sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Brígida Brito - A Rosa E O Sapo




Era uma vez uma rosa muito bonita, a mais linda do jardim. Mas começou a perceber que as pessoas somente a observavam de longe. Acabou se dando conta de que, ao seu lado, sempre havia um sapo e por essa razão ninguém se aproximava.



Irritada com a descoberta, ordenou ao sapo que fosse embora.


O sapo, humildemente, disse:

- Está bem, se é o que deseja.

Algum tempo depois o sapo passou por onde estava a rosa, e se surpreendeu ao vê-la acabada, sem folhas nem pétalas.

Penalizado, disse:

- Que coisa horrível, o que aconteceu com você?

A rosa respondeu:

- As formigas começaram a me atacar dia após dia, e agora nunca voltarei a ser bela como era antes.

O sapo respondeu:

- Quando eu estava por aqui, comia todas as formigas que se aproximavam de ti. Por isso é que eras a rosa mais bonita do jardim.

Muitas pessoas desvalorizam os outros por acharem que são superiores, mais bonitas ou mais ricas. Deus não fez ninguém para "sobrar" neste mundo. Ninguém deve desvalorizar ninguém. 

Na escola da vida, todos temos algo a aprender ou a ensinar.



Autor desconhecido

Brígida Brito
Médica e terapeuta de regressão

Publicada no jornal Correio da Paraíba
Edição de 22 de janeiro de 2016
Espaço do Ser

Nenhum comentário:

Postar um comentário