sábado, 25 de fevereiro de 2017

Francisco Cuoco


Francisco Cuoco

"Uma mulher da minha faixa etária não me interessa como companheira, só como pessoa. Gosto dessa juventude exuberante"

Ficha técnica 

Nome: Francisco Cuoco
Data de nascimento: 29/11/1933
Local de nascimento: São Paulo/SP
Idade: 83 anos
Signo: Sagitário
Último trabalho: Atualmente o veterano está no ar como o italiano Gaetano, de Sol Nascente.
Status de relacionamento: O ator namora a bela Thaís Almeida, 53 anos mais jovem que ele
Curiosidades: Descendente de italianos, Francisco começou a carreira televisiva em 1964, em Marcados pelo Amor. Depois disso protagonizou grandes sucessos como O Semideus, O Astro, Roque Santeiro, Pecado Capital, Tropicaliente e A Próxima Vítima. No cinema, seu primeiro grande papel foi em Grandes Sertões , filme que foi produzido em 1960.


Ele trocou o curso de Direito pela TV e se tornou um de nossos grandes galãs.
Francisco Cuoco
Francisco Cuoco nasceu no italianíssimo bairro do Brás, na Zona Leste de São Paulo e, desde muito cedo, já manifestava sua tendência para a arte da interpretação. Bem em frente à casa em que morava com os pais e a irmã mais nova, havia um terreno baldio onde, vez ou outra, armava-se um circo. Toda aquela estrutura encantava o menino Cuoco e, quando o circo ia embora, era ele quem ocupava aquele palco. "Eu ia para lá e encenava uns diálogos engraçados para os vizinhos, tudo imaginação de criança. O ingresso para  espetáculo era um botão de futebol de mesa", relembra o ator, em depoimento ao site da Globo. Chico era de uma família simples e de gente muito trabalhadora. Durante o dia, o jovem ajudava seu pai na feira livre e estudava à noite, em busca de uma chamada 'profissão estável'.O curso escolhido por ele naquela tempo foi o Direito,porém, o interesse pelas leis não durou muito e, assim que teve contato com a Escola de Arte Dramática da USP, ele mudou completamente seu rumo profissional e se entregou sem medo à vocação artística.

Trajetória

1964 - Marcados pelo Amor

Francisco Cuoco e Sylvio Rocha na novela Marcados pelo Amor
Após quatro anos de estudos, ele se formou na EAD e, junto com as atuações no teatro, Cuoco começou a trabalhar na TV. "Ainda era ao vivo e, lógico, tínhamos que improvisar muito. Foi um aprendizado incrível", relembra o veterano, que fez a primeira novela em 1964, na Record. A trama chamava-se Marcados pelo Amor, de Walter Negrão, e o personagem de Francisco Cuoco era Victor.

1968 - Legião dos Esquecidos


Francisco Cuoco e Regina Duarte na novela Legião dos Esquecidos
Já na Excelsior, em 1968, o artista foi escalado para Legião de Esquecidos, como Felipe quando viveu o primeiro de vários pares românticos ao lado de Regina Duarte.

 1970 - Assim na Terra como no Céu

Depois de passar pela Tupi, Excelsior e Record, o ator iniciou na Globo, em 1970, em Assim na Terra como no Céu.

Dina Sfat e Francisco Cuoco na novela Assim na Terra como no Céu
Victor era um padre que largou a batina quando se apaixonou por Nívea (Renata Sorrah) que findou sendo assassinada, mas acaba se apaixonando por Helô (Dina Sfat).


1972 - Selva de Pedra


Papéis fortes e marcantes 


Na pele de Cristiano, na primeira versão de Selva de Pedra
A carreira de Francisco sempre foi recheada de personagens fortes.O primeiro, e talvez o mais inesquecível, foi Cristiano Vilhena, da primeira versão de Selva de Pedra (1972). "Conheci muito Cristiano. Vim do Brás, bairro operário, e lá tinha um footing, em que os homens ficavam parados, as moças passavam, tinha um namoro no ar... Esse era o clima do Cristiano. Também coloquei minha intuição e sensibilidade", explicou certa vez o ator, que acredita que para se criar um bom papel é muito importante observar bem a realidade. 

1975 - Pecado Capital

Taxista inesquecível

O popular taxista Carlão, na trama original de Pecado Capital
Em 1975, Francisco Cuoco ganhou um presentão de Janete Clair: o taxista Carlão, na versão original de Pecado Capital; "Carlão tinha generosidade, essa coisa de olhar para o semelhante e ver esse semelhante.Tinha a mágica do personagem popular", afirmou o ator. Na trama, o moço lutava pelo amor de Lucinha (Bety Faria) contra Salviano (Lima Duarte). No remake da novela, exibido em 1998, Cuoco também estava no elenco, dessa vez na pele de Salviano.


1977 - O Astro
Francisco Cuoco na novela O Astro

Herculano Quintanilha, protagonista de O Astro era um pilantra, mas em alguns momentos tinha realmente visões", relembra.


Dose dupla

1982 - Sétimo Sentido

No início dos anos 80, Cuoco esteve em mais duas tramas de Janete Clair. Ele foi Tião Bento, em Sétimo Sentido, e o político Lucas Cantomaia, em Eu Prometo, de 1983. 
Francisco Cuoco e Regina Duarte na novela Sétimo Sentido
Emocionalmente é muito inseguro e mulherengo, com o hábito de guardar sempre um pé de sapato como recordação, numa versão modernizada de Don Juan. 


1983 - Eu Prometo

Francisco Cuoco e Dina Sfat na novela Eu Prometo
O político Lucas Cantomaia é deputado popular,conquistou a confiança da população depois do trabalho de reabilitação de presidiários na Organização de Bens Sociais, da qual é presidente.

1987 - O Outro

Francisco Cuoco na novela O Outro

Em O Outro novela de Agnaldo Silva, Francisco Cuoco viveu dois protagonistas: sósias e vizinhos, o milionário Paulo Della Santa e o mecânico Denizard. O primeiro é um homem milionário conservador , dono de uma grande imobiliária. Denizard é um viúvo simples, alegre e boêmio, que tira o sustento de um ferro-velho, no subúrbio carioca.

Aguinaldo Silva homenageava a doutrina espírita com o personagem Denizard, que era espírita na novela. O nome verdadeiro de Allan Kardec, codificador dessa doutrina filosófico-religioso-científica, era Hypolite-Léon Denizard Rivail.



1989 - O Salvador da Pátria


Francisco Cuoco e Susana Vieira na novela O Salvador da Pátria

Em 1989, integrou o elenco do folhetim O Salvador da Pátria, como o ambicioso prefeito de cidade de Tangará, Severo Branco. 



1992 - Deus nos Acuda



Francisco Cuoco na novela Deus nos Acuda

Otto Bismark é um empresário riquíssimo, elegante e ambicioso, dono de uma empresa que produz e exporta madeira, além de diretor de uma companhia de navegação. Personagem forte, determinado e envolvente mas egoísta, capaz das piores crueldades, e ainda mantém sempre a moral e os bons costumes dentro de casa. 


1994 - Tropicaliente

Francisco Cuoco na novela Tropicaliente
Gaspar Velaskes é um grande empresário honesto e digno, que se relaciona com as pessoas respeitosamente.

2010 - Passione


Francisco Cuoco na novela Passione

Em 2010 fez Passione, como o empresário Olavo da Silva, conhecido como "o senhor do lixo",porque comanda um império de lixo reciclável que é exemplo de reaproveitamento de detritos para todo o mundo.


Francisco Cuoco na novela Sol Nascente
Agora em Sol Nascente, como o imigrante italiano Gaetano, Cuoco voltou às origens de quando era criança e morava no bairro do Brás, onde tinha uma grande colônia italiana. Com mais de 80 anos, o ator mostra que ainda está cheio de disposição para o trabalho e, em cena, dá um show de interpretação.

Na telinha

1964Marcados pelo Amor
Victor
1968 - Legião dos Esquecidos
Felipe
1970 - Assim na Terra como no Céu
Victor
1972 - Selva de Pedra
Cristiano Vilhena
1975 - Pecado Tropical
Carlão
1977 - O Astro
Herculano Quintanilha
1982 - Sétimo Sentido
Tião Bento
1983 - Eu Prometo
Lucas Cantomaia
1987 - O Outro
Paulo/Denizard
1989 - Salvador da Pátria
Severo Toledo
2016 - Sol Nascente
Gaetano

Texto: Flávia Serra

Publicado na revista TV Brasil n/n 877 e 879
Fotos: Globo/Divulgação- Memória da Globo-Cedoc/TV Globo-memoriaglobo.com-Nelson di Rago TV Globo.jpg-Astros em Revista-Memória GloboRede Globo/Bazilio Calazans TV Globo.jpg-Gshow - Globo.comUol Entretenimento 


Nenhum comentário:

Postar um comentário