segunda-feira, 10 de abril de 2017

Sítio do Picapau Amarelo



Os mais famosos livros infantil brasileiros chegaram à televisão, pela primeira vez em 1952, na TV Tupi. O Sítio do Picapau Amarelo ganhou também versões na TV Cultura, em 1964, e na Band, em 1967.
Zilka Salaberry, Rosana Garcia e Jacyra Sampaio
Dona Benta com a neta, Narizinho, e a fiel Tia Nastácia. Realidade e magia se misturavam. 
Mas foi na Rede Globo que as histórias de Monteiro Lobato tornam-se populares em todo o país. O primeiro episódio do seriado na emissora carioca vai ao ar em 07/03/1977. A série narra as aventuras dos moradores do Sítio do Picapau Amarelo, uma linda chácara no interior do Brasil. O local é comandado por Dona Benta (Zilka Salaberry), sábia senhora que vive contando histórias para a neta, Lúcia, mais conhecida como Narizinho (Rosana Garcia/Daniele Rodrigues)/Isabela Bicalho/Gabriela Senra). Elas também convivem com outras moradora do lugar, a Tia Nastácia (Jacyira Sampaio), cozinheira de mão cheia que faz quitutes deliciosos. 

Reny de Oliveira como a boneca Emília
Reny de Oliveira chegou a posar nua para se livrar do estigma da boneca falante, Emília.

Além disso, a criada costurou uma boneca de pano para que Nariziho não se sinta sozinha e a batiza como Emília (Dirce Migliaccio/Reny de Oliveira/Suzana Abranches).


Universo mágico

André Valli, Nelson Camargo (Zé Bento), Zilka Salaberry, RosanaGarcia, Júlio César,e Dirce Migliaccio

No mundo de fantasia criado por Narizinho, o Reino das Águas Claras, Emília engole uma pílula e começa a falar sem parar.A boneca se transforma num ser cheio de personalidade e, espera, encontrar soluções para todos os problemas que a dupla se depara. Durante as férias escolares, Narizinho recebe a visita do primo, Pedrinho (Samuel dos Santos)Marcelo José Patelli/Daniel Lobo). Juntos, embarcam em várias aventuras com Emília e o Visconde de Sabugosa (André Valli), verdadeiro gênio  feito de espiga de milho por Tia Nastácia.

Romeu Evaristo
Romeu vivia o Saci, quando rodou os filmes Salut Champion (1981)e Rio Babilônia (1982)
Para ajudar a turma no mundo mágico, o lendário Saci Pererê (Romeu Evaristo) usa de seus truques para enfrentar vilões que aparecem.
Dorinha Durval
Todos os personagens tinham medo da Cuca e de sua risada sinistra.
Mas eles devem tomar cuidado com a prima de Saci, a bruxa Cuca (Dorinha Durval/Stela Freitas/Catarina Abdalla), um tipo de jacaré assustador que atormenta a vida das crianças.

Outros personagens

Samuel dos Santos
O baiano Samuel dos Santos interpretou o Tio Barnabé, que marcou sua carreira

Tonico Pereira
Pela atuação e, Gabriela, dois anos antes, Tonico Pereira foi escalado para Zé Carneiro.
Vários personagens aparecem durante os 1.549 episódios da série, como o Tio Barnabé (Samuel dos Santos), o Zé Carneiro (Tonico Pereira) e o porco Rabicó (Chaguinha), que também viviam no sítio. O episódio final dessa versão inesquecível do Sítio do Picapau Amarelo foi ao ar no  dia 31/01/1986.

Curiosidades

José Bento Renato Monteiro Lobato foi homenageado com o coronel Zé Bento, o compadre de Dona Benta, vivido por Nelson Camargo.A caracterização ficou idêntica!.

Com o fim do seriado, Zilka Salaberry ficou com a vaca Mocha.

Em 2001, a Globo produziu a última versão do Sítio. Isabelle Drummond viveu a boneca Emília. 

O  primeiro disco do seriado foi produzido por Dori Caymmi e apresentou sucessos lembrados até hoje. As canções da trilha sonora buscaram homenagear o folclore brasileiro. Além de Dori, marcaram presença no álbum João Bosco e Gilberto Gil, que cantou o tema de abertura do seriado. Um segundo disco foi lançado, aproveitando o sucesso da produção infantil.


O leitor Alexandro Santos Pereira

"O Sítio do Picapau Amarelo da década de 70, com a grande Reny de Oliveira como a boneca Emília!"

Por Thomaz Rocha 

Publicado na revista Minha Novela
n/n900  de 2/12/2016
X-TUDO Memória
#900 edição especial
Fotos:Divulgação/Rede Globo/Arquivo Pessoal

Curiosidades do Sitio

A atração comemora 40 anos de muitas histórias

Em março de 1977 milhares de brasileiros se reuniam em frente à televisão para a estreia do Sítio de Picapau Amarelo, e se encantavam com as aventuras de uma boneca falante,da menina do nariz arrebitado e de muitos outros personagens que já habitavam a imaginação infantil há décadas por causa dos livros de Monteiro Lobato. Considerado o primeiro programa do gênero de grande investimento produzido para a televisão nacional, a atração foi idealizada por Geraldo Casé e permaneceu no ar durante nove anos, quando parou de ser exibida."
O Sítio do Picapau Amarelo é mais que um projeto. É um grande desafio! Ele é feito para as crianças e para as crianças que existem em nós (adultos)", contou o produtor, na época. Outra versão do programa foi produzida em 2001 e ficou no ar por mais seis anos.

Rotina no campo

Com poucas opções voltadas para os pequenos, a ideia de Casé facilmente foi aceita na Globo e logo as gravações começaram: "Fiz uma proposta ao Boni  de fazer uma novela para crianças de pré-adolescentes à tarde e ele adorou. Então, a Globo conseguiu os direitos da obra de Lobato e me chamou para produzir e dirigir o Sítio." Bastante fiel ao conteúdo original, o local escolhido para as filmagens foi um sitio de verdade e todos trabalhavam em um ritmo frenético.

Rosana Garcia
Rosana Garcia até hoje é muito lembrada pelo público.
 "Era algo bem puxado, éramos os personagens principais, então, a gente gravava muito. Mas nos intervalos fazíamos o dever da escola, ficávamos largados, soltando pipa. Dava para brincar muito em um sítio daqueles, cheios de animais e de ótimas frutas",declarou Rosana Garcia, que viveu a personagem Narizinho por quatro anos.

Troca-troca

Elenco original em 1977
Samuel dos Santos(Tio Barnabé),Júlio César(Pedrinho),Zilka Salaberry(Dona Benta),Rosana Garcia(Narizinho),Jacyira Sampaio(Tia Nastácia),André Valli(Visconde de Sabugosa), Nelson Camargo (Zé Bento), e Reny de Oliveira (Emília) entre outros.
Como o elenco era composto por muitas crianças e elas cresciam rápido, por vários momentos os atores tiveram que ser substituídos. O primeiro casal que fez a Narizinho e o Pedrinho, por exemplo, deu adeus aos personagens em 1980.Devido ao tamanho avançado, eles gravaram ajoelhados ou sentados a maioria das cenas do último episódio em que apareceram! "Quando deixei o sítio já estava adolescente, querendo fazer outro tipo de trabalho. Mas claro que batia um ciuminho e eu pensava: 'Minha avó agora vai ser avó de outra", revelou Rosana, substituída por Daniele Rodrigues. Posteriormente, Izabella Bicalho e Gabriela Senra deram vida à personagem. Já Pedrinho também foi vivido por Marcelo Patelli e Daniel Lobo, enquanto que Emilia foi interpretada por Dirce Migliaccio, Reny de Oliveira e Sazana Abranches.

Você sabia?

Zilka Salaberry

Zilka Salaberry não gostava da vida no campo

Zilka Salaberry, a Dona Benta, ficou apreensiva com o convite para o papel. Por ser muito urbana, ela não se identificava com a personagem calma do interior e não gostava de deixar a cidade e nem de ter contato com a natureza. Mas, claro, sua interpretação foi um sucesso e a atriz ficou imortalizada na pele da vovó contadora de histórias. Ao final das gravações, Zilka foi homenageada: ganhou a vaca Mocha, que participava dos episódios. O que muita gente também não sabe é que José Mayer iniciou a carreira global no Sítio. O ator foi responsável por dublar o Burro Falante, em 1977. 

Cuca 'assassina'

Dorinha Durval
A Cuca atormentava muita gente
Apesar do extremo sucesso, alguns problemas marcaram a trajetória da novelinha. A obra foi acusada de racista pelos críticos de Monteiro Lobato por conter frases do tipo "oh, sua negra beiçuda", ou insultos como "se Deus te fez desse jeito, é porque tinha que haver algo de errado com você", proferidas pela boneca Emília. Além disso, a Alemanha rejeitou a atração por considerar que Tia Nastácia (Jacyra Sampaio) e Tio Barnabé (Samuel dos Santos) pareciam escravos de Dona Benta. Outro caso com bastante repercussão na época diz respeito a Dorinha Durval. A atriz que interpretava a Cuca, foi afastada das gravações após ser condenada pelo assassinato do marido, em 1980. Reny Oliveira foi outa que polemizou. A jovem posou nua logo após sair do infantil.

Texto: Luana Rodrigues

Publicado na revista TV Brasil n/n 887
Túnel do Tempo
Fotos: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário