sábado, 28 de maio de 2016

A Novela Esperança


Encontros e desencontros
Na década de 30, Toni e Maria precisaram enfrentar muitos obstáculos antes de viver um grande amor.
Armadilhas do destino
Maria reencontra Toni e, depois de muitos dissabores consegue viver seu grande amor.
Reynaldo Gianecchini
O italianinho Toni deixou seu país para tentar uma vida melhor no Brasil
Raul Cortex, Reynaldo Gianecchini e Priscila Fantini
No Brasil, Genaro (Raul Cortez) tentou de tudo para reaproximar Maria (Priscila Fantini) de seu filho, Toni (Reynaldo Gianecchini).No cenário da queda do ciclo do café, no começo dos anos 30, e com a transformação do Brasil, em um país formado por imigrantes, dois jovens viveram muitas desilusões ao longo de suas vidas
Raul Cortez e Eva Wilma
Toni (Reynaldo Gianecchini), filho do pianista Genaro (Raul Cortez) e de Rosa (Eva Wilma), era um sonhador que adorava ouvir as histórias que seu tio, Giuseppe (Walmor Chagas), contava sobre o Brasil. 

 Priscila Fantini
Priscila Fantini foi a sofredora Maria
Quando viu seu romance com Maria (Priscila Fantini) proibido por Giuliano (Antônio Fagundes), pai da moça e inimigo de sua família, o jovem escultor decidiu fugir com a amada para São Paulo para começarem juntos uma vida nova.
Depois de enfrentar Genaro (que não gostou nada da ideia do filho), Toni não conseguiu encontrar Maria, que foi proibida por Giuliano de sair de casa e, assim, não conseguiu fugir com o amado. Então, o italiano seguiu sozinho rumo ao Brasil, onde pretendia melhorar de situação para depois buscar Maria na Itália.
A história se complicou quando a moça, após a partida de Toni, descobriu que estava grávida dele. 
José Mayer
Conclusão: Maria foi obrigada a se casar com Martino (José Mayer), que assumiu a paternidade da criança. 

Fernanda Montenegro
O único consolo dela era o amor da avó, Luiza (Fernanda Montenegro), que aconselhava e compreendia a neta.

Parentes no Brasil

Maria Fernanda Cândido e Laura Cardoso
 Nina e Madalena prima e tia de Toni
Ao chegar em São Paulo, Toni conseguiu arranjar emprego no armarinho do judeu Ezequiel (Gilbert Stein) e foi acolhido pelo comerciante e toda sua família. Na capital paulista dos anos 30, o jovem italiano conheceu os únicos parentes de que tinha notícia no Brasil: Dona Madalena (Laura Cardoso), lavadeira que foi mulher de seu tio Giuseppe (Walmor Chagas), e a linda prima Nina (Maria Fernanda Cândido) jovem operária e rebelde que lutava contra as injustiças da política trabalhista no País.
Walmor Chagas e Raul Cortez
No passado, quando morou no Brasil, Giuseppe (Walmor Chagas|) se apaixonou por Madalena(Laura Cardoso), mas teve que retornar à Itália e nunca mais viu a mulher e sua filha.

Fazendeira mão-de-ferro

Lúcia Veríssimo
Francisca era uma fazendeira durona e inimiga dos italianos.
Paralelamente, contava-se a história de Francisca Mão-de-ferro (Lúcia Veríssimo), uma fazendeira durona, viúva e fina, mãe de Maurício (Ranieri Gonzalez) e Beatriz (Miriam Freeland)Ela mantinha uma grande rivalidade com italianos que se instalaram na propriedade vizinha: a família de Vicenzo (Othon Bastos) e Consância (Araci Esteves).
Emilio Orciollo Netto e Miriam Freeland
 E para pesadelo da fazendeira, sua filha se apaixonou por Marcello (Emilio Orciollo Netto), herdeiro dos rivais. O rapaz viveu momentos dramáticos quando resolveu enfrentar o pai em nome de sua paixão por Beatriz (Miriam Freeland). 

Triângulo amoroso 

Ranieri Gonzalez ,Miriam Freeland e Simone Spaladore
Caterina e Mauricio tiveram um filho, o xodó da tia Beatriz. 
Outra história de amor foi a de Caterina (Simone Spaladore). Filha de Vicenzo e Constância, seguiu os passos do irmão e se apaixonou por Maurício (Ranieri Gonzalez), filho de Francisca (irmão de Beatriz). A paixão despontou ao mesmo tempo em que a moça foi assediada por Gaetano (Zé Victor Castiel), primogênito de um dos sócios de seu pai. Vicenzo (Othon Bastso) incentivava o namoro dos dois, mas estava na verdade de olho nas terras, num jogo de interesses que terminou muito mal. O amor de Caterina por Maurício começou com a repulsa da moça pelo almofadinha de maneiras gentis, porém, mau-caráter.

Os anos se passaram e Maria (Priscila Fantini), aos poucos, foi se convencendo que poderia nunca mais ver o grande amor da sua vida, mas quando menos esperava, foi obrigada a sair da Itália. Já casada com Martino (José Mayer), teve que se mudar para o Brasil, já que o marido precisava 'fugir' depois que se envolveu em uma grande briga política. Por aqui, eles se hospedaram em um hotel e, então, Martino avisou à mulher que eles ficariam definitivamente no País.

Genaro e Maria


Priscila Fantini e Raul Cortez
Com a morte de Rosa (Eva Wilma), Genaro (Raul Cortez) viajou para o Brasil na esperança de rever Toni (Reynaldo Gianecchini), com quem queria fazer as pazes. Porém, na última hora, esqueceu de levar a carta com o endereço do jovem. Ao chegar, Genaro se hospedou na pensão de Mariusa (Regina Maria Dourado) e logo encontrou Maria. Felizes, lamentaram não saber o paradeiro de Toni. Mas Genaro ficou cheio de alegria quando conheceu o neto.

Um assassinato

Lúcia Veríssimo
Por um acaso trágico, Maria se viu livre para viver sua vida como bem entendesse, pois ficou viúva após Martino levar um tiro de Maurício (Ranieri Gonzales). O assassino pensava que o italiano tinha um caso com sua mãe, Francisca(Lúcia Veíissimo), e atirou sem piedade. Maria tornou-se suspeita do crime, porém, nada foi provado contra ela e, tempos depois, o verdadeiro culpado foi punido.

Amantes apaixonados

Priscila Fantini e Reynaldo Gianecchini
Viúva, Maria foi morar na mesma pensão que Genaro, que já havia conseguido localizar o filho. Porém, a preocupação do velho era que Toni estava casado com Camille (Ana Paula Arósio). Mesmo assim, fez questão de promover o reencontro dos apaixonados. Toni desceu do bonde em companhia de seu pai, que o levou ao encontro da amada. Durante o trajeto, Genaro pediu para ele não esquecer que era um homem casado. Toni, a caminho da pensão, avistou Maria no portão e correu em direção aos seus braços. Os dois não puderam conter a emoção, e rodopiaram entre beijos e abraços. Logo, os pombinhos passaram a se encontrar como amantes, provocando crises de ciúmes em Camille( Ana Paula Arósio).


Por uma vida melhor

Maria Fernanda Cândido
A alegre operária Nina, que lutava pelos direitos trabalhistas.As questões trabalhistas e os problemas enfrentados pela mão de obra feminina naquela época foram discutidos através da personagem Nina (Maria Fernanda Cândido), que trabalhava em uma fábrica e, além da dura jornada de trabalho.Ela incitava as operárias a lutarem por aumento de salário e chegou  a ser presa por liderar uma greve geral.
Ligia Cortex
Ela era obrigada a driblar o assédio do patrão, Humberto (Oscar Magrini), marido da dona da fábrica, Silvia (Ligia Cortex).

Final (quase) feliz

Raul Cortez e Reynaldo Gianecchini
Em uma cena triste, Genaro morreu nos braços do filho após levar um tiro.
No desfecho da novela, Genaro foi assassinado por integralistas que pretendiam matar Toni.
Reynaldo Gianecchini e Priscila Fantini
O protagonista e Maria terminaram a trama juntos ao lado de Martininho, na Itália, e reencontraram a querida Luiza (Fernanda Montenegro), que havia desaparecido há muitos anos.
Reynaldo Gianecchini e Ana Paula Arósio
Já Camille se revelou uma ótima administradora, assumiu a fábrica de tecelagem e respeitava os direitos trabalhistas dos funcionários. Nas cenas finais do último capítulo, a história deu um salto no tempo e mostrou Toni, Maria e Camille já idosos, relembrando o passado.

Você sabia?

Esperança foi idealizada para ser uma continuação de Terra Nostra (1999),mas Benedito Ruy Barbosa concluiu que não conseguiria 'seguir' as tramas desenvolvidas na novela anterior e propôs uma nova história. Com problemas pessoais, o autor se afastou da trama e, a partir do capítulo 149, Esperança passou a ser escrita por Walcyr Carrasco.

Ficha técnica

Emissora: Rede Globo
Capítulos: 209
Exibição: 17 de junho de 2002 a 15 de fevereiro de 2003
Horário: 20h
Autores: Benedito Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco.

Por Núcia Ferreira

Publicado na revista TV Brasil n/n 840 e 841
Vale a Pena Ler de Novo
Fotos: Divulgação/Globo - www.terra.com.br-diversao.terra.com.br
www.pinterest.com-noticias.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário