sábado, 30 de abril de 2016

As Novelas De Selma Egrei

Mesmo com poucos trabalhos na TV, a atriz se destaca por vários personagens brilhantes

 Selma Egrei
Formada pela Escola de Artes Dramáticas da USP, Selma Egrei gosta de se definir com atriz de teatro em tempo integral e de cinema, às vezes. E na primeira vez que foi chamada para fazer TV, acredita que ela recusou o convite? "A verdade é que faltou um interesse da minha parte em relação às novelas. Estudei na EAD, entre 1970 e 1972. Tinha um terrível preconceito contra a televisão. Aliás, tenho até hoje. Não me livrei totalmente disso.Um dia, o Walter Avancicni me chamou para um teste e eu respondi que não!Sou uma atriz de teatro", lembrou.

Trabalhos esporádicos

Mesmo com tanta resistência, Selma fez algumas novelas na década de 70. Estreou em Simplesmente Maria e, depois, fez O Preço de Um Homem e O Todo Poderoso.

Selma Egrei
Mas seu primeiro trabalho de destaque foi em Papai Coração, como irmã Rosário, em 1976. "Foi um grande sucesso. Naquela época, a Tupi tinha muito mais repercussão que a Globo, mas eu nunca me empenhei para construir uma trajetória na televisão. Não posso culpar a TV por isso. Se existe um culpado, sou eu mesma", pontuou. A atriz também fez uma participação em Gaivotas, como a Norma. Já na década em 80, teve uma passagem pela Bandeirantes nas tramas Os Adolescentes e Ninho da Serpente. Também passou pelo elenco de Carmem, escrita por Gloria Perez em 1987 para a extinta TV Manchete. Em 2001, a atriz participou da trama Roda da Vida, na Record.

Marcando presença

Na Globo, Selma fez participações especiais no folhetim Pé na Jaca e Duas Caras.

Como Dulce na novela A Favorita
Mas seu papel de destaque na emissora foi em A Favorita. Na trama, ela interpretou Dulce, que ficou viúva muito cedo. Ela morava com a filha, Rita (Christiane Fernandes) e a neta, Camila (Hanna Romanazzi). Logo depois, integrou o elenco das séries Som e Fúria e Cinquentinha

 No seriado Cinquentinha

Em 2010, fez Tempos Modernos, trama das 19h, da Globo.

 Em Tempos Modernos, como Tamara Palumbo

E na TV a Cabo

Como a psicóloga Dora, no seriado Sessão de Terapia
Como a psicóloga Dora, do seriado Sessão de Terapia, a atriz passou a ser mais reconhecida pelo público. "Os telespectadores me encontram e falam da Dora. Eu sempre fui a atriz que a pessoa olhava na rua, mas nunca sabia de que novela me reconhecia. Com Sessão de Terapia, o público me identificava.As pessoas me esperavam na saída do teatro e pediam para tirar fotos com a atriz que fez a Dora. Considero isso um avanço do público, porque hoje existe um grande interesse em torno de um seriado exibido em um canal por assinatura", comemorou.



Dilema amoroso

 A professora Norma na minissérie Felizes para Sempre?
Na minissérie Felizes para Sempre?, a atriz deu vida à Norma. Casada com Dionísio (Perfeito Fortuna), ela era mãe de Joel (João Baldasserini), Cláudio (Enrique Diaz) e Hugo (João Miguel). Professora de Sociologia na Universidade de Brasília, Norma teme um dilema quando um jovem professor começou a assediá-la. Mas a grande pedra no sapato da professora era a fotógrafa Olga (Cássia Kis), um amor do passado do marido que voltou e teve um caso com ele.

Na novela Sete Vidas, 2015 como Dália

Sucesso em Velho Chico

Como Encarnação na novela Velho Chico
Atualmente, Selma Egrei está dando um show de interpretação na novela das 21h, Velho Chico, em que interpreta Encarnação, uma mulher rígida e de fibra, que não mede esforços para proteger os interesses de sua tradicional família. A mãe de Afrânio (Rodrigo Santoro) sempre criticou o filho, mesmo de pois que ele passou a se dedicar aos negócios da família. O jeito mandão da matriarca acaba criando certa antipatia em torno dela. "Não a vejo como má, e sim muito amargurada e sofrida, que pertence a uma geração do coronelismo no Brasil, que é preconceituosa. Ela acha que é justa e tudo que faz é para favorecer a família. Encarnação quer tudo sob seu domínio. Não que faça as coisas por maldade, mas para tentar manter o controle de um poder obsoleto e o nome da família", defende a atriz, que teve que se dedicar bastante à personagem."Foi um processo longo de preparação para criar a Encarnação. Eu busquei coisas de gestual e como se comportar", pontuou a atriz, que afirma ainda que não leva a personagem para sua vida pessoal. "Não chego em casa e continuo agindo como ela", garante. 

Na telinha


1976 - Papai Coração
Irmã Rosário
1979/1980 - O Todo Poderoso
Linda
1987 - Carmem
Nina
2008 - A Favorita
Dulce Porto
2010 - Tempos nModernos
Tamara Palumbo
2012 - Sessão Terapia
Dra. Dora Aguiar
2015 -  Felizes para Sempre?
Norma Drummond
2015 - Sete Vidas
Dália
2016 - Velho Chico
Encarnação

Texto: Núcia Ferreira

Publicado na revista TV Brasil n/n 838
Trajetória
Fotos: tudoissoetv.blogspot.com - televisao.uol.com.br - www.abril.com.br-http://carzem.blogspot.com.br


3 comentários:

  1. MAGNIFICA INTERPRETAÇÃO DE SELMA EGREI COMO ENCARNAÇÃO EM VELHO CHICO

    ResponderExcluir
  2. Atuou como Linda na novela O Todo Poderoso, de 19 de novembro de 1979 a 19 de julho de 1980, na Rede Bandeirantes de televisão. Na segunda fase foi dirigida pelo excelente Walter Avancini.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postei Selma Grei na novela O Todo Poderoso.Obrigada.

      Excluir