domingo, 10 de janeiro de 2016

Dez Novelas Exibidas No Ano De 1996



Quem é Você? - TV Globo


Cássia Kiss
Baseado no texto de  Solange Castro Neves, novela de Ivani Ribeiro, Quem é Você estreou no horário das seis em 4 de março de 1996. Focada na relação de rivalidade entre as irmãs Maria Luisa (Elizabeth Savalla) e Beatriz (Cássia Kis Magro), a trama trazia muito mistério e ousou ao mostrar o ator Thiago Picci se travestindo de mulher. O folhetim ainda trazia no elenco nomes como Francisco Cuoco, Alexandre Borges e Luiza Tomé.

O Campeão - Bandeirantes



Marília Pêra e Paulo Goulart

Exibida na Bandeirantes, a trama de Aguinaldo Silva estreou em 25 de março de 1996 trazendo elenco recheado de estrelas, como o protagonista Paulo Goulart as divas da TV Marília Pêra e Nathália Timberg. Apesar dos grandes nomes, a novela de Ricardo Linhares fracassou na audiência e conquistou pouca repercussão.


Vira Lata - TV Globo

Marcelo Novaes, Humberto Marins e Murilo Benício

Sucesso das 19h, Vira Lata estreou em 1 de abril de 1996 trazendo o galã Murílio Benício como o inesquecível Bráulio. No elenco ainda estavam os descamisados Humberto Martins e Marcello Novaes e as atrizes Andréa Beltrão, Carolina Dieckmann e Vanessa Lóes. Com muito humor e linguagem leve próxima ao sitcom, a trama agradou o público e gerou polêmica pelas cenas ousadas para o horário.


O Fim do Mundo - TV Globo

Paulo  Betti



Escrita por Dias Gomes, a trama das oito surpreendeu pela curta duração: apenas 35 capítulos. Foi exibida para tapar o buraco entre Explode Coração e O Rei do Gado após a TV Globo acatar o pedido de Glória Perez para encurtar sua novela em dois meses. Misturando fé, paranormalidade e o fantástico, a trama trazia no elenco nomes como José Wilker,Paloma Duarte, Maurício Mattar e Paulo Betti.

Antônio Alves, Taxista - SBT


Guilhermina Guinle e Fábio Jr.
A novela do SBT esteve envolvida em polêmicas antes mesmo de estrear quando Sonia Braga, escalada para viver uma das principais personagens da trama, abandonou a produção. A novela contava a história do taxista aspirante a cantor Antônio Alves (Fábio Jr) e sua paixão por Mônica (Guilhermina Guinle), em sua estreia na TV).



Colégio Brasil - SBT




Giuseppe Oristânio e Maria Padilha

Voltada para um público mais jovem, a trama misturava Malhação com Carrossel para mostrar os conflitos dos alunos do colégio em que lecionava Lancelotti (Giuseppe Oristânio), um professor de literatura que ingressa no colégio Brasil no início do ano letivo. A instituição é controlada pelo diretor Édmo (Edwin Luisi) e a inspetora amargurada Nair (Maria Padilha), veia cômica da trama.


O Rei do Gado - TV Globo



Patrícia Pillar e Antônio Fagundes
Um dos maiores sucessos da história das telenovelas, O Rei do Gado estreou em 17 de junho de 1996 e parou o Brasil com sua trama atualíssima que focava na questão da reforma agrária, assunto que movimentou o país à época. A paixão vivida entre a sem terra Luana (Patrícia Pillar) e o fazendeiro Antonio Mezzenga (Antonio Fagundes) conquistou o público e alçou a trama de Benedito Ruy Barbosa para recordes de audiência.
Anjo de Mim - TV Globo

Vivianne Pasmanter e Tony Ramos

Após o sucesso de A Viagem, outra novela com temática espírita pretendia conquistar o público: Anjo de Mim. Com Tony Ramos, Vivianne Pasmanter, Paloma Duarte, Márcio Garcia, Carolina Kasting, Herson Capri e Helena Ranaldi nos papéis principais, a novela de Walther Negrão contava a história de um homem cético que tinha visões da esposa morta que com a ajuda de sessões de regressão descobre um segredo do passado.


Xica da Silva - Manchete



Taís Araujo e Victor Vagner

Com Taís Araújo no papel-título, a novela da Manchete superou todas as expectativas da emissora e se destacou entre a safra de telenovelas de 1996. Escrita por Walcyr Carrasco, a trama se despia dos pudores para contar a história da escrava que reinou nas Minas Gerais do século XVIII. A novela mostrou a protagonista seminua e investiu em temas controversos em uma trama que custou aos cofres da emissora mais de seis milhões de dólares, uma extravagância para o momento financeiro da época.


Salsa e Merengue - TV Globo


Patrícia Franca e Marcello Antony

Leve, divertida e despretensiosa, a trama de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa conquistou o horário das sete. Após o sucesso em O Rei do Gado, Marcello Antony viveu o protagonista, atuando em cenas divertidas ao lado de Patrícia França e Cristiana Oliveira.Débora Bloch, interpretando a inesquecível Teodora, e Mara Manzan, como a empregada Sexta-Feira, também roubaram a cena.

Publicado na revista Caras Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário