quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Ricas E Vilãs - Pura Maldade

Elas não poupam esforços para serem poderosas e 'donas do pedaço'

Mulheres endinheiradas, de famílias tradicionais e caráter duvidoso roubam a cena nas novelas há muito tempo. E vale mentir, criar intrigas, separar casais que se amam, trapacear e até matar! Tudo em nome de um 'bem' maior. A nova poderosa e vilã do pedaço é Magnólia, ou simplesmente Mag, como é conhecida em A Lei do Amor. Do tipo lobo em pele de cordeiro, a ricaça trapaceia sempre com um sorriso no rosto e, desde o início da trama, seu lado mau caráter já ficou bem claro para o público.

Uma fera!
Vera Holtz
"Mag é uma mulher que está sempre pensando nos próximos passos. É uma grande jogadora"  (Vera Holtz).
Mag se casou com Fausto (Tarcísio Meira), marido de sua melhor amiga, depois de sua morte e, tudo indica que a poderosa foi responsável pela viuvez do empresário. Ela também arquitetou a separação de Pedro (Chay Suede)/Reynaldo Gianecchini) e Helô (Isabelle Drummond/Cláudia Abreu) no passado e continua defendendo a família com unhas e dentes.Mas, na frente dos outros, sempre mostra um lado terno e controlado, como se fosse uma grande defensora dos fracos e oprimidos. Vera Holtz, no entanto, atenua essa vilania. "Eu a considero uma mulher bastante religiosa, que luta pela família. O objetivo dela é manter os familiares sempre em pé, não quer que ninguém esbarre em seus filhos e qualquer coisa que possa desequilibrar um pouco o seu clã, ela vira uma fera", opina a atriz, que incorporou a ricaça com louvor.

Assim como Mag, outras mulheres 'finas' e maldosas abalaram os folhetins. 

Mil proezas


Chistiane Torloni
Em Fina Estampa, Tereza Cristina (Chistiane Torloni) era a cara da riqueza e não escondia de ninguém que odiava a pobreza. Socialie e casada com o chef Renê (Dalton Vigh), fazia questão de dizer que era o seu dinheiro que sustentava a família. Por querer controlar tudo e todos, ela quase surtou ao descobrir que a grande paixão de sua filha, Patrícia (Adriana Birolli), era o filho da 'pobretona' Griselda (Lilia Cabral). Ao longo da trama Tereza Cristina aprontou poucas e boas, inclusive, matou e mandou matar, para tentar defender seus 'ideais'.

Forjou a própria morte
 Fernanda Montenegro
Em Belíssima, Bia Falcão ( Fernanda Montenegro) também tinha horror a pobre. A vilã abandonou Vitória (Claudia Abreu), filha da relação com Murat (Lima Duarte), que a deixou. Anos depois, Vitória apareceu na vida da ricaça e casada com um dos seus netos, Pedro(Henri Castelli). O mundo caiu, mas a dondoca não perdeu a pose e fez todas as maldades para conseguir o que queria e até sequestrou a bisneta. Depois de forjar a própria morte e praticar alguns crimes, Bia escapou da punição e terminou a trama em Paris, nos braços do garoto de programa Matheus (Cauã Reymond).

Preconceituosa e traiçoeira

 Susana Vieira
Em Por Amor, Susana Vieira interpretou uma vilã clássica. A ricaça era irônica e adorava um barraco com direito a tapas, empurrões e até tesouradas. Na trama, Branca era casada com Arnaldo (Carlos Eduardo Dolabella) e se interessava apenas pelo dinheiro do marido. A personagem foi uma das vilãs mais marcantes de Manoel Carlos. A megera não poupava esforços para ter o controle de tudo, inclusive, colocar Nando (Eduardo Moscovis), um bondoso piloto de helicóptero, na cadeia e acabar com o namoro do rapaz com sua filha, Milena (Carolina Ferraz). De quebra, ela maltratava o filho. 

"Oxente, My God" 

 Eva Wilma
Maria Altiva Pedreira Mendonça de Albuquerque ficou conhecida pelo bordão acima e por sua crueldade em A indomada. Ela se considerava uma defensora da moral e dos bons costumes de Greenville, humilhava o filho adotivo, Artêmio (Marcos Frota), e adorava comprar uma briga com a sobrinha Helena (Adriava Esteves). Ambiciosa, encontrou no deputado corrupto Pitágoras (Ary Fontoura) o parceiro ideal para seus golpes. Depois de muitas maldades, Altiva teve um desfecho digno de bruxa má quando se recusou a sair de uma tapera em chamas, que explodiu. Da fumaça, misteriosamente ecoou a risada da vilã e tomou sua forma, prometendo que voltaria"

A maior de todas
Beatriz Segal
Não tem como deixar de citar Odete Roitman, a vilã mais famosa de todas. Esnobe, ela era a poderosa de Vale Tudo e dizia que detestava o Brasil! Manipuladora, juntou-se a Maria de Fátima (Glória Pires) para separar Raquel (Regina Duarte) de Ivan (Antonio Fagundes), para que ele ficasse livre e se casasse com Heleninha (Renata Sorrah). Em troca, ofereceu à moça um casamento com Afonso (Cassio Gabus Mendes), seu filho mais novo. O acordo das duas foi desfeito por Odete quando descobriu que a nora tinha um caso com César (Carlos Alberto Ritchelli). Na reta final, Odete foi assassinada, dando início ao mistério:"Quem matou Odete Roitman?"

Cássia Kiss
Odete Roitman (Beatriz Segal)foi morta por Leila (Cássia Kiss),que por engano, pensava que era Maria de Fátima (Glória Pires), amante de seu marido, Marco Aurélio (Reginaldo Faria).

Texto: Núcia Ferreira

Publicado na revista TV Brasil n/n 869

Fotos: Globo/Divulgação/Reprodução/gshow.globo.com super tv e mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário