André e eu

André e eu

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

A Minissérie Desejo



Esta minissérie é baseada em fatos reais da vida de Euclides da Cunha, gravada em 1990.
Euclides da Cunha
Euclides da Cunha nasceu em 1866, século XX e morreu em 1909, assassinado, falecendo aos 43 anos. Ele era engenheiro, escritor e jornalista autor da sua obra prima Os Sertões, conhecida no mundo todo. O escritor tinha saúde atingida pela malária, quando descobriu a traição de sua esposa Ana Emília com o cadete Dilermando de Assis, que contava 21 anos de idade.Houve o confronte e ele foi assassinado.

A sua tragédia virou uma minissérie denominada Desejo.


GUILHERME  Fontes , Vera Fischer e Tarcísio Meira


Euclides da Cunha foi protagonizado pelo ator Tarcísio Meira na minissérie Desejo, da autora Glória Perez, que contou a história do autor de Os Sertões, Euclides da Cunha. Conhecido como A Tragédia da Piedade, narra o assassinato de Euclides da Cunha vivido por Tarcísio Meira. O assassino foi Dilermando de Assis (vivido por Guilherme Fontes), que era amante de sua esposa Ana Emília Ribeiro (vivida por Vera Fischer), ocorrido no Rio de Janeiro, em 15 de agosto de 1909 quando ele foi a casa de Dilermando de Assis na estação da Piedade,onde morava o assassino.



Caio Junqueira
Caio Junqueira interpretou Quidinho quando criança.

Também o filho de Euclides da Cunha ( Quidinho era filho de Euclides da Cunha e Emília Ribeiro), e quando adulto (vivido por Marcelo Serrado)foi assassinado também por Dilermando (Guilherme Fontes), pois queria vingar a morte do pai.





No dia 15 de agosto de 1909, Euclides da Cunha é morto pelo amante da mulher, a quem tentara matar, episódio que serviu de tema para a minissérie Desejo, da TV Globo, com Vera Fischer, Tarcísio Meira e Guilherme Fontes.

Um epílogo trágico para uma vida marcada pela glória, um enredo bem parecido com o de Os Sertões.Parte do artigo publicado na revista Kalunga

Kalunga Comércio e Indústria Gráfica Ltda



acervoraro.com.

Sangue Ruim - Com Personagens Inesquecíveis, Essas Malvadas fizeram História Na TV

As vilãs são personagens marcantes nas tramas,. Mesmo que a gente não goste das malvadezas que elas aprontam , não conseguimos esquecê-las. É por este motivo que fizemos um top 5 das vilãs que marcaram as novelas brasileiras e conquistaram o público!  

Carminha
Avenida Brasil (2012)

Adriana Esteves
O público se dividiu em uma relação de amor e ódio com a personagem Carminha (Adriana Esteves), que surpreendeu a todos com sua maravilhosa interpretação! Ela passou a novela inteira enganando o marido Tufão(Murilo Benício) e aprontando com Nina (Débora Falabella) e Jorginho (Cauã Reymond). No fim da novela, ela voltou para  o lixão.

Flora
A Favorta (2009)

Patrícia Pillar
Culpada por cometer vários assassinatos no decorrer da trama, Flora (Patrícia Pillar) tinha sido presa por matar seu amante, mas jurava que era inocente e tentou incriminar Donatela (Claudia Raia) pelo crime.

Nazaré Tedesco
Senhora do Destino (2004)

Renata Sorrah
No início da novela Nazaré (Renata Sorrah) sequestrou Lindalva (Carolina Dieckmann) dos braços de sua mãe verdadeira. Além disso, assassinou o próprio marido, o empurrando de uma escada, cena que marcou a trama.

Bárbara
Da Cor do Pecado (2004)

Giovanna Antonelli
Para ter a herança do marido, Paco (Reynaldo Gianecchini), Bárbara (Giovanna Antonelli) engravidou de outro e tentou separá-lo de sua amada, Petra (Taís Araújo), por quem ele era apaixonado.

Taís
Paraíso Tropical (2007)

Alessandra Negrini
Gêmea com Paula (Alessandra Negrini) Taís (Alessandra Negrini) só queria dinheiro! Depois de aprontar muitas malvadezas na vida de todos, acabou sendo morta pelo inescrupuloso  Olavo (Wagner Moura).

Texto: Vitória Palmejani/Colaboradora.

Publicado na revista Guia da TV 
Edição 3/11/2016 ano 10 n/n 501

domingo, 11 de dezembro de 2016

As Novelas De Daniel De Oliveira

Daniel de Oliveira
No ar em Nada Será como Antes, o ator teve tipos bem diversificados na TV.  Desde criança, Daniel de Oliveira tinha um sonho na cabeça : queria ser ator!. O 'negócio' começou a ficar sério quando ele criou um grupo de teatro com alguns amigos em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde nasceu. Naquela época, o jovem nem imaginava o quanto seria famoso no futuro...E bastou ele começar a fazer comerciais na TV, em 1998, para chamar a atenção de diretores, ganhando, assim, seu primeiro papel em uma novela, Brida, na extinta Rede Manchete. A produção teve muitos contratempos, mas valeu muito como experiência para o ator. 

Alavancando a carreira

1999Malhação


Como Marquinhos na novela Malhação
Marquinhos, de Malhação, seu primeiro trabalho na Globo
No ano seguinte, Daniel passou no teste para a novelinha Malhação. Na atração, Daniel teve que dar vida a um personagem que vivia muitos conflitos, como o envolvimento com drogas e a gravidez na adolescência.

2001 - A Padroeira

Como padre Gregório na novela A Padroeira
Depois de duas temporadas na icônica trama teen, o artista ganhou um papel no folhetim A Padroeira. Ele entrou no meio da trama para interpretar o padre Gregório, que chegou à cidade para substituir o outro pároco, cruelmente assassinado pelo antagonista da novela Fernão (Maurício Mattar).

Sucesso como protagonista

2004Um Só Coração 

Como Bernardo na novela Um Só Coração 
O jovem idealista Bernardo, em Um Só Coração
Nos três anos seguintes, Daniel ficou longe da telinha por um bom motivo. É que ele se dedicou à gravação do longa sobre a vida de Cazuza, interpretando o próprio músico, e retornou às novelas no papel de Bernardo, em Um Só Coração.

Vanessa Giácomo e Daniel de Oliveira
Como Luis Jerônimo na novela Cabocla
Com o sucesso no cinema, o ator ganhou o posto de galã global e atuou no remake de Cabocla, como Luis Jerônimo. O 'barulho' com o público foi imediato e o par romântico com Vanessa Giácomo (que na trama era a Zuca), saiu da telinha para a vida real. Os dois se casaram e tiveram dois filhos.

Trabalhos mais curtos

2005 - Hoje é Dia de Maria

 Daniel de Oliveira na minissérie Hoje é Dia de Maria
Apesar de chamar a atenção nas novelas, Daniel (que tem contrato com a Globo por obra), nunca escondeu que prefere minisséries ou tramas mais curtas para poder se dedicar ao cinema e outros produtos. "Na TV, as minisséries são melhores , pois o tempo é menor e permite outros projetos em paralelo. "Às vezes, até dá vontade de fazer 'novelão', também, mas falta tempo", disse ele, que em 2005 esteve nas duas temporadas de Hoje é Dia de Maria.Na primeira, interpretou um único personagem, o palhaço Quirino, Já na segunda, despontou em pelo menos dez personagens, diferentes na produção.

2006 - Cobras e Lagartos

Daniel de Oliveira e Mariana Ximenes
Como Duda na novela Cobras e Lagartos
No ano de 2006, ele fez seu segundo protagonista, na produção Cobras e Lagartos, como o office-boy Duda, um apaixonado por Bel ( Mariana Ximenes).

2007Desejo Proibido

Daniel de Oliveira e Fernanda Vasconcelo
Como Henrique na novela Desejo Proibido
Em 2007, foi o malvado Henrique, antagonista em Desejo Proibido, o primeiro vilão de sua carreira.

Um italianinho no Pedaço

2010 Passione

Tammy Di Calafiori e Daniel de Oliveira
Como Agnello na novela Passione
Mesmo preferindo tramas curtas, Daniel aceitou, em 2010, o convite para interpretar o italiano Agnello, em Passione. Na trama, o jovem era filho de Totó (Tony Ramos) que, na primeira oportunidade viajou para o Brasil e arrumou a maior confusão ao se relacionar com Stella (Maitê Proença) e a filha dela, Lorena (Tammy Di Calafiori). Na época, o ator disse que levava o mesmo tempo trabalhando do que quando fazia um protagonista que tinha o texto só em português. "Tudo por conta do sotaque", explicou.

Personagens sensuais

2014O Rebu
Sophie Charlotte e Daniel de Oliveira
Como Bruno na novela O Rebu
Em 2014, Daniel estava no ar com a segunda versão da novela O Rebu, exibida na faixa das 23 h, na Globo. Na trama, ele contracenou com Sophie Charlotte, com quem começou a se relacionar fora da telinha e, tempos depois, se casou com ela. As cenas sensuais do casal bombaram nas redes sociais e deram o que falar.

2016 Nada Será como Antes

Daniel de Oliveira e Bruna Marquezine
Como Otaviano na série Nada Será como Antes
Esse ano, Daniel voltou à TV como o Otaviano, filho mais velho de Pompeu (Osmar Prado), um empresário poderoso nos anos 50, na série Nada Será como Antes. "O Otaviano é metido na política, mas ele não se liga muito nesse universo. Então, é a Júlia quem pensa por ele e toma as rédeas da família, depois do pai", afirma o ator, referindo-se ao papel de Letícia Colin na produção. Na trama, ele voltou a chamar a atenção pelas cenas sensuais ao lado de Bruna Marquezine, que interpreta a Beatriz. 

Na telinha

1998 - Brida
Marcos
1999 - Malhação
Marquinhos
2001 - A Padroeira
Padre Gregório
2004 - Cabocla
Luís Jerônimo
2004 - Um Só Coração
Bernardo
2005 - Hoje é Dia de Maria
O palhaço Quirino e dez personagens
2006 - Cobras e Lagartos
Daniel Salgado Miranda (Duda)
2007  Desejo Proibido
Henrique
2010 - Passione
Agnello Mattoli
2014 - O Rebu
Bruno Ferraz
2016 - Nada Serpa Como Antes
Otaviano Azevedo

Texto: Núcia Ferreira

Publicado na revista TV Brasil n/n 868

Fotos: Globo/Divulgação-Portal do Holanda-RevistaMundo - http://memoriaglobo.globo.cm.-Notícias BR-TVAB Manaus

O Filme Divines

Oulaya Amamra

Divines, o filme vencedor do Camera de Ouro, no Festival de Cannes, chega a rede de streaming e promete emocionar muita gente! O drama francês narra a trajetória de Dounia (Oulaya Amamra), uma adolescente que vive na periferia de Paris e que vê no crime a única saída para um futuro melhor, mas um encontro ao acaso a desperta para outro jeito de viver. O longa foi tão aclamado pelos críticos que os especialistas o definiram com "um dos melhores filmes franceses para jovens adultos dos últimos anos". Vale a pena conferir!

Disponível a partir de sexta, 18

Netflix

Publicado na revista TV Brasil n/n 869

O Filme O Regresso

Leonardo DiCaprio

A atração que rendeu a Leonardo DiCaprio o Oscar de Melhor Ator chega às telinhas para não deixar ninguém sair de casa! Inspirado em fatos, O Regresso conta a história de Hugh Glass (Leonardo Di Caprio), que parte para a região do oeste americano disposto a ganha dinheiro caçando. Atacado por um urso, ele fica muito ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.

Sábado, 19, às 22h
Telecine Premium

Publicado na revista TV Brasil n/n 869
TV Fechada

sábado, 10 de dezembro de 2016

A Novela Carinha De Anjo

Nova novela do SBT promete conquistar toda a família
Emoção, ternura e bom humor! Assim será a mais recente produção infantil do SBT, que estreiou na segunda-feira, dia 21 de novembro as 20h30. 

 Lorena Queiroz
Carinha de Anjo é uma novela doce, divertida e musical. Crianças e adultos vão se divertir com as aventuras de Dulce Maria(Lorena Queiroz) e se identificar com os personagens que integram essa atração", avaliou Leonor Correira, autora da trama. Com 45 capítulos já prontos, e muitas outras cenas feitas, o folhetim, que começou a ser gravado em maio, é uma versão do clássico mexicano exibido no Brasil em 2001.Apesar do texto estrangeiro servir como fonte de inspiração, muitas novidades serão inseridas na história. "O sucesso original foi muito grande e é lógico que respeitamos isso, mas também temos uma liberdade muito grande para criar novos núcleos e histórias", adiantou a escritora.

A trama 
Alcemar Vieira,Priscila Sol,Carlos Porto,Lorena Queiroz
O formato narra a infância da pequenina Dulce Maria (Lorena Queiroz), uma menina alegre, esperta e meiga, que perdeu a mãe, Tereza (Tereza Lucero), quando tinha 3 anos de idade. Com a morte precoce da mãe, seu pai, Gustavo (Carlos Porto), entra em depressão e deixa a criança em um internato por dois anos.

 As crianças do internato e a noviça Cecíla.
Recuperado, ele volta disposto a recuperar o amor da filha, que vê na noviça Cecília (Bia Arantes) uma figura maternal.
 Lorena Queiroz e Bia Arantes
Carlos Porto e Dani Gondim
Dani Gondim será Nicole, a grande vilã da história
O problema é que Gustavo retorna noivo de Nicole(Dani Gondim), a vilã da história.Dulce Maria, claro, não aceita o relacionamento e passa a lutar para que o pai e Cecília fiquem juntos. "Trata-se de um triângulo amoroso que tem como centro uma menina de 5 anos descobrindo o que é o amor de um pai. Uma novela bem equilibrada entre o melodrama, o humor e a ação", resumiu Ricardo Montoanelli, diretor-geral da obra. 


Núcleo musical

Como todo bom folhetim do SBT, o que não falta em Carinha de Anjo é música. No total, serão 5 núcleos musicais distintos que prometem encantar o público de diferentes maneiras. Isso porque a atração terá um coral de freiras e outro de crianças:


Tereza Lucero 
Jean Pierre e Maísa Silva 
Tereza Lucero cantando a abertura e temas voltados para a protagonista; Maísa Silva (Juju) com músicas jovens e Jean Pierre, no papel de Zeca, que sonha em ser um cantor sertanejo. O ator, aliás, contou que está ralando bastante para dar vida ao menino do interior. "Foi um grande desafio para mim, principalmente por ter que aprender a tocar violão", ressaltou.Com tantos núcleos assim, a produção preparou um vasto repertório para a novelinha, regravando alguns hits do passado com novos arranjos. 

Uma fofura

Lorena Queiroz
Com apenas 5 anos de idade, a pequena Lorena Queiroz já vive a sua primeira protagonista. E, claro, é o xodó da equipe, que não se cansa de elogiá-la. "A Lorena foi uma unanimidade. Fico encantada com o talento, carisma e dedicação dela. Ela é mesmo uma carinha de anjo", declarou Leonor Correa. Já para Ricardo, a atriz mirim se revelou uma grata surpresa, prinicpalmente pelas suas contribuições espontâneas à trama.Ponderando, o diretor avaliou que, por se tratar de uma criança muito pequena, tudo deve  ser feito de modo a  assegurar o seu bem estar."Precisamos respeitar seus limites, e ao mesmo tempo explorar o que ela tem de melhor: a espontaneidade.Ela se revelou uma atriz criativa e que tem sempre uma frase ou ação para agregar nass cenas. Isso é mágica e conrtagiante", declarou.

Participação Gringa


Lucero
Um dos pontos alto da trama é a participação de Lucero, conhecida no País por dar vida à Chispita.A mexicana integrou o elenco com o objetivo de agregar à produções  um novo público: fãs das produções gringas.Feliz com o convite , a atriz admitiu se tratar da realização de um sonho."Eu sempre quis fazer algo no Brasil, em poretuguês. Só tenho a agradecer., revelou a artista, que fez aulas para falar mais fluentemente o idioma. Seu profissionalismo e dedicação também despertaram a atenção da produção.. "É um privilégio trabalhar com ela. De cara, virou uma espécie de madrinha do elenco e equipe. É doce, ativa, atenta à direção e possui energia de criança. Por isso, foi imediata a química entre ela e Lorena", elogiou  Montoanelli. que acrescentou que a ideia de trazer a atriz para o País foi de Fernando Pelágio, diretor artístico do SBT.

Texto: Luana Rodrigues

Publicado na revista TV Brasil n/n 869

Fotos:SBT/Divulgação-http://expertpçay.net
http://expertplay.net-Carinha de Anjo

A Novela América

O sonho americano
Trama abordava o desejo e a ilusão de pessoas que abandonavam seu próprio país em busca de uma vida melhor nos Estados Unidos
Sentimento incondicional -  O amor de Sol pelo filho fez a moça ser capaz dos maiores sacrifícios.
Temas pertinentes. Além do sonho de fazer fortuna nos Estados Unidos, América abordou outros assuntos polêmicos.

Glória Perez
A prestigiada autora Glória Perez tem como característica abordar em suas novelas temas de vanguarda, à frente de seu tempo, polêmicos e de grande relevância na sociedade. Dentro deste contexto, a escritora colocou no ar, em 2005, a novela América, um dos maiores sucessos de audiência na década de 2000, chegando a atingir picos de 70 pontos de audiência!

Desejo de fazer fortuna 

Deborah Secco
Deborah Secco era Sol, moça simples e obcecada pelo sonho de viver nos EUA.
A personagem principal era Sol (Deborah Secco), jovem moradora do subúrbio carioca que, assim como tantos outros brasileiros, acalentava o sonho de ir morar nos Estados Unidos e fazer fortuna por lá. Depois de inúmeras recusas de visto como turista, ela decidiu radicalizar e determinada, recorreu aos chamados coyotes (os atravessadores), para chegar aos Estados Unidos via México. Travessia pra lá de perigosa!

Presente de grego
Thiago Lacerda
O malandro Alex 
Ingênua, Sol aceitou levar um 'presentinho' para a mãe de Alex (Thiago Lacerda) - um dos organizadores da travessia - , que morava na Terra do Tio Sam, no entanto, dentro do embrulho, na verdade, havia drogas. Ela foi pega pela polícia americana e sua situação ficou crítica, afinal, além de imigrante ilegal, Sol foi presa com traficante internacional! Já Alex, um contrabandista da pior espécie, prometeu ajudar a mocinha em solo americano, porém, queria apenas usá-la para atravessar a muamba. 


Cadeia para os malvados

Betty Faria

O moço posava de homem responsável, mas contava com a ajuda da perigosa Djanira (Betty Faria) para concluir seus crimes.Os vilões da trama foram castigados: Alex (Thiago Lacerda) caiu em uma cilada e foi preso, assim como sua comparsa Djanira (Betty Faria), que também foi parar atrás das grades.


Casamento de fachada

Caco Ciocler e Deborah Secco
Ed aceitou se casar com a brasileira para que ela pudesse ter o visto americano
Na cadeia, Sol passou os piores momentos de sua vida mas, decidida a mudar sua própria história, conseguiu fugir da prisão. Foi quando conheceu Ed (Caco Ciocler), noivo de May (  Camila Morgado). Ele era escritor e ficou amigo da brasileira a ponto de aceitar se casar com ela para que a moça ganhasse seu visto permanente. Tudo, porém, mediante pagamento de uma quantia que lhe garantiria pagar a edição de seu sonhado livro.

Megera no caminho
Camila Morgado
A malvada May atrapalhou muito a vida de Sol. May veio para o Brasil para tentar reconquistar o ex-noivo, Ed. Quando tudo parecia entrar nos trilhos, May atravessou o seu caminho e, com medo de perder o noivo (que se apaixonou pela brasileira), May usou sua inteligência para separar Sol de Ed, com a ajuda de Alex e Djanira.


Deborah Secco
Para chegar aos Estado Unidos, Sol andou pelo deserto e se escondeu no painel de um carro, tudo para melhorar as condições financeiras da família.Diz um ditado popular que 'a gente programa a vida e os acidentes a controlam'. E foi mais ou menos o que aconteceu com Sol (Deborah Secco), em América. Para dar uma vida melhor às família, a jovem abandonou o Brasil e se lançou numa aventura quase que suicida para entrar nos Estados Unidos e fazer fortuna. Só que , ao contrário do que a bela sonhou, nada saiu como planejado. Sol foi roubada, presa, fugiu da cadeia e parecia ter encontrado a felicidade quando conheceu Ed (Caco Ciocler) e sua noiva May (Camila Morgado). Mas nada deu certo. Em troca de dinheiro, Ed concordou em se casar com a morena, o que permitiria a ela permanecer nos EUA. No entanto, o que era para ser de brincadeira, acabou virando verdade. O professor se apaixonou por Sol, May ficou uma fera e declarou guerra à rival.


Doença

 Caco Ciocler e Deborah Secco
Desesperada com a saúde do filho ,Sol entregou a criança para Ed

Foi neste clima de indecisão com o antigo amor, que Sol tomou coragem e acabou se casando com Ed no exterior, mas, graças às armações de May, os dois acabaram se separando. Desiludida, a morena voltou ao Brasil, sem saber, no entanto, que estava grávida do professor. O bebê nasceu, mas apresentou problemas cardíacos. Sol então, entregou a criança a Ed e, após o bebê ser operado e ficar curado, Ed se mudou para o Brasil com o filho e ficou ao lado de Sol.

Peão em ascensão


Murilo Benício e Deborah Secco
Sol e Tião viviam um conturbado romance
No Brasil, Sol deixou o namorado Tião (Murilo Benício), um bravo peão e homem responsável, filho de Zé Higino (Francisco Cuoco) e Mazé (Nívea Maria). Com o passar dos anos, ele se tornou um profissional respeitado no mundo dos rodeios e se preparava para o seu maior desafio, enfrentar o temido touro Bandido - um animal invencível, que nenhum peão jamais havia conseguido montar. Tião e Sol viviam sempre às turras e não conseguiam se acertar de jeito nenhum.


Nos últimos capítulos, Tião enfrentou o Touro Bandido e quase morreu. O bicho era invencível, o peão foi parar no hospital e, depois que se recuperou, voltou suas atenções para Simone (Gabriela Duarte), que esperava um filho dele. Tião fez fortuna e realizou o sonho de ser campeão no rodeio de Barretos.
Caco Ciocler e Deborah Secco

Enquanto isso, Sol já estava totalmente envolvida com Ed, e feliz, chegou com ele  e o filho para cumprimentar o ex-namorado pela vitória.

Amor de verdade



Murilo Benício e Gabriela Duarte
Disposta a reconquistar o noivo, a megera May (Camila Morgado) também veio parar em solo brasileiro e se envolveu com Tião para se vingar de Sol. No entanto, o romance dos dois acabou assim que o peão descobriu as farsas da vilã.Desiludido novamente, Tião foi viver o verdadeiro amor ao lado da doce Simone (Gabriela Duarte).

Gabriela Duarte e Marcelo Novaes
Simone era veterinária, casada com Geninho (Marcelo Novaes), o irmão problemático de Tião, um homem mau-caráter que traia a mulher, principalmente com Creusa (Juliana Paes). 


Santa de pau oco

Juliana Paes 

Juliana Paes era Creusa, uma falsa beata

A vida dupla foi abordada com Creuza (Juliana Paes), mulher sensual e ninfomaníaca que se vestia de crente, enganando a todos. Ela afirmava que era virgem e uma grande serva de Deus, só que a morena era fogosa e foi para a cama com quase todos os homens da trama, inclusive com Tião (Murilo Benício), que era o seu preferido.


Outros assuntos polêmicos



Deficientes visuais

Marcos Frota e Bruna Marquizine
Além de mostrar que nem sempre o sonho americano pode dar certo, o folhetim trouxe à tona reflexões sobre assuntos importantes , como o universo dos deficientes visuais, por meio dos personagens Jatobá (Marcos Frota) e Flor (Bruna Marquizine). Com a grande repercussão do tema na telinha, um deputado estadual da Bahia conseguiu a aprovação da lei que dá acesso irrestrito aos cães guias, além da criação de uma escola para treinar os animais.

Romance Gay


Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro
Júnior e Zeca se apaixonaram e foram um dos primeiros casais gays na teledramaturgia
A relação homo-afetiva também teve espaço na trama com Júnior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro). Chegou-se a pensar que, finalmente, iria acontecer o primeiro beijo gay masculino na TV, no entanto, apesar de gravada, a cena não foi ao ar. A expectativa em torno do desfecho do casal foi tão grande que o último capítulo da novela chegou a marcar 66 pontos de audiência, o que deve ter se traduzido em uma grande frustração para aqueles que acompanhavam a história e aguardavam o 'polêmico' beijo.

Família complicada

Edson Celulari,Christiane Torloni e Cléo Pires
No outro extremo da novela estava Haydée (Christiane Torloni), socialite elegante e rica que sofria de cleptomania. A dondoca era casada com Glauco (Edson Celulari) que, por sua vez, mantinha um caso com Lurdinha (Cléo Pires), jovem que seduzia o empresário chamando-o de 'tio'. Ela era a melhor amiga da filha de Glauco, a rebelde Raíssa ( Mariana Ximenes).

Casal de destaque
Murilo Rosa e Eliane Giardini
Dinho e Neuta viveram uma linda história de amor.
Dinho (Murilo Rosa) e Neuta (Eliane Giardini) foram outro sucesso em América. Ele era um peão jovem e bonito, amigo de Tião, que se encantou pela viúva madura que mantinha a mesma sensualidade de sempre. No final da novela, os pombinhos assumiram o romance e ficaram felizes juntos.


Ficha técnica

Emissora: Rede Globo
Capítulos:203
Exibição: 14 de março a 05 de novembro de 2005
Horário:21h
Autora: Glória Perez

Curiosidades

Em razão do tão esperado primeiro beijo homossexual em uma novela, que seria protagonizado pelos personagens Junior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro), e que seria levado ao ar no último episódio de América, criou-se uma grande expectativa sobre o fato. Mas, para frustração de muita gente, o beijo - que chegou a ser gravado - não foi ao ar.

Consta que os personagens Sol e Tião deveriam ficar juntos no final da trama.Porém, a falta de química entre eles teria resultado na separação de ambos, que acabaram encontrando outros pares na novela.

Para viver a garçonete, Deborah Secco fez laboratório em uma filial do McDonald's, em Nova York. Como não sabiam que se tratava de uma atriz, ela chegou a lavar o chão e a ser maltratada por seus superiores, que sujavam o piso assim que ela acabava de limpar.

Texto: Núcia Ferreira
Texto:Redação

Publicado na revista TV Brasil n/n 868/869/870
Vale a Pena Ler de Novo
Fotos: Extra OnlineMemória Globo

Divulgação/Globo/Notícias - Terra - ISTOÉ Gente-UOL TV e Famosos-Purebreak-Notícias - Terra-Veja -Abril.com-economia.uol.com.br-exclusivo.terra.com.br-Cultura Mix