terça-feira, 20 de novembro de 2018

Tudo O Que Você Precisa Saber Sobe Cuidados Com Idosos





Quando falamos em cuidados com idoso, é imprescindível levar em conta a atuação especial dos familiares ou de um cuidador profissional. É importante entender que os idosos estão mais vulneráveis a certas situações e que é normal precisarem de auxílio para além de simples tarefas do cotidiano.

Para que a saúde, segurança, assistência e demais cuidados com idoso sejam feitas de maneira satisfatória, é preciso que a pessoa encarregada dessa função tenha responsabilidade e comprometimento.

Com o objetivo de fazer você entender melhor o assunto, no post de hoje, trataremos de alguns pontos fundamentais que devem ser considerados para cuidar dos idosos. Confira!

Oferecer uma alimentação balanceada e adequada

A alimentação do idoso deve ser equilibrada para suprir a carência de nutrientes, que é comum nessa etapa da vida. Nas refeições, procure proporcionar verduras, legumes, frutas e sucos naturais. Além disso, tenha atenção ao consumo de grãos, fibras, derivados do leite e água.

Caso precise, procure orientação do nutricionista para que elabore uma dieta de acordo com as necessidades exclusivas de cada um, como um possível surgimento de alergia alimentar, a restrição de sal ou açúcar, restrição aos alimentos ricos em gorduras, entre outras.

Auxiliar na higiene

Quanto à higiene, pode ser preciso supervisionar banhos ou, em muitos casos, ajudar o idoso com essa tarefa. Lembre-se de observar se há algum assento, para que o idoso possa se ensaboar com segurança. Além disso, é importante pensar na segurança do banheiro: colocar barras de apoio no vaso sanitário e deixar a pia bem fixada à parede são soluções fundamentais para evitar acidentes.

Não se esqueça também de supervisionar a higiene bucal e ter os cuidados com a hidratação da pele. Caso o idoso precise do uso de fraldas, é importante ter atenção para trocá-las sempre que necessário.

Zelar pela segurança da casa para evitar acidentes

Mantenha a casa bem organizada e livre de possíveis obstáculos que possam causar acidentes ao idoso. Elimine os pisos soltos ou molhados, os móveis pequenos espalhados pelos cômodos e os tapetes escorregadios.

O ideal é sempre ter piso e tapetes antiderrapantes nos cômodos, principalmente no banheiro e no quarto do idoso, para evitar possíveis quedas. Outra providência segura e que evita acidentes é deixar uma lanterna com o idoso, para que ele possa se locomover com mais segurança pela casa à noite.

Atentar à rotina de medicamentos e consultas médicas

Faz parte da rotina dos idosos fazerem uso de medicamentos, seja para controle da diabetes ou outras doenças relacionadas à idade. Para que os remédios sejam tomados da forma correta, organize-os em caixas separadas de acordo com o período do dia e da noite.

Agende as consultas com o geriatra regularmente, e quando necessário com outros especialistas de acordo com a saúde do idoso, e cuide para que ele tome somente os remédios receitados pelo médico, na quantidade e no horário indicados.

Estimular o convívio social e atividades físicas para o idoso

É muito importante que o idoso mantenha uma vida social ativa. Para isso, proporcione a ele momentos de lazer e passeio ao ar livre. Além de trazer benefícios físicos, isso será útil para que ele mantenha a saúde mental em dia.

Além disso, praticar atividades físicas como hidroginástica, pilates, musculação e alongamentos fará com que ele interaja com outras pessoas. Mas antes de matricular o idoso em alguma atividade, lembre-se de que a indicação e a autorização para a prática de esportes na terceira idade deve ser feita pelo médico do idoso.

Como você conferiu no post, os cuidados com idoso requerem disposição em ajudar o próximo. No entanto, pode ser algo muito gratificante e prazeroso poder contribuir na vida daqueles que já não têm mais o vigor da juventude.

hojemais

TopBuzz.com

Nossa Senhora Do Carmo

Padre Marcos Roberto Pires



Nossa Senhora do Carmo Rogai por Nós Amém

Como Tratar A Entorse Em Cães



Fraturas, Entorses, Luxações e Contusões em cães e gatos


Os cães, de maneira geral, gostam de brincar e correr com determinada frequência. No entanto, o exercício físico pode acabar provocando a distensão dos membros. Apesar de ser comum, esse tipo de lesão costuma limitar o movimento do animal e causar dores fortes.[1] No decorrer desse artigo, serão apresentadas algumas formas de diagnosticar e tratar o ferimento de maneira eficaz.

Método 1

Prestando os primeiros socorros

Observe o comportamento do animal. Antes de iniciar qualquer tratamento, é importante identificar os sintomas causados pela distensão.

Método 

Assim, você saberá como agir diante dessa situação. Alguns dos sinais mais comuns incluem:

Método 3

Limitação do movimento.

Dificuldade para andar.

Inchaço.

Dor ou sensibilidade.

Deformidade no membro (mais comum nos casos de fraturas e luxações).


Limite o movimento do cão. Depois de identificar qualquer sinal de dor ou sensibilidade, tente colocá-lo em repouso para evitar que a lesão se agrave.

Se o animal não for treinado, considere prendê-lo com uma coleira em um ambiente seguro e confortável.


Examine a lesão com cautela. Os cães, independente da raça ou personalidade, costumam ficar agressivos quando sentem dor e desconforto

Método 4

Mantenha o rosto longe da boca do animal, ao examiná-lo

Método 5

Manuseie o membro lesionado com delicadeza. Além disso, converse com o bichinho para tentar tranquilizá-lo e interrompa o exame, se perceber qualquer sinal de irritação.

Método 6


Procure uma clínica veterinária. Depois de identificar o problema, entre em contato com um profissional especializado e marque uma consulta.

Método 7

Ligue para outro veterinário, se não conseguir um agendamento imediato.Explique os sintomas e pergunte qual a melhor maneira de transportar o animal nessas condições.

Método 8



Leve o cachorro para a consulta. O veterinário é o único profissional capaz de tratar uma distensão de maneira eficaz. Portanto, depois de fazer o agendamento, vá até o consultório com o bichinho de estimação

9

Coloque o animal dentro de uma caixa de transporte ou outro dispositivo de segurança para evitar o agravamento da lesão.

10

 Método 2 

Buscando o tratamento adequado

Visite a clínica veterinária. Um profissional qualificado poderá diagnosticar a lesão para indicar o tratamento mais adequado.

11

Durante a consulta, é importante relatar todo o incidente para o veterinário. Sendo assim, mencione como o animal se machucou e quais foram os sintomas identificados inicialmente

12

Leve uma cópia do histórico médico do cão, se possível.
Tente responder todas as perguntas feitas no consultório.


Deixe o animal ser examinado. Dessa forma, será possível identificar qual é o tipo de lesão de maneira assertiva. O veterinário possivelmente vai:

13

Avaliar o membro lesionado para verificar pontos inchados, doloridos ou fora do lugar

14

Observar o cão enquanto caminha.

15

Tirar um raio-X ou uma tomografia do ferimento.

16

Pergunte sobre o tratamento. Depois de examinar e diagnosticar o problema, o veterinário vai indicar a opção mais viável, de acordo com a gravidade do ferimento. É de suma importância seguir todas as orientações e prescrições médicas. O profissional possivelmente vai sugerir

17

Administração de anti-inflamatórios não-esteroides (AINE) para controlar a dor.

Aplicação de compressa fria ou quente.

Repouso.

Massagem no membro lesionado.


Considere contratar um fisioterapeuta. Em alguns casos, pode ser necessário levar o animal em um profissional certificado para melhorar a mobilidade do membro e acelerar o processo de recuperação.

18

O número de sessões vai depender da gravidade do ferimento.

19

Geralmente, cada sessão dura de trinta minutos a uma hora

20

Os pacientes também devem se exercitar em casa, conforme orientação do terapeuta

[21/22


Método 3

Tratando a lesão


Deixe o cão repousar. Além de minimizar a dor e o desconforto, o descanso pode acelerar o processo de cicatrização

23

Durante a recuperação, leve o cachorro para caminhar regularmente, conforme as orientações do veterinário.

24

Observe como o animal vai reagir durante o passeio. Se ele estiver muito cansado, volte para casa.


Aplique gelo sobre a lesão, se o membro estiver inchado ou sensível. Além de agir contra a inflamação e ajudar na cicatrização, a compressa fria vai diminuir consideravelmente a dor

[25

Deixe a compressa por, no máximo, 20 minutos. Repita o procedimento várias vezes ao dia, se necessário.

26

Coloque os cubos de gelo dentro de uma toalha para proteger a pele do cão.
Durante a aplicação, observe se a pele do animal apresenta qualquer sinal de irritação, como manchas brancas ou avermelhadas.

27



Administre medicamentos para controlar a dor. É muito comum que o animal sofra com dores após lesionar um membro. Sendo assim, pergunte ao veterinário sobre a possibilidade de aplicar analgésicos para aliviar o desconforto causado pela inflamação.

28

Lembre-se de verificar qual a dosagem correta

29

Solicite a prescrição de um remédio mais forte, se o cão estiver sentindo muita dor.


Leve o seu bichinho de estimação para caminhar quando o veterinário consentir

30 Durante o passeio, mantenha-o preso na coleira para que você possa monitorar a atividade física.

31

A natação e a hidroterapia, por exemplo, também são exercícios que contribuem para recuperação do animal.

32

Evite atividades extenuantes, como caminhadas longas e corridas.
Tente não levar o cão em parques caninos nesse período.

Avisos

A entorse pode agravar consideravelmente se não for tratada por um profissional especializado.

Fontes e Citações

↑ http://cal.vet.upenn.edu/projects/saortho/chapter_69/69mast.htm
↑ http://pets.webmd.com/dogs/dog-sprains-strains
↑ http://cal.vet.upenn.edu/projects/saortho/chapter_69/69t1.jpg

wikiHow
TopBuzz.com

10 Sinais De Que Vcê Nasceu Para Transformar O Mundo





Anda depressivo(a)? Isso pode ser um sinal de que você tem uma missão muito importante na Terra. Isso mesmo! É extremamente difícil para os anjos viverem em um mundo tão cruel. Veja 10 das características de quem nasceu para acrescentar o bem ao mundo:

1 – Sente-se deslocado

A impressão que você tem é de que a Terra não é o seu lugar. Você se sente inadequado, como se não se encaixasse nesse mundo. Tem uma ideia de sociedade muito mais avançada do que essa em que vivemos. E, muitas vezes, sente vontade de ir embora dessa vida.

2 – Não consegue entender certos comportamentos

Você escuta algumas histórias sobre ganância, egoísmo e violência, por exemplo, e simplesmente não consegue compreender como o ser humano é capaz de tais escolhas. Fica abismado com as atitudes contra você que parecem tão distantes ou contrárias ao seu altruísmo.

3 – Emociona-se com a bondade

Pode ser um jovem auxiliando uma senhora a atravessar a rua com as compras e já é suficiente para tocar seu coração. Generosidade conquista você e é um valor tão forte dentro do seu coração que, frequentemente, você sente que ajuda muito mais do que é ajudado.

4 – Tende ao isolamento

Como é difícil para você lidar com as almas atribuladas, prefere se isolar. Para você a dor da solidão é menor do que a dor de conviver com pessoas ingratas, egoístas e malvadas.

5 – Preocupa-se com os outros o tempo todo

Você está constantemente avaliando se a sua companhia está satisfeita e confortável. Também sempre procura uma maneira de ajudar no que for. Quando alguém reclama de algo, você assume a responsabilidade e, às vezes, sente-se até desconfortável pela experiência negativa do outro, mesmo que não seja sua culpa.

6 – Indigna-se com os problemas do mundo

Sejam eles sociais, políticos ou econômicos, tais problemas o deixam angustiado. Pode ser inclusive uma rua esburacada no seu bairro ou o aquecimento global. Você pensa sobre soluções para o mundo e tem vontade de aplicá-las.

7 – Vê seu trabalho como uma forma de melhorar o mundo

Sua visão é macro sobre a missão que tem nesse mundo. Se for um lixeiro, por exemplo, percorre as ruas com a consciência de que tal profissão tem vital importância para o planeta. Assim como médicos, motoristas, jornalistas, policiais, advogados, costureiros, engenheiros, cozinheiros, veterinários, etc.

8 – Tem perfil de líder

Como você tem esse ímpeto de fazer do mundo um lugar melhor, é natural em você tentar fazer com que as coisas funcionem. É organizado, sistemático e tem uma personalidade admirável seja em um castelo ou em uma comunidade pobre. Anjos estão por todos os lugares.

9 – É extremamente sensível

Anjos vêm a esse mundo com uma empatia enorme em relação aos outros. Você praticamente consegue sentir o que as outras pessoas estão sentindo e não consegue ficar indiferente aos seus problemas e alegrias. Você costuma se satisfazer com pouco, mas também é extremamente fácil ferir seus sentimentos.

10 – Tem tendência à depressão

É tanta empatia pela humanidade que, muitas vezes, os problemas do mundo e sua dor emocional acabam por se tornar insuportáveis para a sua sensibilidade a ponto de gerar uma sensação enorme e equivocada de fracasso, que pode, sim, levar qualquer anjo à depressão.

Se você tivesse consciência de que a sua alma elevada nunca vai aceitar as barbaridades que acontecem nesse mundo, jamais entraria em depressão. Inconformismo: essa é a sensação dos anjos da Terra. Tal sentimento incita o movimento de aperfeiçoamento do Planeta e esse é o seu objetivo aqui.

Essa é a razão pela qual o universo o(a) fez exatamente do jeito que você é. Portanto, entenda que você tem uma missão especial com a humanidade e reaja! Bata suas asas voando bem alto, pois o universo espera e conta com você, anjo!

A Soma de Todos os Afetos
TopBuzz.com

Evangelhbo De Jesus Cristo Segundo Lucas


Jesus, Filho de Davi,
tem piedade de mim.


Lurdinha Lira Luz Divina


*🙏33ªSemana do tempo comum
São Roque González e companheiros mártires.
Evangelho do dia
(Lc 18,35-43) 19.11.18

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas
Glória a Vós, Senhor

Quando Jesus se aproximava de Jericó, um cego estava sentado à beira do caminho, pedindo esmolas. Ouvindo a multidão passar, ele perguntou o que estava acontecendo. Disseram-lhe que Jesus Nazareno estava passando por ali. Então o cego gritou: “Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!” As pessoas que iam na frente mandavam que ele ficasse calado. Mas ele gritava mais ainda: “Filho de Davi, tem piedade de mim!” Jesus parou e mandou que levassem o cego até ele. Quando o cego chegou perto, Jesus perguntou: “Que queres que eu faça por ti?” O cego respondeu: “Senhor, eu quero enxergar de novo”. Jesus disse: “Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou”. No mesmo instante, o cego começou a ver de novo e seguia Jesus, glorificando a Deus. Vendo isso, todo o povo deu louvores a Deus.

Palavra da salvação
Glória Vós, Senhor

Dia Do Médico



Dr. Helman Campos Martins



Missão

Quando nascemos, recebemos
diferentes missões.

A sua missão é de salvar vidas!


Pelo talento de suas mãos,
transforma todo homem
em bonança.

Há médicos do corpo e "médicos da alma". Felizes são aqueles que, como você, conseguem reunir as duas profissões.

Responsáveis pelo coração continuar batendo por mais tempo.

Feliz dia do Médico!


segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Os 15 Melhores Filmes Espíritas Para Refletir Sobre A Vida Depois Da morte



O Brasil tem uma das maiores comunidades espíritas do planeta e, refletindo este fato, existem diversas produções cinematográficas nacionais que abordam os diferentes assuntos que o espiritismo estuda.

Confira algumas das obras mais significativas do cinema que tratam de temáticas relacionadas com a doutrina espírita.

15. O Filme dos Espíritos


Após se deparar com a dor desesperadora da perda, Bruno Alves (Reinaldo Rodrigues) entra em profunda depressão e cogita a ideia de tirar a própria vida.

Mas, depois de receber o “O Livro dos Espíritos” – primeira obra sobre a Doutrina Espírita escrita por Allan Kardec – Bruno começa a sua jornada em busca da paz, da felicidade e da compreensão dos mistérios do mundo espiritual.

14. E a Vida Continua…



Baseado no livro escrito pelo espírito de André Luiz, e psicografado pelo famoso médium brasileiro Chico Xavier, E a Vida Continua… é uma obra que nos faz questionar: “as coincidências realmente existem?

Ernesto (Luiz Bacelli) e Evelina (Amanda Acosta) são dois desconhecidos que carregam os respectivos pesos de seus problemas nas costas. Ao se esbarrarem (coincidência?), acabam descobrindo um forte laço entre ambos ao compartilharem as suas dificuldades.

Ea Vida Continua… é uma reflexão sobre a ideia da reencarnação e da missão dos espíritos reencarnados. 

13. O Sexto Sentido

“Eu vejo gente morta…” 

Muita gente pode achar que O Sexto Sentido não passa de um (bom) filme de terror, mas chega a ir além de um horror psicológico e pode dar uma pequena lição sobre o que é a mediunidade e como este dom pode ajudar a salvar vidas… mesmo após a morte.
Dirigido e escrito por M. Night Shyamalan, um dos mais renomados cineastas do gênero de suspense, O Sexto Sentido conta a história de Cole Sear (Haley Joel Osment), um menino que vive assombrado com visões de pessoas mortas. Para ajudá-lo surge Malcolm Crowe (Bruce Willis), um psicólogo infantil que também enfrenta os seus “fantasmas”.

12. Além da Eternidade


Filme de Steven Spielberg que também aborda a existência racional do ser humano após a morte. 

Depois de morrer num acidente, Peter (Richard Dreyfuss) é enviado do Paraíso para o mundo dos vivos com a missão de transmitir tudo o que aprendeu durante a vida para Ted Baker (Brad Johnson), o seu sucessor no trabalho. Além disso, terá que ajudar a sua namorada, Dorinda, a superar a sua partida e seguir com a sua vida. 

11. As Cinco Pessoas Que Você Encontra no Céu


Baseado no romance de Mitch Albom, este é um filme dirigido por Lloyde Kramer que traz reflexões perfeitas para quem procura conhecer mais sobre a “vida após a morte” do ponto de vista do espiritismo. 
A história começa com a morte de Eddie, um veterano de guerra que passou toda a sua vida trabalhando num parque de diversões, e agora terá que descobrir qual o caminho a seguir ao atingir este novo “plano espiritual”. 


Ao encontrar com cinco pessoas que passaram por sua longa vida na Terra, Eddie terá que compreender se a sua missão foi ou não cumprida. Será que estamos cumprindo a nossa missão nesta vida? Caso você tenha interesse por estes assuntos, com certeza o filme te fará pensar bastante.

10. Bezerra de Menezes: O Diário do Espírito



Um filme biográfico de um dos principais expoentes da Doutrina Espírita no Brasil, Adolfo Bezerra de Menezes Cavalcanti, mais conhecido como Bezerra de Menezes ou “O Médico dos Pobres”. 


Com direção de Glauber Filho e Joel Pimentel, esta obra relata todo o percurso de vida do médico, político e abolicionista cearense Bezerra Menezes. O seu trabalho filantrópico é um exemplo para todos de como o mundo seria um lugar melhor se nos basearmos no amor e na compaixão ao próximo. 


Chamado por muitos de “Kardec Brasileiro”, Bezerra de Menezes é uma figura icônica quando o assunto é a defesa das causas humanitárias, ações estas que se encaixam perfeitamente com a doutrina espírita. 


Se você se interessa pela história do crescimento do Espiritismo no Brasil, então este filme não pode passar batido! 


9. Chico Xavier – O Filme


Dirigido por Daniel Filho, esta biografia do icônico médium brasileiro é baseada na obra “As Vidas de Chico Xavier”, escrita pela jornalista Marcel Souto Maior. 


Para quem tem vontade de conhecer mais sobre a história de mediunidade e filantropia de Xavier, este é um dos filmes mais aclamados pela crítica sobre o psicografista.



Com relatos que vão desde a sua infância, passando pela descoberta e aceitação de seu dom, até a sua morte, Chico Xavier é um filme obrigatório para todos aqueles que se inspiram nas mensagens de amor deixadas por aquele que foi considerado o “Maior Brasileiro de Todos os Tempos”.

8. Minha Vida na Outra

Baseado em fatos reais que foram narrados no livro autobiográfico de Jenny Cockell, Minha Vida na Outra Vida é considerado um retrato lógico e fiel do que seria a reencarnação do ponto de vista da doutrina espírita. 

O que você faria caso descobrisse quem foi e onde morou em vidas passadas? Esta é a missão de Jenny Cole (Jane Seymour), que começa a questionar sonhos estranhos sobre lugares e situações desconhecidas, mas que ao mesmo tempo são bastante familiares… 


7. A Cabana

Um filme para quem perdeu as esperanças, a fé e deseja alcançar uma redenção. Estes são os sentimentos do protagonista em A Cabana, filme dirigido por Stuart Hazeldine e com atuações de Sam Worthington, Octavia Spencer, Alice Braga e Tim McGraw. 

Inspirado no livro homônimo do escritor canadense William P. Young, A Cabana aborda a “existência do mal” e como podemos (e devemos) procurar o amor e o perdão para nos livrarmos do ódio e da dor. 


6. Ghost – Do Outro Lado da Vida


Um clássico da década de 90! Quem nunca cantarolou Unchained Melody na vida, né? 


Sam (Patrick Swayze) e Molly Jensen (Demi Moore) formam um casal feliz e apaixonado, até que Sam é morto num terrível assalto. Só que o rapaz não abandona sua amada, permanecendo preso no plano espiritual dos vivos, tentando ajudar Molly a se proteger do perigo que se aproxima. 

Para isso, Sam recorre a uma “médium” chamada Oda Mae Brown (Whoopi Goldberg), que passa a ser o meio de comunicação entre o casal. Sem dúvida, este é um dos filmes mais lindos e emocionantes sobre a existência da vida após a morte. 

Ghost foi indicado para cinco categorias do Óscar e ganhou o prêmio de Melhor Roteiro Original. Um dos melhores presentes que a “Sessão da Tarde” nos deu ao longo dos últimos 20 anos. 

5. Amor Além da Vida 




Você acredita no Paraíso? Bem, em Amor Além da Vida toda a ideia de como seria o Céu é desconstruída para o espectador, que reflete sobre o verdadeiro significado da vida após a morte. 

Depois de enfrentar uma tragédia na família, Chris Nielsen (Robin Williams) e sua esposa Annie (Annabella Sciorra) conseguem seguir com a vida. Mas, Chris acaba morrendo e vai para um Paraíso bastante diferente daquele que sempre imaginou existir. 

4. O Mistério da Libélula



Após ficar viúvo, Joe Darrow (Kevin Costner) começa a acreditar que o espírito de sua esposa está tentando se comunicar com ele. Para descobrir a verdade, Joe, que é médico, usa os pacientes que estão a beira da morte como “interlocutores” entre o mundo dos vivos e dos mortos.

Será que vai dar certo? Ah, e como se isso não bastasse, para reforçar a sua “teoria”, Joe passa a ser “perseguido” por muitas libélulas, inseto que era considerado o talismã de sua esposa. 


3. Nosso Lar

Esta é a versão cinematográfica de um dos clássicos da literatura espírita nacional. Baseado num dos livros psicografados por Chico Xavier, sob a influência de André Luiz, um dos espíritos que mais esteve sob a presença do médium.De onde viemos e para onde vamos… Este filme tenta responder estas perguntas que os humanos fazem desde os primórdios de sua existência. A Comunidade Espiritual de Nosso Lar pode ser a resposta, e André Luiz, o protagonista da história, mostra na prática como funciona a Lei da Causa e Efeito, que é uma das bases do Espiritismo.


2. A Casa dos Espíritos

Este filme foi inspirado a partir da obra icônica La Casa de los Espíritus, da escritora peruana Isabel Allende, um dos principais títulos do chamado “realismo mágico” latino americano. 

A Cada dos Espíritos narra a saga da família Trueba ao longo do século XX. Além de retratar um dos períodos mais sangrentos da história da América Latina, este filme também aborda a mediunidade e como ela funciona. A comunicação entre a vida e a morte, além de todas as consequências que este dom pode representar para a vida das pessoas.

Este é sem dúvida um belo filme, e Meryl Streep (que interpreta a médium) nunca esteve tão linda! 

1. Um Olhar do Paraíso

Um filmão inspirado no best-seller “Uma Vida Interrompida – Memórias de um Anjo Assassinado” de Alice Sebold que, entre outras questões, mostra os dilemas do espírito dividido entre o desejo de justiça e de ajudar a sua família a superar a perda de quem ama. 

A história se passa em 1973, quando a jovem Susie Salmon (Saoirse Ronan) é brutalmente assassinada por seu vizinho, George (Stanley Tucci). Agora, presa num local entre o céu e o inferno, a jovem assiste em como a vida de sua família e amigos muda drasticamente após a sua morte. 

O que você faria ao observar uma grande injustiça? Qual seria o comportamento da sua alma? Mesmo se você não for um grande entusiasta de filmes com temática espírita, Um Olhar do Paraíso é uma produção que não pode ficar de fora da sua lista! 

Lista originalmente publicada no site Pensador

Por Pensar Contemporâneo

Creucide Xavier
Verônica Carvalho 
 Chico Xavier um homem chamado amor Grupo espírita
TopBuzz.com

Rosbife Ao Molho Assado


Ingredientes 

1 rosbife de 1,2 kg 

1 dente de alho 

40 g de manteiga ou óleo de avelã 

1 copo pequeno de conhaque 

125 g de creme de leite
 
Sal e pimenta 


Modo de Preparo: 

Retire a carne da geladeira 2 horas antes de prepará-la 

Preaqueça o forno a 260°C 

Descasque o alho e corte em tiras finas 

Com uma faca afiada faça furos no rosbife em vários lugares e coloque as fatias de alho 

Pincele a manteiga ou óleo sobre a carne e salpique pimenta 

Coloque em um tabuleiro e leve ao forno quente (260°C) por cerca de 6 a 8 minutos 

Coloque o termostato para 220ºC e asse por 20-25 minutos para obter uma carne sangrenta no interior e 5 a 6 minutos a mais para obter uma carne no ponto 

Retire o rosbife da assadeira e reserve-o em uma travessa coberta com papel alumínio 

Junte o conhaque com o resto que ficou no tabuleiro e aqueça este molho em uma panela misturando o creme de leite 

Deixe engrossar 

Em seguida, coloque-o em uma molheira 

Remova a corda e a borda da carne e corte em fatias, coloque em uma travessa 

Sirva quente 

Informações Adicionais

Confira também: 

Obs.: O forno deve estar bem quente para que a carne conserve seus sucos. Pré-aqueça pelo menos 15 minutos antes de cozinhar. Salgue sua carne durante o cozimento 

TopBuzz.com

Saiba Dicas Para Melhorar A Qualidade De Vida Dos Pets Na Fase Da Velhice Do Animal



Cuidar de um animal não é tarefa fácil. A partir do momento que ele é adotado, o responsável pela adoção deve estar consciente que suas responsabilidades e deveres para com o pequeno filhote serão para vida inteira. É importante lembrar que ao adquirir um pet filhote deve-se pensar que esse pequeno irá envelhecer e semelhante aos humanos irá precisar de mais cuidados. Por isso, o ideal é que a orientação e assistência de um médico veterinário seja redobrada para que tanto a qualidade, como a longevidade de vida do seu “velhinho” seja garantida.


De acordo com o médico veterinário Filipe Rudhjá, diretor da clínica Diagnovet, animais idosos têm necessidades especiais, então pode ser necessário prestar um pouco mais de atenção neles do que em animais mais jovens. “À medida que animais envelhecem, seus órgãos ficam menos eficientes e eles ficam menos resistentes às infecções e outras doenças”, explica.

Filipe Rudhjá diz que é nesse período que cães idosos, por exemplo, estão mais propensos a apresentar problemas de saúde. Os machos, segundo ele, normalmente apresentam sinais de doenças na próstata, tumores no baço, fígado, problemas cardíacos a partir dos sete anos, e tanto os pequenos como os grandes apresentam problemas nas articulações, como artrites, artroses, displasias e luxações.

Já nas fêmeas os transtornos ligados ao trato reprodutivo, como piometra, mucometras, vaginites, tumores de mama (na sua grande maioria malignos) são doenças mais detectadas. “É preciso estar atento para qualquer sintoma que fuja ao equilíbrio fisiológico do pet e seja rapidamente diagnosticado por isso as visitas e exames de rotina são necessários”, alerta.

O veterinário também enumera problemas oftálmicos como catarata, olho seco, úlceras de córnea, deslocamento de retina, além de problemas de tártaro e seus transtornos: gengivite , periodontite , retração da gengiva, perda óssea e perda do dente, etc.

Filipe ressalta a importância da alimentação, que deve ser específica e balanceada para este momento da vida deles onde o valor nutricional e maior ou menor em determinadas vitaminas e proteínas. “Os animais idosos tendem a apresentar uma diminuição da massa muscular e muitas vezes tornam-se obesos, mostrando a necessidade de uma alimentação com uma quantidade adequada de proteínas de alta qualidade para minimizar as perdas das reservas de proteína do organismo", esclarece.

Amor aos seus “Velhinhos”

A funcionária pública e presidente da ONG Sem Raça Definida, Carla Manarte, lembra com emoção o dia em que conheceu o Mosquito, cão sem raça definida de aproximadamente 14 anos. “Há exatamente três anos o vi no meio da rua, no sol, quase morrendo, e não consegui fechar os olhos pra ele. Ele estava cego de um olho e teve que tirar, além disso teve erliquiose (doença do carrapato), TVT (tumor venéreo transmissível), anemia, problemas nos ossos, dentes inflamados entre outros problemas. Mas sabia que tinha um papel e uma missão com aquele animal”.

Carla conta que Mosquito era um cão traumatizado, tinha muito medo de corda, carro, barulho, e sempre que era tocado ficava desconfiado. “Ele pede carinho toda hora, e já tenho como um filho e os cuidados eu saberia que teria que ter e arcar com eles. É o que a grande maioria das pessoas nem sempre fazem e não se dão conta da atenção a um animal idoso”, ressalta.

Junta médica Pet

Membro da ONG ComPaixão Animal (CPA), a empresária e relações públicas, Saskya Canizosabe muito bem a importância de uma rotina de cuidados para uma melhoria na qualidade de vida de seus animais. Tutora do cão Harley Davidson, um poodle de 10 anos, além de outros cães e gatos de idades variadas, ele garante que o sentimento é fraternal. “Harley Davidson é meu filho. Abro mão de muita coisa pelo bem-estar dele. Adaptei meu quarto para melhorar sua acessibilidade”, enfatiza.

Os cuidados em relação ao animal são muitos e ela foi descobrindo ao longo dos anos. “Ele é cardíaco e toma remédio diariamente. Além disso, tem alergias e a alimentação é totalmente monitorada”, explica.

Ele lembra outro ponto importante é que para se determinar se um cão é idoso vai depender da raça e de cada cachorro “Raças maiores tendem a envelhecer mais rápido do que raças menores. Geralmente, "idoso" significa com mais de oito anos para um cão de porte médio e mais de cinco anos para um cão maior, mas essa variável é grande”, observa o veterinário.






Acritica

TopBuzz.com

Fórmula 85/95 Que Garante Aposentadoria Integral Dop INSS Vai Mudar:Vela Se Vale A Pena Pedir Logo O Beneficio




Segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que quiserem se aposentar com benefício integral pela Fórmula 85/95 deverão fazer o requerimento ao órgão até 31 de dezembro. A partir de janeiro, a regra instituída em 2015 — que garante a integralidade de vencimentos quando a soma da idade e do tempo de contribuição dá 85 (para mulheres) ou 95 (homens) — vai mudar: a fórmula passará a exigir a pontuação mínima de 86/96.

Segundo especialistas, os trabalhadores precisam ficar atentos e conferir, em seu Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) — disponível no portal Meu INSS (meu.inss.gov.br) —, se os critérios para requerer a aposentadoria por tempo de contribuição já foram atingidos.

— Se tudo estiver correto, o pedido de aposentadoria deve ser feito até 31 de dezembro, antes que a regra mude. A partir de 2019, se o segurado não fizer o pedido agora, precisará cumprir a Fórmula 86/96, que é progressiva (a pontuação exigida vai subir até 2026) — disse Luiz Felipe Pereira Veríssimo, do Instituto de Estudos Previdenciários (Ieprev).

Quando foi aprovada, há três anos, a lei previdenciária estabeleceu a progressividade da Fórmula 85/95 de 2019 em diante. Ou seja, a partir do ano que vem, a cada dois anos será exigido um ponto a mais para a concessão da aposentadoria integral. Isso até chegar ao somatório 90/100, em 31 de dezembro de 2026.

Veríssimo destaca ainda que segurados que tenham trabalhado em condição insalubre ou tenham recolhido como autônomos por algum período devem prestar atenção, pois, nesses casos, é comum haver erros no cadastro do INSS a respeito do período trabalhado e das contribuições. Caso haja inconsistências, o interessado deverá ter em mãos documentos que comprovam o tempo de atividade e os recolhimentos feitos.

Se a pessoa não chega à pontuação 85/95 este ano, ainda assim poderá requerer a aposentadoria, se comprovar 30 anos de contribuição (mulher) ou 35 (homem). Mas, neste caso, o cálculo da renda inicial sofrerá a incidência do fator previdenciário, que poderá reduzir o benefício em até 40%.

Espera não é favorável

A progressividade da Fórmula 85/95, a partir de 2019, vai criar um fenômeno curioso. Quando as pessoas estiverem quase atingindo a pontuação exigida para a aposentadoria integral, o ano vai virar. Com isso, esses segurados precisarão somar mais 1 ponto — ou seja, precisarão ter mais contribuição e mais idade. Na prática, muitos trabalhadores ficarão perseguindo a condição para requerer o benefício, mas estarão sempre devendo recolhimentos. Dependendo da situação, eles vão correr atrás do somatório ideal até 2026, quando a fórmula vai se estabilizar em 90/100.

Nestes casos, pode ser mais vantajoso ignorar a Fórmula 85/95 progressiva e pedir logo a aposentadoria levando em conta apenas o tempo de contribuição (30 anos, mulher; e 35, homem). Mesmo com a queda na renda por causa do fator previdenciário, o segurado começará a receber logo o benefício.

De acordo com simulações feitas pelo advogado Luiz Felipe Veríssimo, um homem de 57 anos de idade e 37 de contribuição (que já soma de 94 pontos) — e que se aposentaria no mês que vem — precisará trabalhar por mais um ano, se quiser perseguir o benefício integral (já que a fórmula vai subir para 96, em 2019). Ou seja, ao perseguir a soma ideal, ele deixará de receber R$ 30.600 (considerando uma renda média na ativa de R$ 3 mil).

Uma mulher com 54 anos de idade e 30 de contribuição (que também tem um salário de R$ 3 mil na ativa) deixaria de receber do INSS, em um ano, R$ 25.400, caso retardasse a aposentadoria para ter o benefício integral. Portanto, seria mais interessante se aposentar logo, mesmo ganhando menos com o fator previdenciário, em vez de perseguir a fórmula.


Regra até pode mudar

Se a Fórmula 85/95 progressiva vier a ser extinta com uma possível reforma da Previdência — conforme previa a proposta elaborada pela equipe de Michel Temer e que chegou a ser enviada ao Congresso Nacional, mas não foi votada —, os contribuintes ficarão sujeitos apenas ao chamado fator previdenciário. Este reduz o valor do benefício para quem se aposenta ainda jovem, geralmente antes dos 60 anos. Depois dessa idade, o fator passa a ser benéfico, porque a ideia é estimular a pessoa a trabalhar mais, retardando a aposentadoria. A questão é que muitos brasileiros penduram as chuteiras ainda na faixa dos 55 anos. Por isso, saem prejudicados.

O problema é que a Fórmula 85/95 também desagrada ao presidente eleito, Jair Bolsonaro. Segundo ele, o fim dessa regra daria lugar a uma outra forma de cálculo dos benefícios. Para receber a aposentadoria integral, o segurado do INSS teria que contribuir por 40 anos. Porém, para especialistas, isso também não traria ganhos fiscais.

— Não faz sentido propor na reforma que o segurado trabalhe por 40 anos para ter acesso à aposentadoria integral. De um lado, isso não traz economia para a Previdência Social, porque o benefício continuará a ser pago de forma integral após esse período. Por outro lado, com quatro décadas de trabalho e contribuição, o fator previdenciário também ficará favorável ao trabalhador (já que ele terá mais de 60 anos), e também aumentará o benefício — resumiu Veríssimo.

viacomercial
18 de novembro de 2018 11:32
TopBuzz.com



12 Ó Desnecessários Para Viver (Ou Ao Menos Parcialmente)


Se nos perguntassem quais órgãos do nosso corpo são indispensáveis para podermos permanecer vivos, a maioria diria que quase todos eles. Sabemos que, se o apêndice estiver inflamado, ele pode ser eliminado por meio de uma intervenção sem que nosso corpo perceba sua ausência. Também sabemos que, se um dos nossos rins ficar doente, poderíamos viver graças ao outro. Mas, você sabia que existem até 12 órgãos do seu corpo sem os quais é possível viver? Se isso despertou a curiosidade... Não pare de ler!


No Incrível.club revelamos quais são os órgãos do corpo humano dos quais poderíamos prescindir e ainda assim permanecermos vivos.

1. Baço




Este órgão está localizado abaixo das costelas esquerdas, na parte superior do abdômen. Geralmente, a maioria dos casos de remoção do baço ocorre devido a lesão. Se você sofrer um trauma grave, as costelas danificam o baço, quebrando o seu revestimento, o que causa hemorragia interna severa. As funções do baço são principalmente aquelas relacionadas ao sistema imunológico e às defesas. Estas também são realizadas pelo fígado e alguns tecidos linfáticos, assim você poderia viver sem este órgão.

2. Vesícula


Este pequeno órgão sob o fígado é responsável por transportar a bílis para o intestino. Isso ocorre quando o sistema digestivo precisa de ajuda para quebrar as gorduras na digestão. A vesícula biliar geralmente é removida se contiver cálculos biliares ou pólipos que podem se tornar carcinomas. Após a operação, o papel da vesícula biliar começa a ser realizado pelo ducto biliar comum, que é o conduto entre o intestino e o fígado. Portanto, poderíamos viver totalmente sem vesícula.

3. Rins


É verdade que não poderíamos viver sem os dois de forma autônoma (só através da diálise), mas como esses órgãos não funcionam como um casal, mas de forma independente, sim, você pode viver se retirar um deles. Ao viver com apenas um rim, este aumentaria de tamanho para poder realizar seu trabalho de forma eficiente. Neste caso, devemos ter um cuidado especial com o remanescente, mantendo-o hidratado e seguindo uma dieta pobre em proteína e sal. Se tomarmos conta disso, ele continuará a executar as tarefas de eliminar as toxinas corretamente

4. Estômago


Se nosso estômago adoecer, poderíamos passar por uma cirurgia para retirá-lo completamente e continuar vivendo. Ao removê-lo, o esôfago é costurado ao intestino delgado. Isso influenciaria o processo digestivo, já que não há órgão que armazene a comida, portanto, você deve ingerir poucas quantidades por dia e seguir uma dieta adaptada. Suplementos alimentares de ferro e vitamina B12 também devem ser tomados, uma vez que a absorção destes anteriormente era feita graças aos ácidos estomacais.

5. Bexiga


Existe apenas uma maneira de viver sem bexiga, que é fazendo uma urostomia. Com esta operação, os ductos urinários seriam canalizados para que o corpo pudesse descartar a urina, através de uma abertura feita no abdômen. Se no seu caso você sofreu um trauma, a bexiga tem a capacidade de se regenerar. Você também pode perder parte deste órgão devido a uma doença ou cirurgia. Neste caso, existem procedimentos médicos para ajudar a regeneração da bexiga.

6. Amígdalas



Amígdalas, de acordo com as opiniões de alguns médicos, têm grande importância na contribuição das defesas e no equilíbrio do sistema imunológico. Para outros, as amígdalas na idade adulta não desempenham nenhuma função e defendem que é possível viver sem elas. O que todos concordam é que, se provocam episódios seguidos de doenças que afetam a qualidade de vida do paciente, então devem ser extraídas por meio de uma tonsilectomia. Aproximadamente vinte dias após a operação, o paciente pode ter uma vida normal sem repercussões negativas.

7. Pulmões


É impossível viver sem que o oxigênio chegue ao nosso corpo, e isso é conseguido através dos pulmões. No entanto, você pode viver com apenas um pulmão. Ele crescerá em tamanho e funcionará pelos dois, desde que você seja saudável. No caso de extirpação de um desses órgãos, a qualidade de vida pode diminuir um pouco, principalmente no início, até que o corpo se acostume com a perda. Também é aconselhável tomar cuidados especiais com doenças que afetam o trato respiratório, já que elas podem ser mais graves em pessoas com apenas um pulmão.

8. Cólon



Nosso corpo poderia ter uma vida praticamente normal se tivesse que viver sem o cólon, ou sem uma parte dele. Esse órgão de 1,5 metro de comprimento é responsável por absorver a água do processo digestivo para compactar as fezes. Se houver uma doença grave, o cólon pode ser parcialmente ou completamente removido, se necessário. Após a operação, o paciente deve seguir uma dieta leve até que seu sistema digestivo seja restaurado e esteja acostumado a essa nova situação. Sua retirada não terá repercussões na vida do paciente, embora possa alterar um pouco seus hábitos digestivos.

9. Apêndice



O apêndice é um pequeno órgão cego (sem saída), localizado na junção entre os intestinos grosso e delgado. Se o apêndice ficar inflamado por uma infecção, é necessário retirá-lo o mais rápido possível, a fim de evitar complicações maiores, como a peritonite. Existem duas teorias sobre a presença deste órgão: uma, proposta por Charles Darwin, que se refere à evolução das espécies, afirmando que o apêndice serviu aos herbívoros para realizar a digestão. Descendente dos primatas, nosso corpo ainda tem aquele vestígio que não serve mais aos seres humanos. A outra, formulada por cientistas, defende que o apêndice tem várias funções em nosso organismo, como endócrinas, exócrinas, linfáticas e imunológicas. De qualquer forma, poderíamos viver sem ele.

10. Órgãos reprodutores



No caso dos principais órgãos reprodutores (os testículos no homem e os ovários nas mulheres), mesmo que um deles seja removido, o outro continuaria a funcionar de forma independente e executaria as tarefas para ambos. Nesse caso, você poderia até ter filhos, já que esses órgãos continuariam a criar óvulos e espermatozoides sem nenhum problema. Há também a histerectomia (remoção do útero), que não influencia de forma alguma a qualidade de vida da mulher. O único problema é que ela não poderia engravidar, o que também aconteceria com a retirada de ambos os ovários. Da mesma forma com o homem, se retirasse ambos os testículos.

11. Glândula tireoide



A glândula tireoide é um pequeno órgão em forma de borboleta, localizado no pescoço. É responsável por regular processos metabólicos através da secreção de hormônios. Se por alguma doença esta glândula for removida, o paciente não notará qualquer alteração na sua qualidade de vida. Atualmente, existem tratamentos que substituem as funções do órgão sem nenhum problema.

12. Pâncreas


Embora o pâncreas seja um órgão de grande importância para o bom funcionamento do nosso corpo, podemos viver sem ele. Ele é responsável por absorver os nutrientes que vêm do processo de digestão, e também tem a função de manter os níveis de glicose no sangue. Se for necessário removê-lo (parte ou todo) por doença, as enzimas pancreáticas e a insulina realizarão as funções previamente manipuladas por esse órgão, oferecendo qualidade de vida ao paciente.


incrivel
TopBuzz.com