quinta-feira, 5 de maio de 2016

As Novelas Líderes De Audiência


1º - Dancin'Days - 1978/1979

Sopro de liberdade nas pistas de dança. 


Autor - Gilberto Braga 
Elenco - Sônia Braga, Antônio Fagundes, Glória Pires, Joana Fomm, Reginaldo Farias, Lauro Corona, Lídia Brondi, Mário Lago, Ary Fontoura, Beatriz Segall, Yara Amaral. 
A trama - Abra suas asas, solte suas feras, caia na gandaia, entre nessa festa...A sinopse tinha como mote a reintegração da Júlia (Sônia Braga), uma ex-presidiária. Depois de 11 anos na cadeia, ela tentava reconquistar a filha, criada pela rica irmã Yolanda(Joana Fomm). 
Destaque - A novela lançou modas como as coloridas meias de lurex - usadas com sandálias - e deu impulso definitivo à onda das discotecas no país. 
Trilha sonora - "Dancin'Days"( Nelson Motta/Ruban), com As Frenéticas, e "Macho Man" (Village People). 


2º - Roque Santeiro- 1975 

A zombaria de tipos inesquecíveis 



Autores - Dias Gomes, Aguinaldo Silva, Marcílio Moraes e Joaquim Assis. 
Elenco - Regina Duarte, Lima Duarte, José Wilker, Lídia Brondi, Paulo Gracindo, Armando Bogus, Cássia Kiss. 
A trama - narrava, com muito humor, a história de uma cidade fictícia, Asa Branca que vivia da exploração de um falso herói considerado santo. A volta do farsante à cidade ameaçava os interesses dos poderosos locais. 
Destaque - Além de transformar Asa Branca em metáfora do Brasil, os autores criaram alguns dos mais marcantes personagens da TV: a Viúva Porcina (Regina Duarte), Sinhozinho Malta (Lima Duarte) e mesmo coadjuvantes como o prefeito Floriano Abelha(Ary Fontoura) e a primeira-dama Pombinha (Eloísa Mafalda). 
Trilha sonora - "Santa Fé" (Morais Moreira/Fausto Nilo), com Morais Moreira e "Verdades e Mentiras" (de e  com Sá e Guarabyra). 

3º- Vale Tudo - 1988/1989 
Um país despido em horário nobre. 

Autores - Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères. 
Elenco - Glória Pires, Regina Duarte, Antônio Fagundes, Beatriz Segall, Reginaldo Farias, Cássio Gabus Mendes, Renata Sorrah, Cássia Kiss 
A trama - "Brasil, mostra tua cara...". Gilberto Braga criou duas antagonista para viver o dilema etico, a batalhadora Raquel (Regina Duarte) e sua filha, Maria de Fátima (Glória Pires), disposta a aplicar qualquer tipo de golpe para subir na vida. 
Destaque - O Brasil parou para conhecer a identidade do assassino da maior vilã de Vale Tudo, a empresária Odete Roitman.O crime foi desvendado no último capítulo da novela, em 7 de janeiro de 1989, acompanhado por 86%dos telespectadores, segundo o Ibope. A trama de Vale Tudo inovou ainda ao mandar mocinhos para a cadeia, deixando em liberdade os criminosos de colarinho branco. 
Trilha sonora - "Brasil" (Nilo Romero/George Israel/Cazuza, com Gal Costa, e "Baby Can I Hold You" (Tracy Chapman). 

4º - O Bem Amado - 1973 

A primeira novela a ser exibida em cores no país. Casos fantásticos da política miúda. 



Autor - Dias Gomes. 
Elenco - Paulo Gracindo, Sandra Bréa, Jardel Filho, Lima Duarte, Zilka Salaberry, Emiliano Queiroz, Dorinha Durval, Ida Gomes, Dirce Migliaccio. 
A trama - Em Sucupira, cidade fictícia, tudo acontecia. O prefeito Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo), autoritário e corrupto, tinha como meta de sua administração inaugurar o cemitério do lugarejo. Por ironia, o lugar só receberia o primeiro morador com a morte do próprio prefeito, no último capítulo da novela. Havia também uma oposição atuante, comandada pela delegada Donana Medrado (Zilda Salaberry). O pelotão de puxa-sacos era formado pelo assessor Dirceu Borboleta (Emiliano Queiroz) e pelas irmãs Cajazeiras (Dorinha Durval, Ida Gomes e Dirce Migliaccio) - todas apaixonadas pelo prefeito. 
Destaque - O sucesso da novela levou Dias Gomes a ressuscitar o prefeito para que O Bem Amado fosse transformado em seriado. 
Trilha sonora - "Cotidiano nº 2" (de e com Vinício de Moraes e Toquinho) e "I've Been Around" (Nathan Jones Group).

5º - Pantanal - 1990 
Erotismo em um santuário 

Autor - Benedito Ruy Barbosa 
Elenco - Cláudio Marzo, Jussara Freire, Elaine Cristina, Marcos Winter, Cristiana Oliveira, Marcos Palmeira, Luciene Adami, Ângela Leal, Almir Sater. 
A trama - As exóticas e exuberantes paisagens mato-grossenses pareciam desconhecidas do público até as lentes de Pantanal revelá-las. Juma Marruá (Cristiana Oliveira) virava onça e conquistou a audiência com banhos de rio. 
Destaque - Pantanal apostou no erotismo, na narrativa lenta e nas tomadas externas, que exploraram a beleza do santuário da natureza. 
Trilha sonora - "Pantanal" (Marcus Viana) com Sagrado Coração da Terra, e "Tocando em Frente" (Almir Sater/Renato Teixeira) com Maria Bethânia

6º - Guerra dos Sexos - 1983/1984 A batalha dos lençóis se resolve no ar.

Autor - Silvio de Abreu com colaboração de Carlos Lombardi.
Elenco - Paulo Autran, Fernanda Montenegro, Glória Menezes, Tarcísio Meira, Lucélia Santos, Maitê Proença, Mário Gomes, Cristina Pereira.
A trama - Em uma cena de Guerra dos Sexos, os primos Otávio (Paulo Autran) e Charlô (Fernanda Montenegro) deveriam encerrar uma discussão no melhor estilo dos filmes mudos: atirando tortas um na cara do outro.As desavenças entre os primos, "carinhosamente" apelidados de Bimbo e Cumbuca, ironizavam uma questão: as diferenças entre homens e mulheres.
Destaque - O duelo de interpretação entre Fernanda Montenegro e Paulo Autran, que contracenavam pela primeira vez.
Trilha sonora - "Guerra dos Sexos" (Augusto César/Miguel/Cláudio Rabello), com The Fevers, "Baby Jane" e True" (Spandau Ballet)

7º - Beto Rockfeller - 1968/1969 
Um malandro metido a ricaço rouba a cena. 

Autor - Bráulio Pedroso. 
Elenco - Luiz Gustavo, Débora Duarte, Bete Mendes, Irene Ravache, Walter Foster, Plínio Marcos, Ana Rosa, Marília Pêra, Maria Della Costa. 
A trama - Beto Rockfeller (Luiz Gustavo) era um vendedor de sapatos que enganava ricaços se passando por um deles.Misto de pobretão e grã-fino, Beto projetou Luiz Gustavo. 
Destaque - Dirigidos por Lima Duarte, os atores experimentaram uma postura menos afetada de interpretação. 
Trilha sonora - "F... Comme Femme" (Adamo).


 8º - Gabriela - 1975

Sensualidade brejeira à flor da pele.


Autor - Walter George Durst. 
Elenco - Sônia Braga, Armando Borgus, Elizabeth Savalla, Paulo Gracindo, Nívea Maria, José Wilker. 
A trama - A chegada de dois novos habitantes alterou a rotina da pacata Ilhéus. O doutor Mundinho Falcão (José Wilker) e suas idéias avançadas incomodaram o coronel Ramiro (Paulo Gracindo), principalmente depois do envolvimento do forasteiro com sua neta, Jerusa (Nívea Maria), e Grabriela abalou a cidade ao se casar com o comerciante Nacib(Armando Bogus) 
Destaque - Impecável, a novela teve algumas das cenas mais picantes da TV brasileira na década de 70. Entre elas a imagem dos atores Pedro Paulo Rangel e Cidinha Millan nus,quando os personagens Juca Viana e Chiquinha são flagrados na cama e atirados na rua sem roupa. 
Trilha sonora - "Modinha para Gabriela" (Dorival Caymmi), com Gal Costa, e "Alegre Menina" (Jorge Amado/Dori Caymmi), com Djavan. 

9º - Irmãos Coragem - 1970/1971
Faroeste, futebol e caça ao tesouro

Autora - Janete Clair.
Elenco - Tarcísio Meira, Glória Menezes, Cláudio Marzo, Cláudio Cavalcanti, Regina Duarte, Lúcia Alves, Gilberto Martinho, Zilka Salaberry.
A trama - O diamante encontrado por João (Tarcísio Meira) desperta a inveja e transforma a vida da família Coragem num inferno. Janete Clair recheou a história com grandes conflitos amorosos - como o do garimpeiro Jerônimo( Cláudio Cavalcanti)com a índia Potira (Lúcia Alves), sua irmã de criação. Glória Menezes interpretava uma mulher de tripla personalidade que confundia o homem de quem era predileta, João Coragem (Tarcísio Meira). O forte da trama, no entanto, foi a luta da família em torno do roubo do diamante encontrado por João no garimpo. O país vivia a euforia do tri-campeonato na Copa de 1970.A novela refletiu aquele momento na figura de Duda (Cláudio Marzo)jogador de futebol.
Destaque - Encabeçado pelas duplas mais famosas da TV naquele tempo - Tarcísio Meira e Glória Menezes, Marzo e Regina Duarte, e elenco foi dos mais grandiosos já escalados
Trilha sonora - "Irmãos Coragem" (Nonato Buzar/Paulinho Tapajós) com Jair Rodrigues e "João Coragem" (Tim Maia/Cassiano) com Tim Maia.



10 -  Que Rei Sou Eu?
Um reino de mentira quase verdadeiro

Autor - Cassiano Gabus Mendes.
Elenco - Teresa Raquel, Daniel Filho, Antonio Abujamra, Jorge Dória, Giulia Gam, Edson Celulari, Natália do Valle, Cláudia Abreu, Tato Gabus, Vera Holtz, John Herbert, Dercy Gonçalves.
A trama - Cassiano Gabus Mendes criou uma trama de capa e espada que se passava num território fictício, Avilan, em 1786, três anos antes da Revolução Francesa. Corroído pela corrupção, o reino estava entregue aos desmandos de um bruxo maquiavélico, Ravengar (Antônio Abujamra) e uma rainha hísterica, Valentina (Teresa Raquel). Para restabelecer a ordem, o verdadeiro herdeiro do trono, Jean-Pierre (Edson Celulari), precisava lutar com todas as forças, ao mesmo tempo em que se dividia entre o amor de duas mulheres: Suzanne (Natália do Valle) e Aline (Giulia Gam). Aline (Giulia Gam) lutou por amor e pela revolução em Avilan
Destaque - Foi uma das raras novelas históricas realizadas fora do horário das l8 hora.
Trilha sonora - "Rap do Rei" (de e com o grupo Luni) e "Bamboleo" (Gipsy Kings)


11º - Selva de Pedra - 1972/1973
O milagre que o país parou para ver

Autora - Janete Clair.
Elenco - Francisco Cuoco, Regina Duarte, Dina Sfat, Carlos Vereza
A trama - A artista plástica Simone Marques (Regina Duarte) vive um romance com Cristiano (Francisco Cuoco) . Influenciado por Fernanda (Dina Sfat), acionista do estaleiro do tio dele, Cristiano se transforma. Em conflito com o namorado, Simone sofre um acidente e é tida como morta. Volta para atormentar Cristiano assumindo falsa identidade, a de sua irmã Rosana.
Destaque - A reconciliação de Cristiano e Simone, transformados pelo poder econômico e pela realização pessoal, refletia o "milagre brasileiro",vivido pelo país naquele período. No fim, o bem venceu o mal.O capítulo 152 , em que Rosana foi desmascarada, registrou um dos maiores picos de audiência na história da TV.
Trilha sonora - "Capitão de Indústria"(Marcos Valle/Paulo Sérgio Valle),com Djalma Dias e "Rock and Roll Lullaby" (B.J.Thomas).
 



12º - Escrava Isaura - 1976/1977
Uma história para ganhar o mundo.

Autor - Gilberto Braga.
Elenco - Lucélia Santos, Edwin Luisi, Rubens de Falco, Roberto Pirilo, Ângela Leal, Ítalo Rossi.
A trama - Para atrair a atenção do público, Braga ampliou os sofrimentos da escrava branca que sonhava com a liberdade e com um grande amor. Leôncio (Rubens de Falco), dono de Isaura (Lucélia Santos), atormentou a mocinha até o último capítulo. Além de matar a própria mulher e também o primeiro amor da heroína, o antipático vilão chegou a levá-la para o tronco.
Destaque - Doce e determinada, Isaura conquistou o mundo. Exibida em 78 países, a novela se tornou um grande sucesso internacional. O tema da escravidão lançou a atriz Lucélia Santos.
Trilha sonora - "Retirantes"(de e com Dorival Caymmi).



13º- Pecado Capital - 1975/1976
Uma tragédia no caminho do final feliz.

Autora - Janete Clair.
Elenco - Francisco Cuoco, Lima Duarte, Betty Faria, Rosamaria Murtinho, Débora Duarte, Denis Carvalho.
A trama - No enredo de Pecado Capital, Lucinha(Betty Faria) era a operária que dividia sentimentos e ambições entre o namorado,o taxista Carlão(Francisco Cuoco) e o milionário Salviano (Lima Duarte). Uma mala de dinheiro fora esquecida no carro de Carlão. A dúvida o acompanharia: devolver ou não não a fortuna?
Destaque - A primeira novela colorida no horário das 20 horas conseguiu mesclar ingredientes tradicionais com suspense bem amarrado. O desfecho trágico, a morte de Carlão, desafiou o padrão final feliz.
Trilha sonora - "Pecado Capital" (de e com Paulinho da Viola), "Juventude Transviada" (de e com Luiz Melodia) e "Happy" (Michael Jacson).

Publicado na Revista Época

Nenhum comentário:

Postar um comentário