sexta-feira, 6 de maio de 2016

A Série A Casa Das Sete Mulheres

As sete mulheres da trama que fez sucesso na Globo

Camila Morgado,Bete Mendes, Nívea Maria, Daniela Escobar,Eliane Giardini, Samara Felippo, Mariana Ximenes, 



Amores e descobertas no sul do Brasil
Em um tempo em que o povo clamava por mudanças, sete mulheres viviam suas angústias em plena guerra
A Saga continua
E no meio da guerra, vários casais sofreram por amor.

Werner Schunemann
Bento Gonçalves (ao centro) comandava um exército durante a guerra no Rio Grande do Sul


Quando estourou a revolução Farroupilha no sul do País, após a abdicação de D.Pedro I, o líder gaúcho Bento Gonçalves (Werner Schunemann), antes de partir para a batalha, mandou tirar as mulheres e crianças de sua família do centro dos conflitos e todas seguiram para São Pedro do Rio Grande. A Estância da Barra, de Ana Joaquina (Bete Mendes) era protegida e de difícil acesso, portanto, estariam a salvo da guerra.  Maria (Nívea Maria), Manuela (Camila Morgado), Rosário (Mariana Ximenes), Mariana (Samara Felippo), Caetana (Eliane Giardini) e Perpértua (Daniela Escobas) passaram a viver a espera do fim do conflito e da volta dos homens.

Família quase perfeita

Werner Schunemann como Bento Gonçalves
Bem casado com a uruguaia Caetana (Eliane Giardini), Bento (Werner Schunemann) formava uma família modelo que causava admiração e inveja em seus amigos e também nos inimigos. Quando seu clã se reuniu para se refugiar na Estância da Barra, Caetana (Eliane Giardini), seguiu com a filha mais velha, Perpétua (Daniela Escobar), e os filhos pequenos. A irmã mais nova de Bento, Maria, e suas três jovens filhas (Rosário, Manuela e Mariana) também foram para o local. Durante o período que permaneceram isoladas da guerra na estância, as mulheres passaram por várias situações e descobriram a dor e o prazer, a solidão e o amor, vivendo todas as angústias de um conflito.

Personalidades diversas

Zé Carlos Machado como Anselmo
Ana Joaquina (Bete Mendes), dona da estância, era uma pessoa conciliadora e bondosa, e em nada se parecia com a irmã, Maria  (Nívea Maria)que após casar-se com Anselmo (Zé Carlos Machado),transformou-se numa mulher muito amarga, fria e cruel. As três filhas tinham características bem diferentes e também não se pareciam com a mãe. Manuela (Camila Morgado) era uma jovem doce,enquanto Rosário( Mariana Ximenes)era a frágil e sonhadora da família. Já Mariana ( Samara Felippo) se mostrava rebelde, tinha personalidade irreverente e bem-humorada. Caetana (Eliane Giardini)-mãe da reservada Perpétua(Daniela Escobar)- era determinada e de temperamento forte.

Amor impossível

Rodrigo Faro como Joaquim
No início da trama, Manuela (Camila Morgado) que se encantou pelo aventureiro italiano Giuseppe Garibaldi (Thiago Lacerda), que se hospedou na estância de Ana ( Bete Mendes). Apesar da oposição dos pais da jovem, que desejavam vê-la casada com Joaquim (Rodrigo Faro), filho de Bento Gonçalves ( Werner Schunemann) , os dois não resistiram à paixão e acabaram se entregando ao amor. Garibaldi ( Thiago Lacerda), então, prometeu se casar com Manuela (Camila Morgado). Porém, o destino tinha outros planos para eles. Durante uma grande batalha, Anselmo ( Zé Carlos Machado), pai da moça,foi atingido ao tentar proteger Bento Gonçalves (Werner Schunemann)Antes de morrer, ele pediu ao cunhado que casasse a filha com Joaquim ( Rodrigo Faro). E ao saber que a amada já estava prometida a outro homem, Garibaldi (Thiago Lacerda) partiu para a guerra, deisxando para trás uma sofrida paixão.

Feitos um para o outro 
Giuseppe Garibaldi (Thiago Lacerda)  e Anita ( Giovanna Antonelli) viveram  um amor durante a guerra

Depois de desfazer o compromisso com Manuela ( Camila Morgado),Garibaldi (Thiago Lacerda) teve outro encontro amoroso ao longo da trama. Na guerra, se envolveu com a bela Anita (Giovanna Antonelli), uma mulher casada que, após conhecer e se apaixonar pelo italiano, abandonou o marido para juntar-se aos revolucionários. Forte e corajosa, ela logo despertou o interesse de Garibaldi(Thiago Lacerda), que, aos poucos, se esqueceu de Manuela (Camila Morgado).

Anita (Giovanna Antonelli)  e Giuseppe Garibaldi  (Thiago Lacerda) se apaixonaram durante a guerra no Sul
Manuela ( Camila Morgado) fez o parto da rival, Anita (Giovanna Antonelli)

Durante a Guerra dos Farrapos, Manuela (Camila Morgado) fez um diário e escreveu relatos emocionantes sobre seu amor por Garibaldi (Thiago Lacerda). Mesmo com o compromisso desfeito, a jovem foi atrás de seu amado em Laguna, durante às batalhas.Decidida a ficar perto de seu grande amor, passou a ajudar os soldados feridos em combate. Sua presença perturbou Garibaldi (Thiago Lacerda) e despertou o ciúme de Anita (Giovanna Antonelli), incitando a disputa entre as duas pelo italiano. Anita Giovanna Antonelli) engravidou e foi Manuela (Camila Morgado) quem fez o parto. No final, para proteger sua família, Garibaldi (Thiago Lacerda) foi para o Uruguai com a esposa e o filho. Após batalhas e tentativas de acordo, a paz foi assinada e Bento Gonçalves (Werner Schunemann) e seu clã voltaram para casa. Manuela (Camila Morgado) terminou sozinha, pois quando quis ficar com Joaquim (Rodrigo Faro), o moço desistiu ao perceber que ela amava Garibaldi(Thiago Lacerda).

Além da vida
A romântica Rosário (Mariana Ximenes) viveu um amor sobrenatural com Estevão 
Thiago Fragoso como Estevão

Outra história que teve destaque na trama foi o romance entre Rosário (Mariana Ximenes) e o oficial caramuru Estevão (Thiago Fragoso). No início da minissérie, ele, um capitão do exército imperial, protegeu a jovem, que foi perseguida por oficiais de sua tropa. Os dois se apaixonaram à primeira vista. Quanto Estevão (Thiago Fragoso) ficou gravemente ferido, Rosário (Mariana Ximenes) o levou para a estância onde, sem que ninguém da família soubesse, ele ficava sob os cuidados dela. Ao se recuperar, Estevão (Thiago Fragoso) partiu, mas prometeu a amada que logo voltaria.

 Afonso Corte Real ( Murilo Rosa), um dos oficiais da Guerra dos Parrapos
Mariana Ximenes e Thiago Fragoso fizeram par romântico

A família de Rosário (Mariana Ximenes) queria que ela se casasse com  Afonso Corte Real (Murilo Rosa), um dos oficiais de confiança de Bento Gonçalves (Werner Schunemann). Mas ela o rejeitava, deixando claro que gostava mesmo de outro homem. Ainda que sem notícias de Estevão (Thiago Fragoso), Rosário (Mariana Ximenes) não resistiu de esperá-lo, recusando-se a acreditar que estivesse morto. Com o tempo, o fantasma do moço começou a aparecer para a jovem, e os dois viveram um romance esquisito e transcendental. No final da história, Rosário (Mariana Ximenes) morreu sem que ninguém identificasse a causa do falecimento.

Final feliz
Bete Mendes, Nívea Maria, Jandira Martini, Eliane Giardini, e Samara Felippo
As valentes mulheres da família de Bento Gonçalves (Werner Schunemann).

No decorrer da trama, descobriu-se que Maria (Nívea Maria) engravidou de um grande amor do passado, mas abortou a criança por não ter coragem de enfrentar o pai e romper com o casamento arranjado. Reprimida e infeliz, ela nunca mais teve notícias do homem que amou de verdade. Mas Maria (Nívea Maria) resolveu ir atrás dele e descobriu que seu pai mandou matá-lo assim que ela se casou com Anselmo ( Zé Carlos Machado).
Heitor Martinez e Samara Felippo

Mesmo guardando essa dor no peito, a mulher reagiu de forma autoritária quando a filha, Mariana (Samara Felippo)  se envolveu com João Gutiérrez (Heitor Martinez), peão da estância. A paixão dos dois provocou uma reviravolta na vida da família, já que eles eram de condições sociais distintas. Quando Mariana (Samara Felippo) engravidou, Maria (Nívea Maria), transtornada, prende a filha em um quarto.
Jandira Martini

Jandira Martini é D. Antônia, irmã mais velha de Bento Gonçalves. Viúva, ela mora sozinha numa estância vizinha a de D. Ana.


Antônia (Jandira Martini) levou a sobrinha para sua casa. No final da obra, Mariana ( Samara Felippo) e João ( Heitor Martinez) ficaram juntos com o pequeno Matias. Já Antônia (Jandira Martini) passou a estância para o nome dos dois, deixando o casal emocionado com um ato tão nobre.

Ficha técnica 

Emissora: Rede Globo
Capítulos: 53
Exibição: 07 de janeiro a 08 de abril de 2003
Horário: 23 hs
Autores: Maria Adelaide Amaral e Walther Negrão

Você sabia?

A Casa das Sete Mulheres foi a estreia na telinha de Camila Morgado e de Werner Schunemann. A série foi tida como uma superprodução e as cenas das batalhas foram muito elogiadas. Com altos índices de audiência, a produção serviu ainda para alavancar a venda do livro de Letícia Wierzchowski, no qual a história foi baseada.

Texto: Núcia Ferreira

Publicado na revista TV Brasil n/n 838 e 839
Vale a Pena Ler de Novo
Fotos: Rede Globo/Divulgação
www.purepeople.com.br - canalviva.globo.com diversao.terra.com.br - carolinelage.zip.ne

Nenhum comentário:

Postar um comentário