terça-feira, 8 de novembro de 2016

Tarcísio Meira

´
Tarcísio Meira

O ator acompanhou de perto a evolução da dramaturgia na TV
Não tem como falar da história da teledramaturgia brasileira sem citar o nome dele. Aos 81 anos, o ator é um dos rostos mais conhecidos da TV e, não à toa, chega a se considerar íntimo do público. "A maioria das pessoas, quando nasceu, eu já estava lá (na televisão). Por isso, elas têm uma grande intimidade", pontua o veterano, que até pensou, um dia, em ser diplomata. "Sempre fui muito preocupado com a paz. E um diplomata não mente. Ele esconde para falar na hora certa", analisa. Mas quis o destino que Tarcísio se consagrasse mesmo como ator. Só na TV, foram mais de 60 trabalhos, entre novelas, seriados e minisséries, teleteatros e telefilmes, numa carreira que começou em 1961, na extinta TV Tupi. "Com certeza, algum ator mexicano terá feito mais novelas do que eu, falando mais palavras do que eu. Mas ele, com certeza, não terá decorado tanto textos quanto eu", salienta.


Tarcísio Meira
O grande ator também está completando 60 anos de de carreira. E sua história de vida e paixão pela arte de interpretar se confunde com a da nossa televisão.
Tarcísio Meira e Glória Menezes.



De família tradicional, ele estreou nos palcos aos 20 anos. E na TV, em 1963, fez a primeira novela diária do Brasil, 2-5499 Ocupado, na extinta TV Excelsior, ao lado de sua eterna musa, Glória Menezes.Casado há 52 anos com Glória Menezes, o artista é pai de Tarcísio Filho, que seguiu seus passos e recentemente atuou em Verdades Secretas.

Tarcisio Filho e Drica Moraes
Ele interpretou Rogério Gomes,e Drica Moraes como Carolina, que se separam quando ela descobre uma segunda família dele.





Nasce um galã


Glória Menezes e Tarcísio Meira


Já no início da carreira, depois de uma boa passagem pelos palcos, Tarcísio participou dos primeiros teleteatros que foram feitos na televisão, que ainda estava engatinhando. Foi justamente nessa época e nesse cenário que conheceu Glória Menezes, com quem está casado até hoje, em uma união de mais de 50 anos.


Foram mais de 30 novelas, diversas minisséries e filmes. Entre seus personagens inesquecíveis estão Larry  de 2-5499 Ocupado, João Coragem, de Irmãos Coragem, Edmundo Amarante de A Deusa Vencida ,Juan Gallardo de Sangue e Areia, Rodrigo de Cavalo de Aço,Antônio Dias, de Escalada,  Renato Vilar de Roda de Fogo ,Bóris, de O Beijo do Vampiro , Tide de Páginas da Vida  e o Tenório, de Saramandaia . Além dos memoráveis Capitão Rodrigo Cambará na minissérie O Tempo e o Vento e o temido dom Jerônimo de A Muralha .




1963 - 2-5499 Ocupado



Tarcísio Meira e Glória Menezes
Como Larry ao lado de Glória Menezes em 2-5499, Ocupado

Com o sucesso do formado junto ao público, o ator estrelou a primeira telenovela diária do Brasil, 2-5499 Ocupado, na Excelsior. Protagonizou ainda outras sete produções na mesma emissora.

1965 - A Deusa Vencida 


Foi Edmundo Amarante em A Deusa Vencida (Excelsior), ao lado de Regina Duarte, Edson França e Glória Menezes.

Sua estreia na Globo aconteceu no ano de 1967, em Sangue e Areia. A trama, escrita por Janete Clair, fez com que Tarcísio e Glória se tornassem um dos pares românticos favoritos das pessoas. A parceria com a autora também rendeu bons frutos: o ator protagonizou outras seis novelas dela.



1968 - Sangue e Areia




Tarcísio Meira com Theresa Amayo e Glória Menezes em Sangue e Areia
Tarcísio Meira é o toureiro Juan Gallardo, que se divide entre o amor de Pilar (Theresa Amayo) e Doña Sol (Glória Menezes), que arranca seus próprios olhos, como prova de amor a Juan Gallardo.


1970 - Irmãos Coragem

Irmãos Coragem com os saudosos Zilka Salaberry, Cláudio Marzo e Cláudio Cavalcanti
Irmãos Coragem, na qual viveu o mocinho João Coragem, foi um dos maiores sucessos da fase preto e branco da televisão brasileira e até hoje um clássico. "Esta foi a primeira trama que os homens admitiam ver. Até então, eles assistiam meio escondidos, envergonhados, porque novela era coisa de mulher", relembra.

1973 - Cavalo de Aço

Em Cavalo de Aço (1973), par de Betty Faria
Tarcísio Meira viveu Rodrigo, maquinista, busca vingança pela morte dos pais. Envolve-se com Miranda (Glória Menezes ) e Joana (Betty Faria).


1975 - Escalada




Tarcisio Meira e Renée de Vielmond
Tarcísio também atuou em várias tramas de Lauro César Muniz, como Escalada, em que viveu Antônio Dias, personagem que testemunhou a construção de Brasília. "Foi o primeiro papel que fiz com uma trajetória de vida inteira", conta.Na década de 75, o personagem Antônio Dias, vivido por Tarcísio, era um caixeiro-viajante ambicioso que se mudou para o interior de São Paulo para subir na vida. Na primeira parte da trama, ele vai à falência, mas na segunda fica rico e pede em casamento a mulher por quem foi apaixonado a vida toda, Marina (Renée de Vielmond).E se consagrou como galã.


1977 - Espelho Mágico



Em Espelho Mágico na pele de Diogo Maia
Em seguida atuou em mais duas novelas do autor: Espelho Mágico e Os Gigantes.Na última, contracenou com outro grande astro, Francisco Cuoco, também considerado um grande galã na época.


1979/80 - Os Gigantes


Francisco Cuoco, Dina Sfat, Tarcísio Meira, Joana Fomm e Suzana Vieira em Os Gigantes
Tarcisio Meira viveu Fernando Lucas, dono da Fazenda São Lucas e de uma companhia de laticínios. Casado com Vânia (Joana Fomm). Ele disputa o amor de Paloma (Dina Sfat) com seu amigo Francisco (Francisco Cuoco)).

1980 - Coração Alado


Tarcísio Meira e Débora Duarte

Tarcísio Meira (Juca Pitanga) e Débora Duarte (Catucha) em cena de Coração Alado


O último personagem de Janete que Tarcísio interpretou foi o artista plástico Juca Pitanga, de Coração Alado, em 1980, pois a autora morreu três anos depois. 

1983 - Guerra dos Sexos


Ângela Figueiredo, Tarcísio Meira, Maitê Proença, Fernanda Montenegro e Paulo Autran, em Guerra dos Sexos - 1ª versão, 1983.
Na década de 80, Tarcísio deu uma guinada na carreira, deixando para trás o rótulo de galã da família brasileira. Além de trabalhos no teatro e no cinema, fez seu primeiro papel cômico em Guerra dos Sexos, como o trapalhão Felipe: "Era um personagem muito distraído. Eu me lembro de uma cena que fiz num grande shopping de São Paulo. O Felipe estava experimentando roupa, de repente, pegava a mala e saía andando pelo saguão do shopping de paletó, gravata e cueca!", diverte-se.Tarcísio viveu Felipe na primeira versão de Guerra dos Sexos, em 1983. O personagem era o único herdeiro de Charlô (Fernanda Montenegro). Machista, ele fazia o tipo que se casava e se divorciava várias vezes por não conseguir lidar com as mulheres.


Diversificando

Depois de um tempo fora da telinha, Tarcísio voltou a atuar em novelas, interpretando o inescrupuloso empresário Renato Villar, em Roda de Fogo, retomando a parceria com Lauro César Muniz.


 1986/87 - Roda de Fogo

Renaa Sorrah e Tarcísio Meira 

Tarcísio Meira é Renato Villar casado com Carolina (Renata Sorrah) filha de proprietários de grandes terras. Foi um casamento sem amor, apenas por ambição de Renato,homem frio,orgulhoso, prepotente e arrogante.embora tenha uma imensa fortuna, homem frio,orgulhoso, prepotente e arrogante.

1988Tarcísio e Glória



Tarcísio Meira e Glória Menezes

Ele e Glória Menezes estrelaram depois Tarcísio e Glória.
O seriado mostra o relacionamento entre um empresário corrupto e uma extraterrestre.Tarcísio Meira como ele mesmo, em 'Tarcísio e Glória'.Casados desde 1962, Tarcísio e Glória fizeram um seriado juntos em 1988. Eles eram os produtores e atores da atração, que contava a história do casal.O seriado mostra o relacionamento entre um empresário corrupto e uma extraterrestre.

Também fez Araponga, trama escrita por Dias Gomes , Lauro César Muniz e Ferreira Gullar, que tinha como proposta manter uma estrutura de telenovela com ritmo de minissérie.

1990Araponga 


Tarcísio Meira e Traumaturgo Ferriera
Na trama de 1990, Tarcísio interpretou o hilário Aristênio Catanduva, um policial federal atrapalhado, que colecionava calcinhas, e tinha grande admiração por James Bond.

1992 - De Corpo e Alma 

Na década de 90, atuou ainda em De Corpo e Alma.

Tarcísio Meira e Betty Faria
Em 1992, o ator também mandou bem na pele de Diogo, um juiz muito honesto no trabalho, mas infiel na vida pessoal. Era casado com Antônia (Betty Faria), mas se apaixonou por Bettina (Bruna Lombardi) e não tinha coragem de contar a verdade para a esposa. Aflita com a situação, a amante sofreu um acidente fatal.

1993/94 - Fera Ferida



Tarcísio Meira,Diogo Bandeira, Lucinha Lins

Tarcísio Meira protagonizou Feliciano Mota da Costa, prefeito de Tubiacanga e marido de Laurinda (Lucinha Lins). Enganou ao povo dizendo que a cidade tinha uma mina de ouro Ele e a esposa são atingidos por um pistoleiro e morrem afogados. 



1994/1995 - Pátria Minha



Tarcísio Meira em Pátria Minha
Tarcísio Meira é Raul Pellegrini que atropela uma pessoa e Alice (Cláudia Abreu) sendo pressionada a testemunha a favor dele, um empresário arrogante. 

 1996 - O Rei do Gado



Tarcísio Meira como Giuseppe, em 'O Rei do Gado'


O ator também participou da primeira fase da famosa novela O Rei do Gado,de Benedito Ruy Barbosa como o italiano Guiseppe Bedinazzi.

A novela que marcou a disputa entre os Mezenga e os Berdinazi foi um grande sucesso na década de 90. Na história, Tarcísio interpretou Giuseppe, o líder dos Berdinazi, um italiano autoritário, proprietário de uma fazenda de café, que vive em pé de guerra com os vizinhos.


1998 - Torre de Babel
Tarcísio Meira e Natália do Valle em Torre de Babel

Empresário rico,César Toledo (Tarcísio Meira) é casado com Marta (Glória Menezes) e tem uma grande paixão, Lúcia (Natália do Valle).



2000 - A Muralha 

Tarcísio Meira como Dom Jerônimo, com Letícia Sabatella
Em 2000, Tarcísio teve um dos grandes marcos de sua carreira: Dom Jerônimo. Embora se passasse por um homem humilde, o comerciante era um hipócrita religioso e grande vilão da trama. O ator foi premiado pela atuação.



Em 2002, Tarcísio trabalhou em O Beijo do Vampiro, de Antonio Calmon, como o maligno Bóris. 

2002 - O Beijo do Vampiro 

Julia Lemmertz e Tarcísio Meira em O Beijo do Vampiro
Fez sucesso em O Beijo do Vampiro (2002) no papel de Bóris Vladescu, que se casa com Marta Morta, interpretada por Julia Lemmertz
Na trama de 2002, Tarcísio viveu o Duque Bóris, um vampiro de 800 anos muito cruel e egoísta, que tinha como maior objetivo ganhar um herdeiro para não deixar de ser um vampiro de primeiro escalão.

2004 -  Um Só Coração



Atuou na minissérie Um Só Coração, de Maria Adelaide e Alcides Nogueira.
Tarcísio Meira em Um Só Coração
Ele protagonizou o Coronel Totonho, da família  Antônio de Sousa Borba e um dos donos de fazenda de café  que  com a queda da bolsa de valores perdeu tudo e se suicidou.

2004/2005 - Senhora do Destino

Tarcísio Meira e Renata Sorrah em Senhora do Destino

Luis Carlos( Tarcísio Meira), deixou a família para viver com Nazaré (Renata Sorrah)e foi assassinado por ela.

Só voltou a estrelar outra trama em 2006 , em Páginas da Vida, de Moaneo Carlos, quando viveu o patriarca Aristide "Tide" Martins de Andrade.

2006 - Páginas da Vida 

Entre Thiago Lacerda, Ana Botafogo e Louise Cardoso em cena de Páginas da Vida (2006), na qual interpreta Aristides, o patriarca de uma família rica e humanista.

Voltou a contracenar com a esposa em 2007, no folhetim A Favorita, de João Manoel Carneiro.

2008 - A Favorita 

Tarcísio Meira e Glória Menezes
Tarcísio Meira e Glória Menezes levaram o amor da vida real para a ficção algumas vezes. Uma delas foi em A Favorita, de 2008, em que eles interpretaram Copola e Irene, respectivamente.

Em Insensato Coração, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, deu vida ao milionário boa praça Teodoro Amaral.

2011 - Insensato Coração





Tarcísio Meira e Glória Pires


Tarcísio Meira protagonizou  Teodoro Amaral personagem de Insensato Coração, viúvo e rico, é conquistador mas divertido e bem-humorado tem romances com Maria Padilha e Ângela Vieira, até encontrar Norma, por quem se apaixona. Mas ela tem um surto e provoca a sua morte. morre. Ela também é assassinada no final da novela.

2013 - Saramandaia 

Junto de Fernanda Montenegro em Saramandaia 
Na segunda versão de Saramandaia, exibida em 2013, Tarcísio viveu seu último papel na telinha. Na trama, após uma vida de desencontros, Tibério fica com Candinha (Montenegro), a mulher da sua vida, e os dois viram uma árvore.


Duas novelas no mesmo ano 



Em 2016, Tarcísio está em sua segunda novela,. Ele participou da primeira fase de Velho Chico, como o Coronel Jacinto, pai de Afrânio.


2016 - Velho Chico 


Tarcísio Meira na pele do poderoso coronel Jacinto, que comanda a cidade de Grotas do São Francisco, em 'Velho Chico'

2016 - A Lei do Amor

Tarcísio Meira em A Lei do Amor
O poderoso Fausto Leitão em A Lei do Amor


 Agora está em A lei do Amor, na pele de Fausto Leitão,político e empresário corrupto. Ele se cansa do jogo do poder e tudo o que deseja é deixar a vida sua e se tornar uma pessoa melhor. "Fausto é um bom bandido que quer ser um bandido bom. Estamos mudando o tempo todo. Acho possível que isso aconteça com ele. Fiz coisas na minha vida das quais eu me arrependo. Quem de nós não tem um arrependimento?", defende o ator.



Tarcísio Meira festeja 80 anos do jeito que mais ama: em cena!O ídolo ganhou muitos aplausos na estreia de O Camareiro.





Tarcísio Meira em seu camarim no dia 5/9, quando estreou o espetáculo
Há um mês, Tarcísio Meira faz sucesso no Teatro Porto Seguro, em Sampa, com O Camareiro . O ídolo completou 80 anos no dia 5 de outubro e festejou também ao 60 de carreira.




Publicado no
http://gshow.globo.com/
12/03/2016 08h27 - Atualizado em 12/03/2016 08h27
Fotos: Caiuá Franco/ Globo) - João Miguel Junior/TV Globo) - CEDOC/TV Globo).YouTube-Astros em Revista-Memória Globo-Óperas de Sabão - WordPress.com
Viva-Caras - Uol

Publicado na revista Tititi

Edição de n/n 892 16/10/2015

Publicado na revista TV Brasil n/n 865
Fotos: Globo/Divulgação-Terra-lcmais.wordpress.com-EstadãoExtra Online

Um comentário:

  1. GOSTARIA MUITO DE REVER AS NOVELA ANTIGA EM VALE A PENA VER DE NOVO COMO VAI DA IBOPE A DEUSA VENCIDA OU ROA REBELDE

    ResponderExcluir