quarta-feira, 19 de julho de 2017

Explode Coração


Trama revolucionou ao abordar temas como um romance virtual entre os protagonistas em uma época que a internet era pouco difundida.
Paulo José, Leandra Leal e Eliane Giardini
No final de 1995, Glória Perez levou ao ar uma novela diferente para os padrões da época e colocou a cultura e as tradições ciganas em primeiro plano na trama Explode Coração.Paulo José e Eliane Giardini eram os pais de Dara, Jairo e Lola. Já Leandra Leal, ainda menina, fazia a lanca, irmã da cigana que só pensava em se casar logo. Alegre e ruidosa, como seu povo, e se apaixona-se loucamente por Igor (Ricardo Macchi). Irmã mais nova de Dara (Tereza Seiblitz) em Explode Coração, Ianca (Leandra Leal) só queria se casar na trama de Glória Perez, exibida em 1995. A menina não gostava de pensar nem na possibilidade de ficar solteirona. Isso porque na tradição cigana a mais nova só podia se casar depois da mais velha. A trama foi um dos primeiros trabalhos da atriz na TV.
Tereza Seiblitz e Ricardo Macchi

A história central girava em torno de Dara (Tereza Seiblitz), uma jovem cigana que tinha orgulho d suas origens, mas que se revoltava contra a falta de liberdade imposta por seu povo e por seu pai, Jairo (Paulo José). Dara estava prometida desde criança a Igor (Ricardo Macchi), cigano de outra família, mas ela não queria se casar com o rapaz e seu sonho era estudar e conhecer o mundo. 

Romance pela internet

 Edson Celulari e Tereza Seiblitz 
Dara fazia cursinho pré-vestibular (escondido da família) e iniciou um relacionamento pela internet com  poderoso empresário Júlio Falcão (Edson Celulari). Os dois se envolveram muito virtualmente, se conheceram pessoalmente e se apaixonaram, mas tiveram que enfrentar muitos obstáculos para viverem esse amor, principalmente, as tradições dos ciganos que não aceitavam'gente de fora'.
Ricardo Macchi
Sem saída, Dara acabou atendendo aos pedidos da família e se casou com Igor, mesmo estando grávida de Júlio. O tempo passou e a jovem não conseguiu se apaixonar pelo marido, nem esquecer seu grande amor. No último capitulo, Dara deu à luz seu filho com o empresário (cujo parto foi realizado na praia) e Igor ficou ao lado da cigana e tempo todo. No final, ele levou Dara e o bebê para se encontrarem com Júlio e só então o casal pode viver feliz, enquanto que Igor partiu para a Espanha.

A cigana Dara foi o papel mais marcante da carreira de Tereza Seiblitz, quena época tinha 31 anos.
Ricardo Macchi fez sua estreia na TV como protagonista do horário nobre e, devido sua atuação, recebeu críticas pesadas.
O saudoso Guilherm Karan era Bebeto, que sonhava ser estrela do rock.
Stênio Garcia era Pepe, homem duro, determinado e muito ligado às tradições.

Curiosidades

Explode Coração teve várias curiosidades, uma delas foi o fato de abordar a comunicação através da internet.

Naquele tempo (metade dos anos 90), a rede mundial de computadores era pouco difundida no Brasil e criou surpresa nos telespectadores o romance virtual entre Dara e Júlio.

Glória, sempre pioneira, contou que chegou a ser ridicularizada quando propôs falar sobre o assunto naquela trama. A autora conviveu com famílias ciganas antes de começar a escrever a novela e contou com a assessoria deles durante a atração. Na abertura da produção, a bailarina que aparecia de vermelho, fazendo movimentos da dança cigana era Ana Furtado, que depois fez novelas na Globo e hoje é uma das apresentadoras do programa É de Casa. 

Texto: Flavia Serra
Memória 

Publicado na revista TV Brasil n/n 901
Memória Globo - Veja - livrostecnicosul.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário