quinta-feira, 1 de março de 2018

Fábio Lago

Fábio Lago
Por enquanto, não penso em usar batom e blush!
Às gargalhadas e entre esmaltes, litros de xampu e muita maquiagem, ele conta como se transformou no adorável Nicácio, de O Outro Lado do Paraíso

2017O Outro Lado do Paraíso

Fábio Lago na novela O Outro Lado do Paraíso
Um mergulho de 50 cm ajudou Fábio Lago a encontrar seu Nicácio na trama global das 9.
Desde que precisou enfrentar horas e horas em um salão de beleza a fim de alongar as madeixas para o seu divertido Nicácio da novela global das 9, Fábio Lago tem ficado com sua 'antena parabólica' ligada. Afinal, diz que não faltou inspiração para ajudá-lo a compor o tipo cujos 50 centímetros de fios platinados e mais graças a um mergulho, o obrigaram a fazer as sobrancelhas, manter as unhas sempre no capricho e gastar mais com xampus e cremes.
"Muita gente serviu de inspiração para o Nick...Acabei levando para ele coisas que observei ao longo da vida. Vários amigos que conviveram e convivem comigo também me dão inspiração para interpretá-lo", conta o artista, que encontrou na mãe, dona Darcy, a cúmplice perfeita para construir o personagem.Quando ela se viu viúva, o astro tinha 8 anos e precisou se virar para criar os filhos. Ali ela descobriu a vocação quando uma amiga a pediu que ele cortasse o cabelo. Ela aceitou o desafio e acabou ganhando a maior clientela como cabeleireira em Ilhéus(BA), onde Fábio cresceu. "Ela foi uma referência forte para o Nick".

2007Tropa de Elite 

Fábio Lago no filme Tropa de Elite 
Impossível esquecer do traficante Baiano, de Tropa de Elite (2007):o maior vilão do filme.
Contudo o mundo de glamour e purpurina do sócio da preconceituosa Nádia (Eliane Giardini) não faz a cabeça do Fábio. A infância, no litoral baiano, o ensinou a perceber que os confetes - estes muito merecidos - inclusive por tantos personagens marcantes como o temido traficante  Baiano, do premiado filme Tropa de Elite (2007).

2009 - Caras e Bocas 
Fábio Lago na novela Caras e Bocas 
Uma das fantasias que Fabiano de Caras e Bocas (2009) usou para espionar a mulher. 

2015A Regra do Jogo

Cris Viana e Fabio Lago na novela A Regra do Jogo
Osiel e sua musa inspiradora Indira (Cris Viana) na novela A Regra do Jogo (2015).
Todos esses sucesso podem facilmente fazer a fama subir à cabeça. Nem de longe é o caso!Pensa que depois de tanto trabalho para se transformar em alguém tão diferente Fábio se cansou de brincadeiras? Jamais! "Ainda quero interpretar muitos outros papéis,dos clássicos aos mais contemporâneos no teatro, cinema e TV" afirma ele, que quer por enquanto curtir o sucesso de Nicácio.

2012Cheias de Chame 

Ilva Nino e Fabio Lago na novela Cheias de Charme
Um de seus papéis marcantes foi o Naldo, de Cheias de Chame (2012), "filho de Ilva Nino.

2010S.O.S.Emergência

Marisa Orth e Fabio Lago na novela no seriado S.O.S.Emergência
Em S.O.S.Emergência (2010) deu vida ao enfermeiro Anderson aqui com  Marisa Orth .

2013O Canto da Sereia

Marcos Palmeira e Fabio Lagona minissérie O Canto da Sereia
Como Vavá de Zefa com Marcos Palmeira na minisserie  O Canto da Sereia (2013).

2008Faça a Sua História 

Vladimir Bricha,Carlos Mecini e  Fabio Lago no seriado Faça a Sua História
Parceiro de Vladimir Bricha e Carlos Mecini no seriado Faça a Sua História (2008).

2013Tapas e Beijos


Orã Figueiredo, Fabio Lago e Fabio Assunção na novela Tapas e Beijos 
Entre Orã Figueiredo e Fabio Assunção: trio de Tapas e Beijos (2013).


Fabio Lago como Zenildo na telenovela infantil Alta Estação
Como Zenildo em Alta Estação (2006), folhetim da Record TV.

Entrevista


Fabio Lago


Tititi - Complicado demais virar o Nick?
Como não tenho nenhum tipo de apego físico para interpretar, consegui mergulhar bastante no processo de caracterização dele. Por fazer um cabeleireiro, teria contato constante com os cabelos das pessoas em cena. Então, optei por não usar unhas postiças, e sim, as minhas de verdade. Além disso, precisei fazer a sobrancelha e tenho que tirar a barba todos os dias. A maior dificuldade veio quando coloquei o megahair de 50 centímetro para aumentar o cabelo.

Tititi - Difícil se acostumar com o cabelão?
Logo que coloquei o megahair, a adaptação foi complicada. Para fixá-lo é preciso puxar o cabelo e isso doeu. Passei dois dias dormindo mal. Hoje, estou bem adaptado e curtindo o visual. Mas haja xampu, condicionador e cremes (risos).

Tititi - Continua com as unhas no capricho mesmo depois das gravações?
Mantenho o esmalte por três motivos:mantém a unha mais resistente à quebra e,como toco violão, nunca tinha conseguido deixá-las crescer, não preciso fazê-las todos os dias; e é pra chocar um pouquinho, mesmo (gargalhadas).

Tititi - Quem o ajudou nessa nova rotina?  
Já tive cabelos grandes, mas com o megahair fica difícil de pentear. A Nelma Véo, que o colocou, me deu dicas, mas mesmo assim o bichinho às vezes embola. Tem de ter um cuidado danado.

Tititi - É tão vaidoso quanto Nicácio?
Sou mais de boa, por enquanto não penso em usar batom e blush (riso). Mas, falando sério, gosto de um estilo casual, sem excessos. Prefiro estar confortável.

Tititi - Acredita na lei do retorno?
Sem dúvida! Acredito na força energética que nos conecta com o universo. A sociedade está em constante movimento e cada ser estabelece um processo de simbiose na relação com  outro. Se a gente transfere energia boas e faz o bem, colhemos isso lá na frente. Tudo o que vai, volta.

Tititi - Conta: Nicácio vai conquistar finalmente, o Odair (Felipe Titto)?
Sabe que não sei? Mesmo sendo alegre e otimista, o personagem representa bem a solidão de alguém que sofreu por amar muito e nunca foi correspondido. Mais: é alguém que sofreu violência por isso. Torço para que ele encontre um amor que o valorize. Ah, mas Odair que fique esperto, porque Nick tem salão em Pedra Santa e garimpeiro é  que não falta por lá (risos)!

Tititi - Por interpretar um gay na ficção, já recebeu mensagens preconceituosa por onde anda?
Me deixa feliz ver que os momentos de hostilidade por viver um homossexual ocorrem com uma frequência muito menor do que os momentos de carinho. Como o imaginário dos meus papéis anteriores ainda é forte, tem gente adorando o Nick, mas sem conseguir entender como consigo fazer um homossexual mesmo sem ser. Porém, tenho recebido afeto e empatia das pessoas nas ruas, não só da comunidade LGBTI+, mas também de crianças, senhores e senhoras.

Tititi - Sempre quis ser ator?
Meu sonho era ser piloto de caça.Cheguei a fazer curso para a Escola Preparatório de Cadete do Ar (EPCAR) mas, granças a Deus, não passei (risos).Logo depois, assumi a secretaria de cultura do grêmio estudantil na minha escola e um dos meus primeiros projetos foi montar uma companhia de teatro com os alunos. Foi assim que o teatro entrou nas minhas veias.

Tititi - Mas já trabalhou em outras áreas?
Trabalhei com muita coisa nesta vida. No tearo, fui desde contrarregra até diretor.Também já fui garçom em cabana de praia, digitador, office boy...Quando resolvi sair de Ilhéus e ir para Salvador (ambas na Bahia) viver como ator, a grana ficou escassa. Aí peguei um isopor, fui vender salada de frutas e sanduíche na praia. Isso salvava as contas do mês!

Tititi - Sente saudade da infância em Ilhéus?
Tenho muitas recordações boas. Retorno sempre para lá a fim de reencontrar minhas raízes e não esquecer a origem: um moleque que andava de pés no chão e nasceu na beira do mangue. Esse mundo do glamour é muito perigoso, se você não cultivar suas referências e mantiver os pés no chão, pode se deslumbrar e se perder no efêmero dos holofotes.

Por Daniel Vilela

Publicado na revista Tititi 1013.Ano 20 de 9/2/2018
Fábio Lago 
Fotos: Kiko Cabral/TV VGlobo-Fabrizia Granatieri-Divulgação-showdealegria.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário