terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Lauro César Muniz

Histórias cheias de sabor
Lauro César Muniz
Lauro César Muniz é um dos autores responsáveis por novelas de grande sucesso e que marcaram várias gerações .Confira!
Engenheiro civil por formação, Lauro César Muniz preferiu mesmo levar a vida como um bom contador de "casos". Com 80 anos, completados na última semana, o autor se envolveu em polêmicas ao longo da carreira devido ao seu jeito contestador, tanto que ele mesmo se autointitula  como "o bom rebelde".Talvez você não se lembre, mas Lauro César escreveu folhetins que se tornaram clássicos da telinha. Ousado e versátil, ele passou por todas as emissoras, mas foi mesmo na Globo que suas histórias tiveram maior repercussão.

Triângulo amoroso

1973 - Carinhoso

A primeira obra de Lauro César na Rede Globo foi Carinhoso, inspirada em Sabrina, no filme dirigido por Billy Wilder em 1954.  A novela mostrou um triângulo amoroso entre Cecília (Regina Duarte), Humberto (Cláudio Marzo) e Eduardo (Marcos Paulo). Na época, Regina era a queridinha do Brasil e sua personagem foi escrita especialmente para ela. Durante as gravações, a atriz ficou grávida de sua primeira filha, Gabriela, e suas cenas passaram a ser feitas em closes.
Cláudio Marzo,Regina Duarte e Marcos Paulo na novela Carinhoso
O romance de Cecília (Regina Duarte) e Eduardo (Marcos Paulo) encontra toda sorte de opositores, a começar pelas famílias dos dois. Os Vasconcellos reprovam a união do seu filho mais novo com a filha de um dos criados. Humberto (Cláudio Marzo), o irmão mais velho de Eduardo, secretamente apaixonado por Cecília, tenta de todas as formas atrapalhar o namoro.



O início das polêmicas

1975 - Escalada

Em 1975, Muniz estreou no horário nobre da emissora carioca com o grande sucesso Escalada. O folhetim tinha Tarcísio Meira como o protagonista, Antonio Dias, um caixeiro viajante que subia na vida e se envolvia na construção de Brasília. A trama retratava três décadas da história do Brasil e ia da crise do café à criação da nova capital. Muniz já mostrava suas tendências polêmicas de retratar os acontecimentos reais do País.

 Tarcísio Meira e Renée de Vielmond na novela Escalada
A história tem início quando Antônio Dias Tarcísio Meira)deixa Minas Gerais , indo para a fictícia Rio Pardo, no interior paulista, para tentar ganhar a vida, ele irá dedicar-se a plantação de algodão, e entra em conflito com o rico cafeicultor Armando Magalhães, seu principal obstáculo à ascensão. Antônio ainda terá sua vida marcada por duas belas mulheres: Marina (Renée de Vielmond), por quem ele está apaixonado; e Cândida (Susana Vieira), com quem ele acaba se casando.



Inovação



1976 - O Casarão



Em 1976, o autor levou ao ar um de seus maior sucessos. A emocionante e romântica novela O Casarão, considerada um clássico da TV. Inovador, ele contou a saga de uma família em três épocas diferentes ao mesmo tempo,quebrando a então tradicional narrativa linear que existia.


Paulo Gracindo e Yara Cortes na novela O Casarão
Carolina (Yara Cortes) ama o artista João Maciel (Paulo Gracindo), mas acaba casando com Atílio, filho de Jacinto. Paulo Gracindo e Yara Cortes emocionaram o Brasil como o apaixonado casal Carolina e João Maciel na maturidade.



Mexeu com gente grande



1979 - Os Gigantes



Em 1979,  autor fez Os Girantes, questionando o poder das multinacionais. Na época, a trama provocou desconforto com os anunciantes da Globo e Lauro foi demitido da emissora, porém, dois anos depois, estava de volta.



Dina Sfat e Francisco Cuoco na novela Os Gigantes

Na trama, Paloma Gurgel (Dina Sfat) retorna ao Brasil, depois de viver um longo período no exterior trabalhando como correspondente internacional. Na cidade, Paloma reencontra o fazendeiro Fernando Lucas (Tarcísio Meira) e o médico Francisco Rubião (Francisco Cuoco), amigos de infância da jornalista, apaixonados por ela.



1984 - Transas e Caretas



Escreveu ainda Transas e Caretas e Um Sonho a Mais no início dos anos 80, consideradas ousadas demais para época.

Eva Wilma na novela Transas e Caretas

Transas e Caretas narra a história de Francisca Moura Imperial (Eva Wilma), uma rica empresária, e seus dois filhos: Jordão (Reginaldo Faria) e Tiago (José Wilker), que pouco se interessam pelos negócios da família. Os dois rapazes são fruto do casamento de Francisca com Roberto (Paulo Goulart), um homem sedutor que circula pela alta sociedade, mas não tem onde cair morto.



1985 - Um Sonho a Mais



Sylvia Bandeira e Ney Latorraca na novela Um Sonho a Mais

Antônio Carlos Volpone (Ney Latorraca), o pequeno órfão Volpone foi adotado por uma mulher de posses, passando a conviver, durante toda a sua adolescência, com pessoas ricas, dentre elas, seus melhores amigos Estela (Sylvia Bandeira) e Orlando (Fluvio Stefanini). Volpone casa-se com Estela, mas Orlando, com ciúmes, arquiteta várias ações para afastá-los. A pior delas se deu logo após o casamento deles: Volpone precisou fugir para o Cairo, às pressas, acusado de assassinar o sogro, Dr. Telles (Rubens Corrêa). Após 18 anos, tendo feito fortuna, Volpone volta ao Brasil para tentar reconquistar Estela.

Um novo Brasil

1985 - Roda de Fogo

E quem não se lembra de Roda de Fogo, com Tarcísio Meira como Renato Villar, e uma ácida crítica ao empresariado brasileiro? 



Tarcísio Meira e Bruna Lombardi na novela Roda de Fogo

Renato Villar (Tarcísio Meira) um rico empresário, ambicioso e sem escrúpulos, que faz qualquer coisa pelo poder,aproxima-se de Lúcia Brandão(Bruna Lombardi), uma juíza incorruptível designada para julgar seu caso, com a intenção de suborná-la. Mas os dois acabam se apaixonando.


1989 - O Salvador da Pátria


Já em 1989, o autor levou ao ar O Salvador da Pátria (um de seus trabalhos mais marcantes) e foi acusado de fazer apologia à candidatura de Lula (que disputava a eleição presidencial com Collor) através do personagem Sassa Mutema (Lima Duarte). A trama sofreu cortes por parte da direção da Globo, que achou a história muito provocativa, apesar do grande sucesso. Novelas inesquecíveis do 'bom rebelde'. E que venham outras!
Lima Duarte na novela O Salvador da Pátria
O deputado federal Severo Toledo Blanco (Francisco Cuoco), o homem mais poderoso da região da fictícia Ouro Verde, escolhe o ingênuo e matuto boia-fria  Sassá Mutema para se casar com sua amante, Marlene (Tássia Camargo), tentando desviar as atenções de seu adultério. Marlene é assassinada e ele chega a ser preso, mas, com o apoio da professora Clotilde (Maitê Proença), prova sua inocência. Em toda a sua trajetória, conta com a amizade de Clotilde, por quem se apaixona e com quem acaba vivendo um romance.

Trajetória

1997 - Zazá

Fernanda Montenegro na novela Zazá

Marisa Dumont, protagonizada pela atriz Fernanda Montenegro, foi a última novela escrita por Lauro César Muniz na sua segunda passagem pela Globo. Em Zazá, o autor criou o primeiro personagem soropositivo da telenovela brasileira, homenageando no último capítulo a atriz Sandra Bréa, que faleceu em decorrência da Aids.

1996 - Quem é Você





Elizabeth Savalla e Cássia Kissna novela Quem é Você
A relação de duas irmãs, a terceira idade e a farsa dos sexos são os temas orientadores da trama.As irmãs Maria Luísa(Elizabeth Savalla) e Beatriz(Cássia Kiss) reagem de formas diferentes ao abandono do pai. Maria Luísa se refugia num mundo de fantasia e passa a venerar o pai, Beatriz reprime seus sentimentos e defende-se para que não aconteça consigo o mesmo que ocorrera com a mãe. A primeira tem o afeto do marido Afonso (Alexandre Borges) e a segunda vive às voltas com a solidão.

1994 - As Pupilas do Senhor Reitor
Tuca Andrada, Luciana Braga, Juca de Oliveira, Débora Bloch e  Eduardo Moscovis na novela As Pupulas do Senhor Reitor

Após a morte de seu pai, Margarida (Débora Bloch) vai viver com sua meia-irmã Clara (Luciana Braga), filha de sua madrasta, que ao morrer confere a educação das meninas ao Padre Antônio (Juca de Oliveira), o Senhor Reitor. Pedro (Tuca Andrada), um homem simples que trabalha no campo, é noivo da ambiciosa Clara (Luciana Braga) e Margarida (Débora Bloch)é a prometida de Daniel (Eduardo Moscovis), que voltou à aldeia graduado como médico.




1993 -Sonho Meu



Carolina Pavanelli e Elias Gleiser na novela Sonho Meu
Elisa (Nívea Maria),mantém a menina Maria Carolina(Carolina Pavanelli) num orfanato. Maria Carolina foge do orfanato e esconde-se na pequena e fictícia vila do Jardim das Flores, e, entre brincadeiras com amiguinhos de lá, esconde-se na casa do sr. Mazurgsky, o Tio Zé (Elias Gleiser), um velhinho bondoso que se encanta com a garotinha, que ele chama carinhosamente de "Laleska".

1992 - Perigosas Peruas

Silvia Pfeifer,  Mario Gomes e Vera Fischer na novela Perigosas Peruas

Amigas desde a infância, Cidinha(Vera Fischer) e Leda  (Silvia Pfeifer) tiveram destinos diferentes:Cidinha tornou-se uma dona-de-casa e Leda uma profissional bem sucedida.Em comum, apenas um amor do passado: Belo (Mario Gomes), filho da italiana Dona Gema, o qual acabou por casar-se com Cidinha (Vera Fischer). Cidinha não sabia que Leda também esperava um bebê de Belo e que, com a morte prematura do bebê de Cidinha, Belo havia trocado os bebês na maternidade.


1989 -O Salvador da Pátria



Maitê Proença e Lima Duarte na novela O Salvador da Pátria

 O deputado federal Severo Toledo Blanco (Francisco Cuoco), o homem mais poderoso da região da fictícia Ouro Verde, escolhe o ingênuo e matuto boia-fria  Sassá Mutema para se casar com sua amante, Marlene (Tássia Camargo), tentando desviar as atenções de seu adultério. Marlene é assassinada e ele chega a ser preso, mas, com o apoio da professora Clotilde (Maitê Proença), prova sua inocência. Em toda a sua trajetória, conta com a amizade de Clotilde, por quem se apaixona e com quem acaba vivendo um romance.

1990 - Araponga


Tarcisio Meira na novela Araponga
A trama é uma paródia dos filmes de espionagem onde Araponga (Tarcisio Meira) codinome de Aristênio Catanduva, policial federal e ex-agente do Serviço Nacional de Informações (SNI), órgão que gostaria que fosse reativado. Tem grande admiração pelo agente secreto britânico James Bond.


1987 - Mandala

Felipe Camargo e Vera Fischer na novela Mandala 

A trama é baseado na tragédia grega Édipo Rei, de Sófocles

.Enquanto é cortejada pelo bicheiro Tony Carrado (Nuno Leal Maia), um sujeito grosseirão e atrapalhado, Jocasta(Vera Fischer)  se apaixona pelo jovem Édipo (Felipe Camargo), que vai trabalhar em sua empresa. Mas ela não sabe que Édipo é na realidade o seu filho desaparecido.

1986 - Roda de Fogo


Tarcisio Meira na novela Roda de Fogo
Renato (Tarcisio Meira) sente fortes dores de cabeça e descobre que tem um tumor maligno localizado numa região do cérebro que não permite intervenções cirúrgicas. Ante a perspectiva da morte, Renato resolve mudar completamente sua vida. Abandona Carolina para viver seu romance com Lúcia, decide aproximar-se da filha Helena (Mayara Magri) e de Pedro (Felipe Camargo), um filho bastardo, e procura corrigir todos os erros existentes em seu grupo empresarial.

1985 - Um Sonho a Mais


Sylvia Bandeira e Ney Latorraca

Antônio Carlos Volpone (Ney Latorraca), o pequeno órfão Volpone foi adotado por uma mulher de posses, passando a conviver, durante toda a sua adolescência, com pessoas ricas, dentre elas, seus melhores amigos Estela (Sylvia Bandeira) e Orlando (Fluvio Stefanini). Volpone casa-se com Estela, mas Orlando, com ciúmes, arquiteta várias ações para afastá-los. A pior delas se deu logo após o casamento deles: Volpone precisou fugir para o Cairo, às pressas, acusado de assassinar o sogro, Dr. Telles (Rubens Corrêa). Após 18 anos, tendo feito fortuna, Volpone volta ao Brasil para tentar reconquistar Estela.


1984 - Transas e Caretas



Eva Wilma
Transas e Caretas narra a história de Francisca Moura Imperial (Eva Wilma), uma rica empresária, e seus dois filhos: Jordão (Reginaldo Faria) e Tiago (José Wilker), que pouco se interessam pelos negócios da família. Os dois rapazes são fruto do casamento de Francisca com Roberto (Paulo Goulart), um homem sedutor que circula pela alta sociedade, mas não tem onde cair morto.

1983 - Sol de Verão

Jardel Filho, Irene Ravache e Cecil Thiré na novela Sol de Verão

A telenovela conta o drama de Rachel (Irene Ravache), que acaba de sair do casamento infeliz com Virgílio (Cecil Thiré), foi para o Rio de Janeiro, com a mãe e filha, e lá se envolveu com Heitor (Jardel Filho), mecânico boêmio que nunca teve um compromisso  sério. 
O ator Jardel Filho faleceu de ataque cardíaco em 20 de fevereiro de 1983, num domingo, no meio da novela, antes do desfecho da trama.

1977 - Espelho Mágico


Tarcisio Meira e Gloria Menezes na novela Espelho Mágico
Diogo Maia (Tarcisio Meira) e Leila Lombardi(Gloria Menezes) foram o casal principal da novela.Espelho Mágico mostrava as filmagens de uma novela, Coquetel de Amor, que era inspirada, por sua vez, no conflito central da peça Cyrano de Bergerac, de Edmond Rostan



1979 - Os Gigantes

Joana Fomm , Suzana Vieria , Francisco Cuoco, Dina Sfat   e Tarcísio Meira na novela Gigante

Paloma Gurgel (Dina Sfat), uma jornalista famosa correspondente internacional, retorna ao Brasil, para resolver problemas familiares causados pela situação de seu irmão gêmeo, Frederico Gurgel, que está em coma no hospital, após uma cirurgia no cérebro e vivendo com ajuda de aparelhos. Angustiada com sofrimento do irmão, Paloma decide desligar os aparelhos que o mantêm vivo. Inicia-se uma batalha judicial entre a jornalista e a cunhada Veridiana (Suzana Vieria )mulher de temperamento forte e a acusa de ter praticado eutanásia. Paloma ainda se reencontra com dois amigos de infância: o fazendeiro Fernando Lucas (Tarcisio Meira)e o médico Francisco Rubião ( Francisco Cuoco), ambos apaixonados por ela, que disputaram para conquistá-la. Fernando (Tarcisio Meira) tem um casamento conturbado com Vânia (Joana Fomm) e Francisco (Francisco Cuoco)rompe o noivado com Helena(Vera Fischer) por causa de Paloma( Dina Sfat ).

1976 - O Casarão

Paulo Gracindo e Yara Cortes na novela O Casarão
Carolina (Yara Cortes) ama o artista João Maciel (Paulo Gracindo), mas acaba casando com Atílio, filho de Jacinto. Paulo Gracindo e Yara Cortes emocionaram o Brasil como o apaixonado casal Carolina e João Maciel na maturidade.

1975 - Escalada
Tarcísio Meira e Renée de Vielmond na novela Escalada
A história tem início quando Antônio Dias Tarcísio Meira)deixa Minas Gerais , indo para a fictícia Rio Pardo, no interior paulista, para tentar ganhar a vida, ele irá dedicar-se a plantação de algodão, e entra em conflito com o rico cafeicultor Armando Magalhães, seu principal obstáculo à ascensão. Antônio ainda terá sua vida marcada por duas belas mulheres: Marina (Renée de Vielmond), por quem ele está apaixonado; e Cândida (Susana Vieira), com quem ele acaba se casando.

1973 - Corrida de Ouro


Renata Sorrah, Aracy Balabanian,Maria Luiza Castelli, Sandra Bréa e Celia Biar na novela Corrida de Ouro

Durval Pontes de Albuquerque, dono de muitas fazendas de café, imóveis, uma fábrica e ações morre aos 74 anos e deixa um testamento que será dividida para cinco mulheres: Isadora (Sandra B réa), Tereza (Aracy Balabanian), Gilda (Celia Biar), Patrícia (Renata Sorrah) e Ilka (Maria Luiza Castelli). Elas só terão direito à fortuna se executassem, uma a uma, condições especificadas pelo milionário em uma das cláusulas, o que provocaria grandes transformações nas suas vidas.


1973 - Carinhoso
Cláudio Marzo,Regina Duarte e Marcos Paulo na novela Carinhoso

O romance de Cecília (Regina Duarte) e Eduardo (Marcos Paulo) encontra toda sorte de opositores, a começar pelas famílias dos dois. Os Vasconcellos reprovam a união do seu filho mais novo com a filha de um dos criados. Humberto (Cláudio Marzo), o irmão mais velho de Eduardo, secretamente apaixonado por Cecília, tenta de todas as formas atrapalhar o namoro.

1972 - O Bofe


Cláudio Cavalcanti, Betty Faria e  Jardel Filho na novela O Bofe

Dorival( Jardel Filho) e Demetrius (Claudio Marzo) são mecânicos e grandes amigos na oficina de Sérgio Marreta no subúrbio. Eles são perfeitas encarnações da gíria “bofe”: broncos, mal-educados e com uma queda para a pilantragem. Dorival( Jardel Filho) se apaixonando por Guiomar (Betty Faria) uma bela viúva tão insegura que saía de peruca loira para procurar emprego em Copacabana, julgando-a rica. Já Demetrius (Claudio Marzo), conhecido como O Grego, reformava carros destruídos para revendê-los como novos.

Minisséries

1972 -  Aquarela do Brasil



Maria Fernanda Cândido e Edson Celulari

A escalada de Isa Galvão (Maria Fernanda Cândido) como cantora de rádio começa em Roseiral, cidade de  Volta Redonda, em 1943. A cantora conheceu o Capitão Hélio Aguiar (Edson Celulari), militar íntegro e patriota que está na cidade para investigar Felipe (Marco Ricca), suspeito de espionagem nazista.



1999 - Chiquinha Gonzaga



 Gabriela Duarte e Regina Duarte, as três fases da Minissérie Chiquinha Gonzaga

A vida da compositora Chiquinha Gonzaga que escandalizou a sociedade carioca de sua época com seus ideais libertários e com a popularização do samba como música genuinamente brasileira



Odilon Wagner e  Solange Couto
Quando jovem, é obrigada pelo pai, Basileu, um militar rígido, a casar-se com Jacinto (Marcelo Novaes), um homem que, apesar de amá-la, privava Chiquinha de sua maior paixão, a música, ao sentir que seu casamento é preterido pelos ideais de sua esposa.

Marcelo Novaes e  Gabriela Duarte
Chiquinha, não hesita em deixar o marido Jacinto (Marcelo Novaes), para viver com o seu grande amor, o músico João Batista (Carlos Alberto Ricelli), um homem liberal que mantém uma relação mal resolvida com Suzette (Susana Vieira), a proprietária do maior salão da corte.

Gabriela Duarte e Carlos Alberto Ricelli


Caio Blat e Fábio Junqueira

E é entre a classe artística marginalizada que Chiquinha Gonzaga encontra o apoio para compor e vai tornar-se a primeira compositora e maestrina do cenário brasileiro do final do século XIX. Mas sua vida, tão marcada por paixões ainda lhe reservaria uma surpresa: Chiquinha tem um intenso caso de amor com Joãozinho, um jovem com idade para ser seu filho, com quem acabaria vivendo até o resto de sua vida.

Você sabia?


Lauro César Muniz é casado com a atriz e diretora Barbara Bruno desde 2004. Ela é filha do saudoso Paulo Goulart e de Nicete Bruno


Texto: Flavia Serra

Publicado na revista TV Brasil n/n 929
Memória
Fotos: Astros em Revista-O Planeta-TVEstrelando-BOL Notícias - Uol.https://pt.wikipedia.org-Basilio Calazans/TV Globo-Purepeople-Memória Globo-Bazilio Calazans/TV Globo-Chiquinha Gonzaga.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário