quinta-feira, 7 de abril de 2016

O Fim De Uma Era...Programa Jô Soares

Após mais de duas décadas, Jô Soares se despede dos programas de entrevista.

Jô Soares: "Foram 28 anos de programa no ar. Não é um mau desfecho"

Previsto para o final de 2016, a decisão de acabar com o Programa do Jô já havia sido planejada pela Globo em meados de dezembro de 2014, época em que o apresentador fez outro contrato (por mais dois anos) com o canal carioca. "Foi um acerto dos dois lados, feito na nossa última renovação", disse o veterano artista.Questionado sobre a carreira, ele afirmou que as 15 mil entrevistas de seu talk show (realizadas em duas emissoras) tiveram certa importância na televisão brasileira. E se engana quem pensa que o artista colocará ponto final em sua longa carreira. Aos 78 anos, Jô está terminando mais um livro, irá dirigir dois espetáculos teatrais e também está cotado para escrever novelas e minisséries na casa. 

Silvio Santos
E para os fãs da atração, ao menos uma boa notícia: a última temporada de entrevistas será pra lá de diferenciada. "Por enquanto, a ideia é terminar o programa da melhor maneira possível e fazer também homenagens a entrevistados", comenta Jô, que tem planos ambiciosos de ter Silvio Santos como seu último entrevistado.

Começar é sempre difícil

Carismático, inteligente e bem humorado: programa de entrevista de Jô marcou época e nunca saiu do ar!

No final da década de 80, Jô Soares - que na época estava mais que consolidado como humorista - queria alçar novos voos como apresentador. Anos antes, havia apresentado um projeto para um talk-show na Rede Globo, no entanto, com o País na época da abertura política, mas ainda muitos problemas de censura, a emissora rejeitou a proposta e frustou a vontade do artista. E eis que Silvio Santos, de olho no talento do gordinho, aproveitou essa 'história mal resolvida' e o contratou para o SBT, em 1988, oferecendo um programa de humor o (Veja o Gordo) e outro de entrevistas. Fluente em mais de seis línguas e dono de um humor ácido e inteligente, o artista agradou a todos quando estreou seu tão desejado talk-show, em 16 de agosto de 1988.

Jô Soares - Onze e Meia

No Jô Soares Onze e Meia, o gordinho fez entrevista memoráveis com Roberto Carlos e com a jornalista Marília Gabriela.
O apresentador fez as mais brilhantes entrevistas de sua carreira durante os 12 naos em que passou no SBT. Piada apenas no nome - a atração nunca começava às 23h30 -, Jô levava muito a sério o seu papel de comunicador e 'vira e mexe' deixava muitos convidados constrangidos . Em 1989, por exemplo, reprendeu o então candidato à presidência da República, Fernando Collor de Melo, ao pedir para o político (que, vaidoso ao extremo, se comportava como se estivesse no horário eleitoral gratuito) que parasse de olhar apenas para as câmeras. 
David Letterman
Raul Seixas
Baseado no consolidado Late Show With David Letterman, o programa trouxe também conversas marcantes e inesquecíveis, como o encontro com Raul Seixas,no qual Raulzinho contou em detalhes sobre os dias em que conviveu com John Lennon no apartamento do ex-Beatle, em Nova York.

 Ainda no SBT, artistas como Patrick Swayze (Dirty Dance e Ghost-Do Outro Lado Da Vida), o 'sindico' Tim Maia e o sambista malandro Bezerra da Silva marcaram presença.
No entanto, a entrevista com Cazuza - dias antes de o roqueiro revelar que estava com AIDS - é uma das mais lembradas até hoje pelos fãs do músico e do próprio apresentador.

Programa do Jô

Em 2000, de olho no bem sucedido apresentador, a Globo o recontratou a peso de ouro, assim como toda a equipe da atração do SBT. 
Logo na estreia, foi exibida uma entrevista de Jô Soares com Roberto Marinho, gravada na casa do lendário dono da emissora.E foi na Rede Globo que o showman completou incríveis 10.000 entrevistas  - no dia 16 de agosto de 2006 - e o escolhido para celebrar a data marcante foi o companheiro de profissão, Marcelo Tas, que falou sobre seu espetáculo A história segundo Ernesto Varela. 
Glória Menezes, Tarcísio Meira e Marisa Monte tiveram participações no program do Jô entre outros.

 
Os quinze e os 20 anos de Jô Soares na nova profissão também foram celebrados, com Chico Anysio e Caetano Veloso, respectivamente, marcando presença no concorrido sofá.

Além do sofá 

Em bate-papo com Fabiana Karla. Famosos e anônimos passaram pelo seu sofá
Durante os 16 anos de exibição, foram apresentados vários quadros que fizeram sucesso, como No Fundo da Caneca, que trazia trechos dos saudosos personagens humorísticos de Jô (Capitão Gay, Bô Francineide, o anão Atlas...), além de Brasil das Ruas, cujo objetivo era mostrar a reação das pessoas ao serem questionadas sobre perguntas absurdas. A diversão e a audiência eram garantidas. 
As jornalistas Cristiana Lobo, Lucia Hippolito, Ana Maria Tahan e Cristina Serra
Outro destaque, As Meninas do Jô, apresentava um viés mais politico.Nele, jornalistas do sexo feminino se reuniam em uma mesa redonda e discutiam de forma crítica o cenário brasileiro e, muitas vezes, elas mesmas entravam em conflito, cabendo a Jô intervir quando achava necessário. A interação com a plateia é outra marca registrada do apresentador. Aliás, os fãs já fazem muito barulho nas redes sociais pelo fim da atração.

Grandes assistentes 

O sorriso 'rasgado' do baixista Bira virou marca registrada do programa.


Em pé: Chiquinho, Bira, Derico. Sentados: Tomati,
Miltinho e Osmar 


Chiquinho, Bira, Derico, Tomati,Miltinho e Osmar  e o maestro Oscar, integrantes do talentosíssimo Sexteto, foram figurinhas carimbadas no programa. Além dos músicos, outro 'personagem' que fez fama é o elegante e simpático Alex, garçom que sempre está vestido com smoking e pronto para atender (seja lá no que for) o 'patrão'.

Nair Bello, Lolita Rodrigues e Hebe Camargo no Programa do Jô

Números que impressionam

- Foram 6.927 entrevistas no Jô Soares Onze e Meia (no SBT);
- Até agora, foram cerca de 15 mil entrevistas em 28 anos de carreira;
- Mais de 4.000 músicas foram apresentadas no Programa do Jô;
- Público fiel: 490.000 pessoas já passaram pela plateia;
- 500 emails chegam por semana para a produção da atração.

Curiosidades

- Fábio Porchat fez sua primeira aparição na TV no Programa do Jô;

- Andy Garcia, Pierre Cardan e Francis Coppola já passaram pelo sofá do apresentador;

Foi a primeira atração da Rede Globo a ser transmitida em alta-definição (HD);

- Com 28 anos ininterruptos no ofício, Jô tem uma carreira quase tão extensa quando David Latternam, sua maior inspiração.

Texto: Luana Rodriguez

Publicado na revista TV Brasil n/n 832
Showman
Fotos: Globo/SBT/Reprodução/Divulgação


Nenhum comentário:

Postar um comentário