sexta-feira, 23 de maio de 2014

As Estrelas Que Fizeram O Sucesso De Dancin'Days

Saiba como estão os artistas da novela que marcou a história da televisão e está sendo reprisada pelo Canal Viva



Desde o dia 7, o Canal Viva exibe com enorme sucesso a novela "Dancin'Days", protagonizada por Sônia Braga e Antônio Fagundes,com Joana Fomm no papel da grande vilã. A trama de Gilberto Braga, apresentada pela primeira vez em 1978, foi um marco na TV. Lançou Glória Pires, aos 15 anos, ao estrelato,alcançou em média 59 pontos de audiência e influenciou o comportamento de muitos brasileiros.


O folhetim tem como um de seus cenários a discoteca Frenetic Dancin'Days, o que motivou e muito o surgimento de discotecas no país todo. E as roupas, sobretudo da batalhadora Júlia (Sônia), viraram moda. Boa parte das brasileiras passou a usar meia soquete de lurex com salto alto fino e calça de cetim, ícone adotado  pela bela.

Na história, depois de 11 anos presa, Júlia tenta reconquistar o amor da filha, Marisa, papel de Glória, criada pela tia diabólica Yolanda, vivida por Joana.

- Saiba quem foi quem em Dancin'Days e por onde andam os principais artistas...

Sônia Braga
A protagonista Júlia passou de ex-presidiária a milionária após se casar com um homem bem mais velho, Ubirajara (Ary Fontoura). A atriz, de 63  anos, fez carreira no cinema internacional.
Ary Fontoura e Sônia Braga
Ary Fontoura
 Ubirajara promoveu a grande virada na vida de Júlia. Aos 81 anos, o ator brilhou como Lutero na novela "Amor à Vida" após tantos papéis memoráveis.


Antonio Fagundes
Aos 29 anos, interpretou o diplomata Cacá, grande amor de Júlia. Hoje, aos 65 após brilhar em dezenas de novelas, o ator faz o italiano Giácomo na novela "Meu Pedacinho do Chão"  
Antônio Fagundes e Sônia Braga

Cacá (Antônio Fagundes ) e Júlia (Sônia Braga) viveram um romance arrebatador


Joana Fomm
Ganhou prêmios pela interpretação da megera Yolanda Pratini, irmã e rival de Júlia. Há 7 anos, foi diagnosticada com câncer de mama e, hoje, sanado o problema, está pronta para voltar ao trabalho. 

José Lewgoy e Joana Fomm

Horácio (José Lewgoy)marido de Yolanda (Joana Fomm)

Glória Pires
Foi Marisa, a adolescente problemática que não aceitava o fato de a mãe ter sido presidiária. A atriz, que faz parte do primeiríssimo time global, está escalada para a próxima novela de Gilberto Braga, "Três Mulheres", na qual fará uma ninfomaníaca. 
Glória Pires e Reginaldo Faria
Marisa (Glória Pires) e Hélio (Reginaldo Faria). A estrela tinha apenas 15 anos e o ator despontou na Globo nessa trama.
Reginalddo Faria
Hélio -  esteve na novela "Jóia Rara"

Lídia Brondi
Vera era a paixão de Beto, interpretado por Lauro Corona, que morreu em 1989 vítima de aids. A atriz, uma das mais belas e requisitadas de sua geração, se afastou da TV no auge do sucesso, em 1990. Hoje, aos 53 anos, atua como psicóloga. Dizem, enfrentou no passado uma síndrome do pânico. Em 2013, Lídia oficializou a união de 20 anos com o ator Cássio Gabus Mendes.

Lauro Corona
Verinha (Lídia Brondi) e Beto (Lauro Corona) na discoteca Frenetic Dancin'Days

Beatriz Segall
Celina, a mãe protetora de Cacá, morre num acidente de carro na trama. Está com 87 anos e sua atuação mais recente na TV foi na novela "Lado a Lado" (2012) como Madame Besançon.
Celina (Beatriz Segall) e Franklin ( o saudoso Cláudio Correia e Castro).

Pepita Rodrigues
Fez a professora de ginástica Carminha, filha de Alberico (Mário Lago), falecido em 2002). Em 2011, participou do remake de Ti-ti-ti, da Globo.
Carminha (Pepita Rodrigues) e Jofre (Milton Moraes). O ator faleceu em 1993.

Neusa Borges
Madá era a melhor amiga de Júlia nos tempos da prisão. Foi a Diva da novela " Salve Jorge" (2012), entre outros papéis.
Chica Xavier 
Marlene, a empregada da casa de Alberico. Está com 78 anos e participou da novela "Cheias de Charme" (2012), como uma vidente.


Os Que Já Se Foram...


Lauro Corona
Beto, ( Lauro Corona), morreu em 1989 vítima de aids.
Mário Lago
Alberico, (Mário Lago). O ator faleceu em 2002.
Yara Amaral
Áurea (Yara Amaral). A atriz morreu no desastre do Bateau Mouche, em 1988.
José Lewgoy 
Horácio (José Lewgoy), morto em 2003, teve uma parada cardíaca aos 82 anos.
Cláudio Correia de Castro
Franklin (Cláudio Correia de Castro) saiu de cena aos 77 anos, em consequência de falência múltipla dos órgãos.
Milton Moraes
Jofre (Milton Moraes) morreu em 1993, aos 62 anos de câncer em 1993.

Por Wal Ribeiro

Publicado na revista TITITI
Chega de saudade
Fotos: TV Glogo/Divulgação - Joel Maia - AgNews - Fernando Lemos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário