sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Chico Anysio - E O Salário...Ó!

Ao mestre com carinho - Nova Escolhinha do professor Raimundo estreia como homenagem a Chico Anysio e os 25 anos da atração

 Chico Anysio
O professor Raimundo e sua trupe de alunos atrapalhados estão de volta. Estreou no último domingo (13) a Nova Escolinha do Professor Raimundo, em uma homenagem a Chico Anysio e ao 25 anos do humorístico. 

 Lúcio Mauro Filho e Bruno Mazzeo
Bruno Mazzeo e Lúcio Mauro Filho nos papeis que já foram de seus pais.
No novo elenco, Bruno Mazzeo, filho de Chico, vive o personagem central e Lúcio Mauro Filho também ficou com o papel que era de seu pai, Lúcio Mauro, na antiga versão, seu Aldemar Vigário. Mas se o professor Raimundo fez história na TV, outros mestres da ficção não deixaram por menos e conquistaram o público.Confira:

Humor nota 10

Chico Anysio
Impossível não citar a versão original do Professor Raimundo, imortalizado por Chico Anysio. Divertido e bastante sincero, tinha que controlar uma turma de engraçadinhos que sempre se dispersava dos assuntos sérios, fazendo piadas e tentando arrancar uma boa nota do mestre, mesmo que pela criatividade. Raimundo também trazia uma crítica sócio-econômica, afinal quem não lembra do bordão "e o salário,ó!"...Inesquecível!

A queridinha do Brasil

Leila Lopes e Kadu Moliterno
Era emocionante ver como Lu (Leila lopes) tinha o dom de lecionar correndo em suas veias em Renascer (1993). Mesmo em um local completamente desprovido de recursos, ela mantinha o prazer de ensinar seus alunos e lutava por um mundo melhor - começando pela alfabetização e conscientização das pessoas de sua vila. A cena em que a moça faz um discurso sobre o salário precário dos professores e o amor à profissão, levou os telespectadores às lágrimas.

Superfofas 

 Rosanne Mulholland


Helena (Carrossel),sempre preocupada com o bem estar de seus alunos - Helena (Rosanne Mulholland) é o símbolo da professora perfeita e procurava passar bons valores para a criançada, além de amenizar os conflitos dentro de sala como ninguém. Defensora dos pequenos, ela enfrentava até a ira da diretora Olívia (Noemi Gerbelli).

 Bruna Linzmeyer

Juliana (Meu Pedacinho de Chão), além de doce e romântica, a professora Juliana (Bruna Linzmeyer) mantinha uma fibra inabalável e não desistia de seus sonhos. Desde sua chegada à Vila de Santa Fé, a moça sempre precisou lutar muito pelo progresso do local e para  provar aos políticos que todas as pessoas tinham o direito à educação. Feminina e vaidosa, contava com todo seu charme como arma para alcançar os objetivos.

Românticos
 Rubén Aguirre
Girafales (Chaves), um dos mestres mais queridos do público, o professor Girafales (Rubén Aguirre) além de ensinar Chaves (Roberto Bolaños), Quico (Carlos Villagrán) Chiquinha e cia, ainda tentava insistentemente conquistar o coração de Dona Florinda (Florinda Meza), sempre com muita gentilezas e flores,. As crianças enlouqueciam o mestre, que não perdia a classe. Sem dúvida, o famoso 'professor Linguiça' merece uma maçã. 


 Anderson di Rizzi
Josué (Gabriela), exímio poeta, Josué (Anderson di Rizzi) era um profissional pra lá de íntegro. O jovem professor apaixonou-se por Malvina (Vanessa Giácomo), uma jovem e dedicada aluna. Mas, muito tímido e rejeitado pela família rica da moça, se viu em um sofrimento de dar dó.Com a desilusão, acabou conquistando Glória (Susana Pires), com quem teve noites tórridas de amor.

Descolados

Fábio Assunção
Eduardo (Coração de Estudante), o professor de biologia era um galã cobiçado por todas as alunas do colégio, mas muito profissional. O moço, não se aproveitava dessa vantagem. Queridinho da galera - pois era jovem e falava a linguagem de seus alunos - o professor Eduardo (Fábio Assunção) também era engajado e participativo. O mestre despertava em seus alunos o desejo de lutar por algo melhor e estava sempre disposto a ajudar.


Nuno Leal Maia
Pasqualete (Malhação), o veterano, Pasqualete (Nuno Leal Mai) entendia os adolescentes do Múltipla Escolha como ninguém. Com um espírito jovem e muito bem humorado, o professor de língua portuguesa (que se tornou diretor), se metia em altas confusões com os alunos e adorava uma festinha. Além disso, ele sempre ajudava os jovens a resolverem seus problemas pessoas.

Texto: Redação

Publicado na revista TV Brasil n/n 852

Nenhum comentário:

Postar um comentário