segunda-feira, 22 de maio de 2017

Mensagem Do Papa Francisco



Papa Francisco

Esta vida vai passar rápido, não brigue com as pessoas, não critique tanto seu corpo. Não reclame tanto. 

Não perca o sono pelas contas.

Não deixe de beijar seus amores. 

Não se preocupe tanto em deixar a casa impecável.

Bens e patrimônios devem ser conquistados por cada um, não se dedique a acumular herança.

Deixe os cachorros mais por perto

Não fique guardando as taças.

Use os talheres novos, não economize seu perfume predileto, use-o para passear com você mesmo, gaste seu tênis predileto, repita suas roupas prediletas.

E daí? 

Se não é errado, por que não ser agora?

Por que não dar uma fugida?

Por que não orar agora ao invés de esperar para orar antes de dormir?

Por que não ligar agora?

Por que não perdoar agora?

Espera-se muito o natal, a sexta-feira, o outro ano, quando tiver dinheiro, quando o amor chegar, quando tudo for perfeito…

Olha, não existe o tudo perfeito. O ser humano não consegue atingir isso porque simplesmente não foi feito para se completar aqui. Aqui é uma oportunidade de aprendizado.

Então, aproveite este ensaio de vida e faça o agora ...
ame mais, 
perdoe mais, 
abrace mais,
viva mais intensamente
e deixe o resto nas mão de Deus.

Papa Francisco

Revista Missões

Jesus Cristo e Judas

Jesus Cristo e Judas

De acordo com psicografias de Chico Xavier, Judas acreditava que o Mestre não seria morto e que se houvesse tentativa, ele escaparia porque era o Cristo. Ocorre que Jesus seria morto com ou sem a traição de Judas, pois estava previsto. Portanto, Judas nunca foi o principal culpado da morte de Jesus que sabia que seria traído pelo discípulo, o Cristo sabia que iria morrer. Após o ocorrido, arrependido do ato equivocado, Judas suicidou-se, no entanto, Jesus, após a sua morte e tocado de compaixão, foi ao encontro do espírito enlouquecido de Judas, permanecendo três dias ao seu lado até que ele adormecesse, um ato de amor.

Joana D'arc
Séculos depois, Judas reencarnou como Joana D'arc, morta queimada em uma cruz na fogueira devido a suas visões mediúnicas e em Espírito auxiliou na elaboração do O Livro dos Médiuns, de Allan Kardec.


Chico Xavier

Fotos: Biografia - Instituto Chico Xavier - Só História

Mensagem de Iaci


Boa tarde, Ilce. Vim desejá-la meus parabéns e tudo de bom. Felicidade e muita paz. Abraços, Iaci.7 de março



Mensagem de Milena

"Parabéns Ilcinha pelo nosso dia,um pouco atrasado mais só agora tive tempo.Bjs Saudadessss!!!!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Aracy Balabanian

Francisco Cuoco e Aracy BalabanianAracy Balabanian como Geppina na novela Sol Nascente

A atriz enfrentou a resistência da família para seguir sua vocação
Aracy Balabanian está no ar atualmente como a 'nonna' Geppina, na novela Sol Nascente e pela primeira vez, faz par romântico com Francisco Cuoco. "Esse era um sonho das minhas irmãs, que eu trabalhasse com ele", conta. Mas Aracy passou por muitas dificuldades para seguir seu dom. Filha de imigrantes armênios, ela nasceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Ainda criança, se mudou para São Paulo e foi nessa época que a paixão pelo teatro despertou . Uma das irmãs mais velha a levou para assistir um espetáculo da companhia de Maria Della Costa. Foi o que bastou para a então menina saber o caminho que desejava trilhar. "Chorei muito. Estava emocionada porque era aquilo que eu queria. É muito difícil para uma criança de 12 anos, ainda mais naquela época, querer ser atriz e perceber que iria ter muitas dificuldades", relembra.Aos 14 anos, ela assistiu uma palestra do dramaturgo Augusto Boal e foi convidada por ele para fazer um teste. Já demonstrando talento, foi aprovada e fez a primeira peça, e sua boa atuação até lhe rendeu um elogio do crítico Sábato Magaldi. "Ele escreveu uma crítica que terminava dizendo:"Aracy Balabanian: guardem esse nome", lembra a atriz, orgulhosa.

1964 - Marcados pelo Amor

Francisco Cuoco e Aracy Balabanian
Aracy Balabanian como Lúcia em Marcados pelo amor.
Aracy estreou na TV em 1964, em Marcador pelo Amor, da Record, interpretando Lúcia em “Marcados pelo Amor, contracenando também com Francisco Cuoco.

1968 -Antônio Maria 

Sérgio Cardoso e Aracy Balabanian
Aracy Balabanian como Heloisa na novela Antônio Maria
Ela fez uma moça rica que se apaixona pelo motorista da família, o português Antônio Maria (Sérgio Cardoso). A novela foi um sucesso estrondoso e Aracy Balabanian ficou conhecida em todo o território nacional...
Ela passou no vestibular para Ciências Sociais e também na Escola de Artes Dramática. Logo abandonou os estudos e seguiu mesmo seu sonho de ser atriz, só que encontrou muitas barreiras e preconceitos, principalmente dentro de casa, já que seu pai não aceitava sua escolha."Comecei em uma época em que não era bonito uma mulher fazer televisão e teatro. Naqueles tempos, uma moça era educada para ser dona de casa", conta Aracy. O pai da atriz só aceitou sua profissão em 1968, quando a filha contracenou com o grande Sérgio Cardoso na novela Antônio Maria, da TV Tupi.

1972 - Primeiro Amor

Aracy Balabanian como Giovana na novela Primeiro Amor
Em 1972, fez a primeira aparição na Globo, em Primeiro Amor, e viveu uma grande tristeza neste trabalho, já que Sérgio Cardoso morreu de um ataque cardíaco durante as gravações. "Foi uma comoção. Mas a novela teve que continuar", explica. 

1972 - Vila Sésamo
Manoel Inocêncio, Armando Bógus, Sonia Braga, Aracy Balabanian e Flávio Galvão em Vila Sésamo
Aracy Balabanian como Gabriela no infantil Vila Sésamo
O que a projetou para o Brasil foi o infantil Vila Sésamo. Na atração, ela era Gabriela e contracenava com o boneco Garibaldo. "Vinte anos depois, moças e rapazes me chamavam de 'minha Xuxa'. É gratificante saber que as crianças aprenderam a falar cantando a musiquinha de Vila Sésamo', disse Aracy ao GShow. 

Lutou pela profissão

Humor em cena

1980 - Coração Alado

Aracy Balabanian em a bem humorada Maria Faz-Favor, em Coração Alado
Em 1980 , a atriz pôde demonstrar que também tinha talento para papéis com um viés mais cômico. Em Coração Alado, ela foi a cobradora de ônibus Maria Faz-Favor. "Esse trabalho começou a me afastar um pouco daquela figura da mocinha romântica, recatada, certinha, boazinha. Essa personagem era muito louca",diverte-se. Nesta década de 80, Aracy não parou e emendou um trabalho atrás do outro. 

1982 - Elas por Elas

Aracy Balabanian como Helena na novela Elas por Elas
Em Elas por Elas foi a mimada Helena, mulher rica, que vive com a família numa enorme mansão no Morumbi.

1983  Guerra dos Sexos

Aracy Balabanian como Greta na novela Guerra do Sexos
Na trama de Guerra do Sexos ela viveu Greta, em uma participação especial.

1985 - TiTiTi

A atriz esteve ainda na primeira versão de TiTiTi, em 1985, como a amarga Marta.
Marta fez um personagem que lutou com dificuldade após ter sido despedida do ateliê de Jacques Léclair (Reginaldo Faria).

Marco na dramaturgia

1990 - Rainha da Sucata

Jandir Ferrari,Aracy Balabanian,Marcello Novaes e Gerson Brenner
Aracy Balabanian como Dona Armênia na novela Rainha da Sucata
Em 1990, a sul-mato-grossense ganhou um presente de Sílvio de Abreu:a impagável Dona Armênia, de Rainha da Sucata. Essa foi uma das personagens de maior destaque de sua carreira . Era uma mãe super-protetora e que tinha o bordões 'na chon' e 'filhinhas da mamãe', com o sotaque armênio.

1995 - A Próxima Vítima

Aracy Balabanian como Filomena na novela A Próxima Vítima
Outro trabalho marcante foi a autoritária e durona Filomena Ferreto, de A Próxima Vítima, também de Sílvio de Abreu. Por essa personagem, Aracy ganhou vários prêmios. "Eu me identifiquei demais com a Filomena. Ela era uma bobona com a sobrinha. Eu não tive filhos, mas também criei uma sobrinha", conta a artista.

Dondoca falida

1996 - Sai de Baixo

Miguel Falabella,Aracy Balabanian ,Luiz Gustavo, e Marisa Orth
Aracy Balabanian como Cassandra no humorístico Sai de Baixo
No final da década de 90, uma atração da Globo marcou época e era o programa favorito da família nas noites de domingo. O humorístico Sai de Baixo tinha uma mistura de teatro e televisão, e lá estava Aracy Balabanian como a socialite falida Cassandra. Ao lado de nomes como Miguel Falabella, Marisa Orth e Luiz Gustavo, ela não conseguia conter o riso durante a apresentação, dando uma graça ainda mair ao programa. 
A artista esteve ainda no elenco das novelas Da Cor do Pecado, Passione, Cheias de Charme e no remake de Saramandaia.

2004 - Da Cor do Pecado

Lima Duarte e Aracy Balabanian
Aracy Balabanian como Germana na novela Da Cor do Pecado
Governanta dos Lambertini. Foi quem criou Paco (Reynaldo Gianecchini) depois que a mulher de Afonso (Lima Duarte) morreu. Guardou o grande segredo sobre a verdadeira origem de Paco, pois sabia que ele é filho de Afonso e Edilásia (Rosi Campos) e que tem um irmão gêmeo, Apolo (também interpretado por Reynaldo Gianecchini). 

2010 - Passione

Aracy Balabanian como Gemma Mattoli na novela Passione
Irmã de criação de Totó (Tony Ramos) Gemma, assim como Totó, é brasileira de nascimento e italiana de coração. Sincera, amiga e cheia de amor, é uma mulher forte e suave. Chega a ser cômica em sua dramaticidade mediterrânea e, às vezes, até exagerada.

2012 - Cheias de Charme

Jonatas Faro e Aracy Balabanian
Aracy Balabanian como Máslova Tilman na novela Cheias de Charme.
Aracy vive uma avó que faz de tudo para ajudar o neto Conrado Werneck (Jonatas Faro) a fisgar uma namorada rica. 

2013 - Saramandaia

Aracy Balabanian como Dona Pupu na novela Saramandaia
Em 2013, fez no remake de Saramandaia Dona Pupu, uma idosa mãe de um lobisomem interpretada no original por Elza Gomes. 

2016 - Sol Nascente

Aracy Balabanian como Geppina na novela Sol Nascente
Ela é a patriarca da família De Angeli. No papel de uma 'nona do barulho', no novo trabalho em Sol Nascente.

Giovanna Lancellotti (Milena), Bruno Gagliasso (Mário), Marcelo Movaes (Vitorio), João Côrtes (Peppino) Francisco Cuoco (Gaetano) e Aracy Balabanian ( Geppinia).Aracy em cena como Geppina e sua grande família, em Sol Nascente.

Uma verdadeira história de sucesso! 

Aracy Balabanian

"Eu comecei numa época em que não era bonito fazer televisão".

Ficha técnica

Nome: Aracy Balabanian
Data de nascimento: 22/02/1940
Local de nascimento: Campo Grande/MT
Idade: 76 anos
Signo: Peixes
Último trabalho: Atualmente, a veterana está em Sol Nascente, na pele da italiana Geppina
Status de relacionamento: Por opção, a atriz nunca foi casada e não quis ter filhos
Curiosidades: Aracy despontou na televisão como a Gabriela, de Vila Sésamo, mas, até hoje, um de seus personagens mais marcantes foi a Cassandra, de Sai de Baixo. A atriz também ficou famosa por ter dado vida à Dona Armênia, em Rainha da Sucata, de 1990, fazendo uma mãe super-protetora. Em mais de 50 anos de carreira, a estrela esteve em quatro filmes, 12 peças de teatro e mais de 30 novelas!

Na telinha

1964 - Marcados pelo Amor
Lúcia
1968 -Antônio Maria 
Heloisa
1972 - Primeiro Amor
Giovana
1972 - Vila Sésamo
Gabriela
1980 - Coração Alado
Maria Faz-Favor
1982 - Elas por Elas
Helena
1983  Guerra dos Sexos
Greta
1985 - TiTiTi
Marta
1990 - Rainha da Sucata
Dona Armênia
1995 - A Próxima Vítima
Filomena Ferreto
1996 - Sai de Baixo
Cassandra
2004 - Da Cor do Pecado
Germana
2010 - Passione
Gemma Mattoli
2012 - Cheias de Charme
Máslova Tilman
2013 - Saramandaia
Dona Pupu
2016 - Sol Nascente
Geppina

Publicado na revista TV Brasil n/n 862/865

Núcia Ferreira

Foto: Globo/Divulgação

Texto: Flavia Serra

Publicado na revista TV Brasil n/n 874
Trajetória
Fotos: Revista Quem-Extra Online-Memória Globo-Nelson di Rago/Globo-Viva-Astros em Revista - blogger-UOL TV e Famosos-Gshow - Globo.com-TV Globo-Wilipedia-João Miguel Júnior/TV Globo-ClickGrátis-Globo;Divulgação/Reprodução

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Jô Soares - A Despedida Do Ícone

Jô Soares 
O comunicador encerra o último ano à frente de seu programa.

Desde o final de fevereiro , uma previsão era dada como certa : esta seria a última temporada do Programa do Jô na Vênus Platinada. Assim, mais rápido que nunca o ano se passou e, semana passada, o querido 'Gordo' apareceu pela derradeira vez em seu icônico sofá global. "Para mim, o mais importante foi a descoberta de alguns artistas e conversar com alguns dos grandes agentes anônimos do povo brasileiro, aqueles personagens simples com quem você ri, se identifica e se emociona", avaliou Jô sobre sua passagem na TV.

Últimas entrevistas

Fausto Silva e Jô Soares 
Muito mais solto do que nos anos anteriores, o apresentador conduziu, ao longo de 2016, grandes entrevistas. Com o inédito Faustão, por exemplo, o comunicador alcançou uma de suas maiores audiências da temporada. '10 pontos!. "As pessoas já me aguentam por quatro horas todo domingo, ninguém iria aguentar me ver outros dias na televisão. Mas essa é a chance que tenho de prestar uma homenagem ao Jô, por quem tenho carinho, muita admiração e respeito, além da amizade", abriu-se Fausto Silva.
Bruno e Marrone, Citãozinho e  Xororó
Já quando convidou Bruno e Marrone, o entrevistador ganhou uma bela declaração: "Eu te amo demais, Jô.Do fundo do meu coração", declarou Marrone, emocionado.

Momento marcante

Roberto Carlos e Jô Soares
O Rei levou o apresentador às lágrimas!
Mas não teve para ninguém! o momento mais emocionante desse ano foi quando Jô conversou com Roberto Carlos. Com a atração totalmente dedicado ao Rei, o momento mais forte foi quando Roberto Carlos cantou a música Amigo abraçado ao parceiro, que chorou em seus braços." O Jô não é só meu irmão. Ele tem uma coisa muito linda, uma aura maravilhosa", contou Roberto Carlos. Ao final da atração, Jô Soares agradeceu ao amigo pela participação e se surpreendeu: "Eu é que liguei dizendo que gostaria de participar", revelou Roberto.

Fernanda Montenegro e Jô Soares
Fernanda Montenegro também participou da última temporada!
São amigos há 58 anos e se despedem carinhosamente no último bloco do programa.

Ziraldo e Jô Soares
Ziraldo fechou o ano com chave de ouro!O cartunista foi a pessoa que mais concedeu entrevista a ele.

Jô Soares
"Eu só posso te dizer que eu não vou parar" antecipou o cineasta, escritor, apresentador, humorista, ator, diretor e dramaturgo, no auge de seus 78 anos. 

Texto: Luana Rodriguez

Publicado na revista TV Brasil n/n 874
Vai deixar saudades
Fotos: Globo/Divulgação - Gshow - Globo -gshow.globo.com-wwwdiariodepernambuco.com.br-Jornal da Brasilia - Entretenimento - R7.com

terça-feira, 16 de maio de 2017

Duas Caras

Uma trama de vingança e amor -Vilão muda de rosto e de identidade mas percebe que o crime não compensa.

André Luiz Frambach e Everaldo Pontes
Juvenal e  seu pai biológico
A novela começou mostrando a infância difícil de Juvenal,menino pobre, que vivia com a família em Pernambuco e que foi vendido pelo pai para o forasteiro Hermógenes (Tarcísio Meira).
Tarcísio Meira no papel de Hermógenes
Com um novo 'pai', Juvenal ganhou outro nome e passou a se chamar Adalberto(Dalton Vigh), além de ter aprendido todos os tipos de golpes e trapaças.

Carolina Holanda como a prostituta Bárbara Carreira
Cansado de ser explorado, roubou Hermógenes e fugiu, mantendo contato apenas com a prostituta Bárbara, sua amiga fiel por toda a vida. 

Golpe de mestre


Dalton Vigh e Marjorie Estiano
A vida de Adalberto deu uma virada no dia em que ele presenciou um acidente de carro na estrada. O desastre terminou com a morte de Waldemar (Fúlvio Stefanini) e Gabriela (Bia Seid). O malandro vasculhou o carro capotado e encontrou dólares, documentos e uma foto de Maria Paula (Marjorie Estiano). Na hora, ele bolou o que seria o maior golpe de sua vida e seguiu com os policiais para a cidade de Passaredo para dar a notícia da morte dos pais da jovem. Adalberto inventou para a garota que, antes de morrerem, os pais pediram que ele cuidasse dela. Frágil, a moça acreditou na conversa e se apaixonou pelo trambiqueiro.A milionária e o golpista logo se casaram e, claro, em comunhão de bens. Pouco depois, o bandido abandonou a mulher, roubou todos os seus bens. e sumiu no mundo. Maria Paula estava grávida e ficou na rua da amargura, jurando vingança.

Nova identidade

Dalton Vigh
Adalberto fez plásticas e se tornou Marconi Ferraço
Disposto a mudar de vida completamente e se tornar um respeitado empresário da construção civil, Adalberto assumiu uma construtora que estava à beira da falência e passou a bancar um empreendimento milionário, já em andamento. Tudo com a grana que roubou da mulher. Mas ele ainda queria apagar seu passado e, para isso, mudou de rosto e de identidade, passou por cirurgias plásticas fora do Brasil e assumiu o nome de Marconi Ferraço.

Líder comunitário

Antonio Fagundes
Juvenal Antena era o poderoso chefão da favela Portelinha.
O empreendimento envolvia conflitos com os trabalhadores que vieram do nordeste para trabalhar , mas não estavam recebendo seus salários. Um dia, o chefe de segurança da obra, Juvenal Antena (Antonio Fagundes), resolveu se unir aos outros empregados  revoltados com a situação. O grupo invadiu um terreno do lado da obra de Ferraço e, após, 10 anos e muitas brigas, estava formada a comunidade. Por telinha, tendo Juvenal como seu comandante. A favela contava com comércio local, igreja rádio e uma boate. Era quase uma cidade, liderada com mão de ferro por Juvenal, que não permitia violência e nem drogas. Ferraço nunca engoliu a comunidade criada ao lado de seu empreendimento de luxo e vivia em pé de guerra com o líder comunitário.

A trasnformação

Marjorie Estiano e Gabriel Sequeira
Maria Paula (Marjorie Estiano) havia se mudado para São Paulo com o filho, Renato (Gabriel Sequeira), já com 10 anos. A moça batalhou para criar o garoto e nunca perdeu a esperança de reencontrar Adalberto (Dalton Vigh) e se vingar de tudo que ele lhe fez.


Alinne Moraes
A mimada Silvia não queria abrir mão do noivo, Marconi Ferraço
Um dia, vendo uma reportagem na televisão, ela o reconheceu por meio de apenas um gesto, quando ele enxugou uma lágrima no rosto de Silvia (Alinne Moraes), sua noiva. Com sede de vingança, Maria Paula foi atrás do golpista no Rio de Janeiro e, justamente no dia do lançamento do empreendimento de Ferraço, ela invadiu o evento e fez um escândalo falando sobre o golpe que levou do malandro. O vigarista então descobriu que tinha um filho e decidiu se aproximar dele. O garoto ficou feliz em conhecer o pai e os dois iniciaram uma boa relação, levando o mau caráter a se regenerar. Mudado, o empresário fez de tudo também para reconquistar a ex-mulher e ter uma família, mas Maria Paula foi bastante dura e impôs condições para se casar novamente com ele.

Quebrando preconceitos

Débora Falabella e Lázaro Ramos
Cris Viana e Duda Azevedo 
Sheron Menezes e Caco Ciocler
Duas Caras abordou o tema do preconceito racial e mostrou vários casais que conseguiram vencer o ódio das pessoas. Júlia (Débora Falabella) se apaixonou por Evilázio (Lázaro Ramos), mas a família da moça não aceitava o romance. Ela se mudou para a Portelinha para ficar ao lado do amado e teve um filho com ele. A criança amoleceu o coração dos avós preconceituosos. Outro casal inter-racial da novela era formado por Barretinho (Duda Azevedo), irmão de Júlia, e Sabrina (Cris Viana). E teve mais ! Solange (Sheron Menezes), filha de Juvenal, acabou se casando com o advogado Cláudio (Caco Ciocler).

O amor transforma - Ferraço se redime de seus golpes e Maria Paula completa sua vingança

Gabriel Sequeira,Dalton Vigh e Laura Cardoso
Ferraço (Dalton Vigh) passa, ao longo da novela, não só por uma transformação física, mas também de caráter. O amor inocente e verdadeiro de seu filho Renato (Gabriel Sequeira) modifica completamente o vilão. Durante seu processo de regeneração, o empresário embarca para uma viagem a Pernambuco, acompanhado pelo herdeiro. Ferraço quer, na verdade, buscar suas origens. Lá reencontra a mãe Alice (Laura Cardoso) e faz as pazes com seu passado sofrido.

Desajustada 

Alinne Moraes e Júlio Rocha
Quem não gosta nada da aproximação de Ferraço com o filho e com Maria Paula (Marjorie Estiano) é a perturbada Sílvia (Alinne Moraes). Percebendo que vai mesmo perder seu noivo, a 'patricinha' começa a demonstrar um desajuste emocional e até tenta matar o filho de seu amado. Como não consegue, a moça fica cada vez mais enlouquecida pelo amor possessivo que sente pelo empresário.Já no final da trama, Sílvia, transtornada, atira no ex-noivo ao tentar matar a rival Maria Paula. Ele vê toda a cena e se joga na frente da mulher para evitar sua morte. Nervosa, a dondoca foge do local e sequestra Renato, mas é perseguida pela polícia. Sem saída, ele abandona o menino e o caro e acaba sendo atropelada. Sem saber o que fazer para conter a megera, a família resolve interná-la em uma clínica para doentes mentais. Mesmo assim, a moça acaba a história bem e aparece em Paris, casada com um dos médicos da clínica e como amante de João Batista (Júlio Rocha). 

Sozinho, mas feliz

Flávia Alessandra e Antonio Fagundes
Juvenal(Antonio Fagundes) e Alzira (Flávia Alessandra) vivem uma história de amor, mas não ficam juntos.
O líder da Portelinha, Juvenal Antena (Antonio Fagundes), vive um tórrido romance com Alzira (Flávia Alessandra). Ela teve uma vida dupla, pois é casada e trabalha como dançarina de Pole Dance. Alzira se apaixona por Juvenal e larga o marido, Dorgival (Angelo Antonio). Ele não se conforma em perder a mulher e tenta matar o líder da comunidade. Dorgival acha que consegue fazê-lo,mas quando vê Juvenal 'vivinho da silva', na sua frente não resiste, tem um ataque do coração e morre. No final, Alzira segue sua carreira e deixa seu amado. O chefão da Portelinha termina 'casado com seu povo', como ele gostava de dizer. 

Triângulo amoroso

Thiago Mendonça, Leona Cavalli e Alexandre Slaviero
Uma das histórias de Duas Caras que mais conquistou o público é a diferente relação de amor entre Dália (Leona Cavalli), Heraldo (Alexandre Slaviero) e Bernardinho (Thiago Mendonça). Os três vivem juntos e dormem na mesma cama, na maior cumplicidade e harmonia. Dália fica grávida e não sabe qual dos dois companheiros é o pai de seu filho. No final, a criança é registrada com o nome dos dois pais. Bernardinho então assume sua sexualidade e casa-se com Carlão (Lugui Palhares). Mesmo assim, todos continuam unidos como uma verdadeira. família.

O amor venceu o ódio

Marjorie Estiano, Gabriel Sequeira e Dalton Vigh
Ainda ferida pelo golpe que Ferraço lhe aplica, Maria Paula se casa novamente com o ex-marido. Os dois se casa, em comunhão de bens, mas cada um dorme no seu quarto. Mostrando que quer se redimir, o empresário confessa seus crimes e é preso. Quando ele sai da prisão, ele descobre que a mulher fugiu com tudo que era dele e se desespera. Depois, Ferraço recebe um telefonema da esposa. Ela pede que ele vá encontrá-la. Devidamente vingada, Maria Paula se rende ao amor e termina feliz ao lado do amado arrependido. 

Ficha técnica

Emissora: Rede Globo
Capítulos: 210
Exibição: 1 de outubro de 2007 a 31 de maio d 2008
Horário: 20h
Autor: Aguinaldo Silva

Texto: Flavia Serra

Publicado na revista TV Brasil n/n 873/874
Vale a Pena Ler de Novo

Fotos: Divulgação/Globo - Gente - iG-Extra Online Portal do Holanda- Memória Globo-BussFeed- João Miguel Júnior-Gshow - Globo.com - Marcio de Souza/Globo

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Thiago Fragoso

Thiago Fragoso

"Sempre me pautei pelo meu trabalho e não me considero uma celebridade, então, o assédio respeitoso não incomoda"


Frase: "Eu nunca me achei tão atraente, mas se eu fosse mulher e me visse na rua, acho quedaria uma olhadinha"


Ficha tecnica

Nome: Thiago Neves Fragoso
Data de nascimento: 01/11/1981
Local de nascimento: Rio de Janeiro/RJ
Idade: 34 anos
Signo: Escorpião
Último trabalho: Atualmente o galã está em Malhação, na pele do técnico de vôlei Caio.
Status de relacionamento: O ator é casado desde 2005 com a também atriz Mariana Vaz
Curiosidade: A primeira aparição do moço na televisão foi em 1994, com uma participação especial na série Confissões de Adolescente, na TV Cultura. Desde então, o ator engatou uma série de atrações e muitas novelas. Apesar disso, só ganhou seu primeiro protagonista em 2006, quando interpretou o paranormal Marcos, no remake de sucesso da novela O Profeta, no horário das 18h.

Thiago Fragoso

1994 - Confissões de Adolescentes

Thiago Fragoso como Léo no seriado Confissões de Adolescentes
Em 1994, Thiago iniciou sua caminhada na telinha e fez uma pequena participação no seriado Confissões de Adolescentes, na Cultura.

1994 - Perdidos de Amor

Thiago Fragoso como Léo na novela Perdidos de Amor
Na sequência viveu Guilherme, um personagem pequeno em Perdidos de Amor, na Band.

 1996 - Malhação de Verão
Thiago Fragoso como Carlos Alberto na novela Malhação de Verão

E foi em 1996 -  que o ator fez sua estreia na Globo, justamente em Malhação, na época um projeto recém-criado na emissora sem muitas pretensões. 

200l - Estrela Guia 
 Thiago Fragoso como Bernardo na novela  Estrela Guia
Em Estrela Guia ainda como personagem mais discreto. 

2001 - O Clone

Viviane Victorette na época de 'O Clone' ao lado de Débora Falabella e Thiago

2001- O Clone,

Viviane Victorette,Débora Falabella e Thiago Fragoso 
 Thiago Fragoso como Nando na novela O Clone
Mas foi em O Clone, de 2001, que teve um destaque maior interpretando o dependente químico Nando.

Talento reconhecido

2003 - A Casa das Sete Mulheres

Thiago Fragoso como Estevão na série A Casa das Sete Mulheres
Já com um rosto mais conhecido pelo público, o galã teve um papel bastante especial na série A Casa das Sete Mulheres, exibida pela Globo, em 2003. Na trama de Maria Adelaide Amaral ele foi Estevão, um oficial da guarda imperial que se apaixonou por Rosário (Mariana Ximenes) e, após ser morto em um combate, viveu um romance 'transcendental' com a jovem e teve cenas belíssimas e muito delicadas.

2003Agora é que São Elas

 Preta Gil, Thiago Fragoso e Ildi Silva
Thiago Fragoso como Rodrigo na comédia Agora é que São Elas

2003 - Sexo Frágil
Thiago Fragoso como Soraya no seriado Sexo Frágil

Com destaque e mostrando mito talento, Thiago emendou mais dois trabalhos no mesmo ano. Fez o bon-vivant Rodrigo, em Agora é que São Elas, e ainda integrou o elenco do divertido seriado Sexo Frágil, travestido de Soraya.

Protagonista

2004 - Senhora do Destino

Thiago Fragoso como Alberto na novela Senhora do Destino
No ano de 2004, ele fez parte de um grande sucesso da teledramaturgia brasileira, a novela Senhora do Destino.Na trama, o moço viveu Alberto, que era apaixonado por Isabel (Carolina Dieckmann), mas no final engatou um romance com uma mulher mais velha, Shirley (Malu Valle). "Foi muito rápido. Comecei a gravar a trama dois dias depois de ter sido convidado pelo diretor Wolf Maia", explicou o ator.


2005 - O Profeta 

Thiago Fragoso como o médium Marcos na novela  O Profeta 
Dedicado e disciplinado, ele conquistou, em 2005, seu primeiro protagonista. Foi em O Profeta, onde deu vida a Marcos, personagem polêmico que tinha poderes de prever o futuro.

2012 - Lado a Lado

Thiago Fragoso como Edgar Lemos Vieira na novela Lado a Lado
Em 2012, o astro voltou a protagonizar uma trama das 18h, Lado a Lado, na pele do idealista Edgar.

2013 - Amor à Vida

Thiago Fragoso como Niko na novela Amor à Vida
Mas foi em Amor à Vida , em 2013,que Thiago fez um dos papéis mais marcantes de sua vida. Ele interpretou o doce Niko (o Carneirinho), homossexual assumido e dono de um restaurante. Ao longo da trama, Niko viveu um romance com Félix (Mateus Solano)e, no último capítulo, trocou  um apaixonado beijo gay exibido pela emissora e a cena deu o que falar, entrando definitivamente para a história da TV brasileira. 

2015 - Babilônia

Thiago Fragoso como Vinício na novela Babilônia

2016 - Malhação - Pro Dia Nascer Feliz

Thiago Fragoso como Caio na novela Malhação Pro Dia Nascer Feliz
Atualmente Thiago está no ar como o romântico Caio, um ex-jogador e treinador de vôlei de praia em Malhação - Pro Dia Nascer Feliz. O personagem tem forte ligação com a família e preza muito essa relação. "Por mais que eu seja o veterano, o que há ali é uma grande troca de experiências. Estou no mesmo barco que essa garotada nova e eles me ensinam muita coisa", falou Fragoso, sobre seu trabalho na famosa novelinha teen.

Na telinha

1994 - Perdidos de Amor
Guilherme
2001 - O Clone
Nando
 1996 - Malhação de Verão
Carlos Alberto
200l - Estrela Guia 
Bernardo 
2003 - A Casa das Sete Mulheres
Estevão 
2003 - Agora é que São Elas
Rodrigo
2003 - Sexo Frágil
Soraya
2004 - Senhora do Destino
Alberto
2006 - O Profeta
Marcos
2012 - Lado a Lado
Edgar
2013 - Amor à Vida
Niko
2015 - Babilônia
Vinícius
Marcos
2016 - Malhação - Pro Dia Nascer Feliz
Caio

Publicado na revista TV Brasil n/n 861e 881

Encarte da revista Minha Novela
Edição de 07/-8/2015 n/n 831

Pôster
Fotos: Memória Globo - Renato Rocha Miranda Gshoe - Globo.com-Pure people