora, que acompanhou as transformações do país e soube mudar junto com ele, elevando o padrão de qualidade técnica e de conteúdo da nossa televisão, uma das melhores do mundo. 



Em festa também, TITITI homenageia a Globo com uma série de reportagens sobre sua história. E começamos com nosso assunto favorito: as novelas que nunca esqueceremos. Relembre a seguir!





1 - A Moreninha - 1965

Marília Pêra

Foi a primeira novela global com cenas externas, rodadas na ilha de Paquetá, no Rio. Marília Pêra, a Carolina, fazia par romântico com Cláudio Marzo, o Augusto.



2 - A Cabana do Pai Tomás - 1969

Sérgio Cardoso

Tratava da luta dos escravos norte-americanos pela liberdade. O saudoso Sérgio Cardoso, pintado de preto com rolha queimada, vivia o pai Tomás.



3 - Véu de Noiva - 1969



Regina Duarte e Claudio Marzo

Primeiro grande sucesso de Janete Clair e estreia de Regina Duarte na Globo. Seu par romântico foi Claudio Marzo.



4 - Irmãos Coragem - 1970



Tarcísio Meira, Zilka Sallaberry, Claudio Marzo e Cláudio Cavalcanti

De Janete Clair. O garimpeiro João (Tarcísio Meira) luta por justiça com os irmãos Duda (Claudio Marzo) e Jerônimo (Cláudio Cavalcanti). Zilka Sallaberry, falecida em 2005, era a mãe, Sinhana. 



5 - Bandeira 2 - 1971

José Wilker, Paulo Gracindo e Marília Pêra.

Retrato do submundo do jogo do bicho no Rio. Destaque para o personagem do saudoso Paulo Gracindo, o bicheiro Tucão. Com José Wilker e Marília Pêra.



6 - Selva de Pedra - 1972

Francisco Cuoco e Regina Duarte

A trama de Janete Clair foi campeã de audiência da emissora até então. Regina Duarte viveu Simone, que some por acreditar que o marido Cristiano (Francisco Cuoco), vai matá-la.



7 - O Primeiro Amor - 1972

Dina Sfat e Leonardo Villar

Faltando 28 capítulos para o final da novela, Sérgio Cardoso morreu. Na última cena, quando sai por uma porta, a imagem do protagonista foi congelada. E na seguinte apareceu o substituto, Leonardo Villar. Com Dina Sfat.



8 - O Bem Amado - 1973

Emiliano Queiroz e Paulo Gracindo

Assinado por Dias Gomes, foi o primeiro folhetim colorido da TV. O saudoso Paulo Gracindo interpretou o prefeito de Sucupira, Odorico Paraguaçu. Lima Duarte viveu Zeca Diabo e Emiliano Queiroz, Dirceu Borboleta.



9 - Gabriela - 1975

Sonia Braga

Walter George Durst transferiu para a telinha o universo de Jorge Amado, nesta adaptação do romance Gabriela, Cravo e Canela. Em meio às questões políticas e sociais, como a seca do Nordeste, Sonia Braga esbanjou sensualidade no papel-título.



10- Pecado Capital - 1975

Betty Faria e Francisco Cuoco

Janete Clair criou um anti-herói, Carlão (Francisco Cuoco) vive o dilema de entregar ou não à polícia o dinheiro deixado por bandidos em seu táxi. Com Betty Faria.



11- O Casarão - 1976



Yara Cortes e Paulo Gracindo

Lauro César Muniz narra a saga da família Deodato Leme em três períodos diversos. Os fios condutores são o casarão e o eterno amor dos personagens dos saudosos Paulo Gracindo e Yara Cortes.



12- Saramandaia - 1976



Juca de Oliveira

Em Bole-Bole, os moradores se dividem entre os que querem mudar o nome da cidade e os que preferem mantê-lo. Mas incrível mesmo são os personagens de Dias Gomes, como o João Gibão (Juca de Oliveira), que esconde um par de asas. O remake foi exibido em 2013.



13- Escrava Isaura - 1976 

Lucélia Santos e Rubens de Falco

A adaptação de Gilberto Braga narra a história de uma escrava, que desperta a paixão do vilão Leôncio (o saudoso Rubens de Falco). Estrelada por Lucélia Santos, foi vendida a 80 países.



14- O Astro - 1977

Francisco Cuoco

Nesta obra de Janete Clair, Francisco Cuoco fez o mágico Herculano Quintaninha. A trama mobilizou o país com a pergunta :" Quem matou Salomão Hayalla?" O ator participou do remake em 2011.



15- Dancin'Days - 1978

Sonia Braga

Júlia (Sonia Braga) deixa a cadeia após 11 anos e sua filha, Marisa (Gloria Pires), tem vergonha dela e a maltrata.A culpada de tudo é Yolanda (Joana Fomm), a tia, que a criou.Mais tarde, a protagonista volta rica para se vingar da irmã. O folhetim de Gilberto Braga foi vendido para 40 países.



16- Cabocla - 1979



Glória Pires e Fabio Jr.

De Benedito Ruy Barbosa. Luís Jerônimo (Fabio Jr.) adoece e, por recomendação médica, vai morar na fazenda de um amigo do seu pai. Lá, conhece Zuca (Glória Pires), por quem se apaixona. Os atores levaram o romance da trama para a vida real. 



17- Pai Herói - 1979



Tony Ramos e Elizabeth Savalla

Na busca por seu pai, André Cajarana (Tony Ramos) encontra Carina (Elizabeth Savalla), na trama de Janete Clair.



18- Guerra dos Sexos - 1983

Fernanda Montenegro e Paulo Autran

A rivalidade entre homens e mulheres era o mote da trama de Silvio de Abreu e Carlos Lombardi. Paulo Autran e Fernanda Montenegro protagonizaram a cena antológica da guerra de tortas.



19- Roque Santeiro - 1985

José Wilker, Regina Duarte e Lima Duarte

Sátira à exploração política e comercial da fé popular, assinada por Dias Gomes. Com os impagáveis Sinhozinho Malta (Lima Duarte ), a Viúva Porcina (Regina Duarte) e Roque (José Wilker). 



20- Vale Tudo - 1988

Beatriz Segall

De Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères. As diabólicas Maria de Fátima (Gloria Pires) e Odete Roitman (Beatriz Segall), cuja morte vira um mistério, são os destaques. A cena final do corrupto Marco Aurélio (Reginaldo Faria) dando uma banana e fugindo do país num jatinho è antológica. 



21- Que Rei Sou Eu? - 1989

Cláudia Abreu. Tato Gabus Mendes e Antonio Abujamra

A trama de Cassiano Gabus Mendes é uma divertidíssima paródia da situação do Brasil na época, com pobreza, instabilidade financeira e corrupção. Com Cláudia Abreu, Tato Gabus Mendes e Antonio Abujamra.



22- Tieta - 1989



Betty Faria e Joana Fom
Do romance Tieta do Agreste, de Jorge Amado. Por moralismo, Tieta (Betty Faria) é expulsa da cidade. Anos depois, volta rica e sua irmã carola, Perpétua (Joana Foom), morre de ódio.


23- O Salvador da Pátria - 1989


Lima Duarte

O boia-fria Sassá Mutema (Lima Duarte) é preso, mas prova sua inocência com ajuda da professora Clotilde (Maitê Proença). Torna-se popular e vira prefeito de Tangará.



24- Rainha da Sucata - 1990



Regina Duarte e Glória Menezes

A história de Sílvio de Abreu e Alcides Nogueira contrapõe os novos-ricos, como Maria do Carmo (Regina Duarte), e a elite decadente representada por Laurinha Figueirôa (Glória Menezes).



25- Barriga de Aluguel - 1990

Cláudia Abreu e Cássia Kis Magro

Glória Perez abordou um tema novo para a época, a inseminação artificial. Ana (Cássia Kis Magro) contrata Clara (Cláudia Abreu) para ser sua barriga de aluguel. Mas, depois que a criança nasce, ambas lutam para ficam com ela.



26- Vamp - 1991

Joana Fom e Reginaldo Faria

Comédia de Antônio Calmon. Viúvo com seis filhos, Jonas (Reginaldo Faria) se casa com Carmem Maura (Joana Fom), que também é viúva e tem seis filhos. Os dois formam uma família diferente, que se vê às voltas com os problemas dos jovens e com uma roqueira perseguida por vampiros.



27- O Dono do Mundo - 1991

Malu Mader, Antonio Fagundes e Tadeu Aguiar

Gilberto Braga incentivou discussões sobre ética na trama que começava com uma aposta. Com Antonio Fagundes, Malu Mader e Tadeu Aguiar.



28- Mulheres de Areia - 1993



Marcos Frota e Glória Pires

Sucesso de Ivani Ribeiro. Glória Pires brilhou, interpretando as gêmeas rivais Ruth e Raquel. E Marcos Frota conquistou o público como o Tonho da Lua. 



29- A Viagem - 1994

Christiane Torloni e Antonio Fagundes

A trama de Ivani Ribeiro fala sobre a vida após a morte segundo a doutrina espírita. Com Christiane Torloni e Antonio Fagundes.



30- A Próxima Vítima - 1995

Yoná Magalhães e Cecil Thiré

Assassinatos movem a história de Silvio de Abreu. Todos os personagens são vítimas e suspeitos. Com Yoná Magalhães e Cecil Thiré.



31- O Rei do Gado - 1996
Patrícia Pillar e Antonio Fagundes

O tema da história de Benedito Ruy Barbosa é a luta pela posse da terra. Com Antonio Fagundes e Patrícia Pillar, está sendo reprisada desde o dia 12.



32- Por Amor - 1997

Gabriela Duarte e Regina Duarte

Regina Duarte é a Helena neste folhetim de Manoel Carlos. E troca seu filho recém-nascido com o bebê da filha, Maria Eduarda (Gabriela Duarte), que morreu ao nascer.Tudo para impedir que a jovem sofra. O marido de Helena, Atílio (Antonio Fagundes), não se conforma.



33- Torre de Babel - 1998

Tony Ramos

José Clementino (Tony Ramos) passa 20 anos preso e quer se vingar de quem testemunhou contra ele. O autor Sílvio de Abreu mata duas mulheres homossexuais, , pois o público não aceitava esse amor.



34- Terra Nostra - 1999



Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda

Benedito Ruy Barbosa trata da imigração na formação da sociedade brasileira. Giuliana (Ana Paula Arósio) e Matteo (Thiago Lacerda) se apaixonam no navio que os traz da Itália, mas são separados no desembarque.



35- O Cravo e a Rosa - 2000

Du Moscovis e Adriana Esteves

Walcyr Carrasco fez uma adaptação de A Megera Domada de Shakespeare, com Adriana Esteves no papel de Catarina, uma jovem feminista nos anos 20. Du Moscovis viveu o caipirão louco por ela.



36- Laços de Família - 2000

Carolina Dieckmann, Reynaldo Gianecchini e Vera Fischer

Vera Fischer vive uma das Helenas de Manoel Carlos. E faz de tudo pela felicidade da filha, Camila (Carolina Dieckmann), que tem leucemia. Ela até desiste do amor de Edu, papel de Reynaldo Gianecchini, estreando na TV. 



37- O Clone - 2001

Giovanna Antonelli e Murilo Benício 

Glória Perez discutiu a clonagem humana. O romance ficou por conta da muçulmana Jade (Giovanna Antonelli) e de Lucas (Murilo Benício), que também vive o irmão gêmeo que morre, e seu clone. O casal da novela se apaixonou na vida real.



38- Senhora do Destino - 2004

Susana Vieira e Renata Sorrah

O embate de Maria do Carmo (Susana Vieira) com uma das piores vilãs da TV, a Nazaré, de Renata Sorrah, movimentou o folhetim de Aguinaldo Silva.



39- Alma Gêmea - 2005



Flávia Alessandra 

Flávia Alessandra roubou a cena como a vilã Cristina. Na trama de Walcy Carrasco, ela é obcecada por Rafael (Du Moscovis) e faz de tudo, até mata, para ficar com ele.



40- Páginas da Vida - 2006

Marcos Caruso e Lilia Cabral

De Manoel Carlos, o destaque foi Lilia Cabral, intérprete da malvada Marta, que rejeita a neta portadora de síndrome de Down. Com Marcos Caruso.



41- A Favorita - 2008

Cláudia Raia e Patrícia Pillar

Na trama de João Emanuel Carneiro, Patrícia Pillar interpreta uma das vilãs mais frias da televisão ao lado de Cláudia Raia, a Donatela.



42- Viver a Vida - 2009



Alinne Moraes e Lilia Cabral

Drama de Manoel Carlos. A modelo Luciana (Alinne Moraes) sofre um acidente que a deixa paraplégica e a obriga a mudar completamente seu modo de ser. Nessas, ela se apaixona pelo médico Miguel (Mateus Solano).



43- Ti-Ti-Ti - 2010

Murilo Benício e Alexandre Borges

A guerra entre os costureiros Jacques Leclair (Alexandre Borges) e Victor Valentim (Murilo Benício) rendeu muitas gargalhadas nesse remake de Maria Adelaide Amaral.



44- Cordel Encantado - 2011

Domingos Montagner e Débora Bloch.

Thelma Guedes e Duca Rachid inovaram com a trama inspirada na literatura de cordel. Foi a estreia de Domingos Montagner em novela, como um cangaceiro, par de Débora Bloch.



45- Avenida Brasil - 2012

Adriana Esteves e Débora Falabella

A sede de vingança é um ódio visceral permearam o encontro entre Nina (Débora Falabella) e Carminha (Adriana Esteves) na eletrizante história de João Emanuel Carneiro.



46- Cheias de Charme - 2012



Isabelle Drummond, Leandra Leal eTaís Araújo

Penha (Taís Araújo, Rosário (Leandra Leal) e Cida (Isabelle Drumommd) fazem sucesso com o grupo musical. Em Empreguetes na história descolada de Filipe Miguez e Isabel Oliveira. Destaque para Cláudia Abreu, que fez a Chayene, uma pra lá de abusada cantora de eletroforró.



47- Salve. Jorge - 2012

Rodrigo Lombardi e Nanda Costa

Glória Perez contou a história de Morena (Nanda Costa), vítima do tráfico internacional de pessoas. Rodrigo Lombardi fez o militar Téo.



48- Amor à Vida - 2013



Thiago Fragoso e Mateus Solano 

O vilão homossexual Félix (Mateus Solano) se redime e se apaixona por Niko (Thiago Fragoso) neste folhetim de Walcyr Carrasco. Rola, então, o primeiro beijo gay masculino da TV.



49- Joia Rara - 2013

Bruno Gagliasso, Mel Maia e Bianca Bin

Ganhou o Emmy internacional de melhor novela em 2014. No Brasil dos anos 1930/40, Pérola (Mel Maia) é uma criança com poderes especiais, filha dos personagens de Bruno Gagliasso e Bianca Bin. A novela de Thelma Guedes e Duca Rachid tem recriação de época perfeita.



50- Império - 2014



Lilia Cabral e Alexandre Nero

A história de Aguinaldo Silva ainda está no ar. Mas a incrível saga de José Alfredo (Alexandre Nero), Maria Marta (Lilia Cabral) e o império de joias que criaram certamente entrará para o rol das melhores novelas de todos os tempos!



Por Rose Delfino

Publicada na revista TiTiTi

Edição de 23/01/2015 nº 854

Memória

Fotos: TV Globo/Renato Rocha Miranda - TV Globo/João Miguel Junior - TV Globo/Reprodução - TV Globo/Estevam Avellar - Jorge Cysne - TV Globo/Zeca Guimarães - Joel Maia - TV Globo/Alex Carvalho - Lucio Marreiro - Alexandre Sassaki - João Santos - TV Globo/Cynthia Salles - Cida Souza - Lino Rodrigues - Alberto Diniz - TV Globo/Rafael Santos - Cláudia Dantas - TV Globo/Renato Rocha Miranda - Roberto Valverde - Sérgio Borges - Fernando Martinho - Jorge Baumann - TV Globo/Paulo Belote - Ricardo Chaves - RGB


Nenhum comentário:

Postar um comentário